conecte-se conosco


Nacional

Mulher que foi estuprada por 12 homens no interior de SP diz ter HIV

Publicado


source
Polícia Civil Itatiba
Reprodução/Google Street View

Caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Uma mulher que não teve a identidade revelada foi vítima de um estupro coletivo na madrugada da última sexta-feira (23) na cidade de Itatiba, em São Paulo. Ela foi abusada por 12 homens. À Guarda Municipal, ela contou ter HIV.

Segundo a corporação, a mulher disse ser garota de programa e que foi abordada pelo grupo na rua. Ela foi levada para um local sem movimento e foi abusada. Até o momento, as autoridades não identificaram ou prenderam os criminosos.

Depois do caso, a vítima foi socorrida e levada para a Santa Casa da cidade. Lá, recebeu atendimento para vítimas de estupro. A Polícia Civil irá investigar o caso.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nacional

Homem é preso após marcar encontro com garota de 13 anos em motel

Publicado


source
violencia
Clarissa Levy

Homem é preso após marcar encontro com garota de 13 anos em motel

Um homem de 59 anos foi preso, nesta quinta-feira (27), por marcar um encontro com uma menina de apenas 13 anos em um motel na cidade de Contagem, em Minas Gerais.

O homem acabou preso depois que a garota contou à mãe sobre os assédios cometidos pelo homem, que até mandou fotos nas quais aparece em roupas íntimas pelo WhatsApp.

Ele acabou detido pela Polícia Militar por estupro de vulnerável após a família da adolescente denunciá-lo e indicar em qual motel o suspeito pretendia encontrar a menina.

Em depoimento à PM, a menina contou que o homem ofereceu dinheiro em troca de sexo. Em conversas, o suspeito pediu que a adolescente encaminhasse fotos em que aparece nua a ele e que, em troca, ele mandaria “nudes” a ela.

Para convencer a garota a aceitar encontrá-lo, o homem disse a ela que mantinha sempre relações com meninas mais novas, de, no máximo, 15 anos. Sobre o encontro, ele falou pelo WhatsApp que a levaria para um motel onde fariam sexo.

Depois de preso, o celular dele também foi apreendido, como o da adolescente. A ocorrência, registrada como estupro de vulnerável, foi encaminhada para a Delegacia de Plantão da Polícia Civil, em Contagem. 

Continue lendo

Nacional

PF faz operação contra grupo que pede intervenção e prisão de ministros do STF

Publicado


source
pf
Agência Brasil

PF faz operação contra grupo que pede intervenção militar e prisão de ministros do STF

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta sexta-feira (27), uma operação para investigar um grupo que fazia propaganda em redes sociais para pedir a intervenção militar e a prisão de ministros do Supremo Tribunal Federal  (STF).

Um dos alvos do operação é  Renan Silva Sena,  ex-funcionário do Ministério dos Direitos Humanos, que foi demitido após divulgar vídeo com ofensas a autoridades do Supremo. A operação Estabilidade cumpre três mandados de busca e apreensão em Brasília (DF), Uberlândia (MG) e Taboão da Serra (SP).

Segundo a PF, a força-tarefa teve início após a publicação de um vídeo realizado na frente do prédio do STF, por dois dos investigados. “Com o aprofundamento das análises, foi possível constatar a participação deles em diversos atos do tipo, inclusive com a arrecadação de fundos para financiar o movimento”, disse a PF.

Os envolvidos são investigados por crimes que envolvemquestão de Segurança Nacional, por fazerem propaganda de processos violentos ou ilegais para alteração da ordem política ou social. As penas para esse tipo de crime variam de 1 a 4 anos de detenção ou reclusão.

Já conhecido das autoridades

Renan Sena é apoiador do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Em junho deste ano, ele foi detido pela Polícia Civil por crimes de calúnia e injúria, após divulgar vídeo com ofensas contra autoridades e o governador do DF,  Ibaneis Rocha  (MDB). Mas, foi liberado após assinar um termo de comparecimento em juízo.

Além disso, Sena também é suspeito de “narrar o vídeo” em que manifestantes lançam fogos de artifício contra o Supremo Tribunal Federal (STF), no dia 13 de junho.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana