conecte-se conosco


Saúde

Mulher fica com mãos “aveludadas” e é diagnosticada com câncer de pulmão

Publicado

Uma brasileira de 73 anos, que não teve a identidade revelada, recebeu um diagnóstico perturbador depois de procurar um dermatologista para avaliar as lesões e a coceira que estava sentindo nas palmas das mãos. O caso foi divulgado no New England Journal of Medicine (NEJM).

Leia também: 10 hábitos para você colocar em prática e evitar os principais tipos de câncer

mãos aveludadas arrow-options
The New England Journal of Medicine/New York Post

mãos aveludadas

Durante a consulta, a mulher disse ao médico que notou as lesões nas mãos nove meses antes. Ela ainda destacou que teve uma tosse implacável por cerca de um ano e, além disso, perdeu cinco quilos nos últimos quatro meses. A brasileira também informou que era fumante e fumava um maço por dia nos últimos 30 anos. 

Leia também: Comentário desagradável do marido faz mulher descobrir câncer de mama

No relato, os médicos apontaram que o exame físico feito na paciente revelou uma demarcação acentuada das dobras das linhas das mãos. Além disso, ela estava com uma aparência aveludada nas palmas da mãos, que é uma condição rara conhecida como acantose palmar, em que a pele fica parecida com tripas.

Em grande parte dos casos, a doença está associada com o câncer, principalmente de pulmão e estômago. Segundo informações do New York Post , a causa dessa condição rara não é totalmente clara, embora algumas pesquisas sugiram que o câncer possa estimular a superprodução de células da pele nas palmas das mãos.

Leia também: Tabagismo mata 200 mil brasileiros por ano; veja riscos e como parar de fumar

Após a realização de uma tomografia computadorizada, mostrou-se que a mulher estava com câncer de pulmão. Com o diagnóstico, os médicos indicaram que ela fizesse quimioterapia e radioterapia. No entanto, as lesões das mãos não regrediram com o tratamento. Seis meses depois, o câncer avançou e ela passou por mais uma rodada de quimioterapia. 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Covid-19: Brasil tem 140 mil mortes e 4,68 milhões de casos acumulados

Publicado


.

O número de pessoas que se infectaram com o novo coronavírus desde o início da pandemia subiu para 4.689.613 . Nas últimas 24 horas, foram registrados 31.911 novos diagnósticos positivos para covid-19. Até ontem, a soma estava em 4.657.702.

Os dados foram divulgados pelo Ministério da Saúde no início da noite desta sexta-feira (25), na atualização diária publicada pela pasta. 

Ainda conforme o boletim, o número acumulado de mortes em razão da pandemia chegou a 140. 537. Entre ontem (24) e hoje (25), os novos óbitos registrados pelas secretarias estaduais de saúde totalizaram 729, mantendo a média abaixo dos 1.000 diários das últimas semanas. Ontem o sistema do Ministério da Saúde contabilizava 139.808 óbitos desde o início da pandemia.

As autoridades de saúde ainda investigam se 2.430 falecimentos ocorreram em decorrência da covid-19. 

Ainda de acordo com a atualização, 508.127 pacientes estão em acompanhamento. O número de recuperados da covid-19 chega a 4.040.949. Isso representa 86,2% do total de infectados pelo novo coronavírus. 

Covid-19 nos estados

Os estados com mais morte são São Paulo (34.877), Rio de Janeiro (18.166), Ceará (8.891), Pernambuco (8.129) e Minas Gerais (7.056). As Unidades da Federação com menos óbitos são Roraima (637), Acre (654), Amapá (699), Tocantins (910) e Mato Grosso do Sul (1.234).

Boletim epidemiológico covid-19Boletim epidemiológico covid-19

Boletim epidemiológico covid-19 – Ministério da Saúde

Edição: Liliane Farias

Fonte: EBC Saúde

Continue lendo

Saúde

Com alta de mortes no Rio, Brasil ultrapassa 140 mil óbitos por Covid-19

Publicado


source
Desde o início da pandemia, mais de 32 milhões pessoas foram infectadas em todo o mundo
Foto: Pixabay

Desde o início da pandemia, mais de 32 milhões pessoas foram infectadas em todo o mundo

Após o estado do  Rio de Janeiro ter aumento na média móvel de mortes por Covid-19 por sete dias seguidos, o Brasil ultrapassou a marca dos 140 mil óbitos, nesta sexta-feira (25).

Nas últimas 24 horas, o país registrou mais 729 mortes causadas pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2), fazendo o total subir para 140.537. Já o número de casos confirmados de contaminações chegou próximo de 5 milhões, com 4.689.613. Desse total, 31.911 casos só de ontem para hoje.

De acordo com levantamento Secretarias Estaduais de Saúde, o país registrou menos de mil mortes por Covid-19 pelo 10º dia consecutivo.

A contagem de casos realizada pelas Secretarias Estaduais de Saúde inclui pessoas sintomáticas ou assintomáticas; ou seja, neste último caso são pessoas que foram ou estão infectadas, mas não apresentaram sintomas da doença.

Ainda segundo o balanço oficial do governo, 4.023.789 pessoas se curaram da covid-19 no Brasil e outros 494.105 casos estão em acompanhamento. A taxa de letalidade da doença no Brasil segue em 3%.

O ranking de número de mortes segue liderado pelo estado de São Paulo, que tem 34.877 óbitos causados pela Covid-19. O Rio de Janeiro continua em segundo lugar, com 18.166 mortes, seguido por Ceará (8.891), Pernambuco (8.129) e Minas Gerais (7.056).

Os estados que registram maior número de casos são: São Paulo (964.921), Bahia (303.058), Minas Gerais (283.479), Rio de Janeiro (259.488) e o Ceará (237.147).

Desde o início de junho, o Conass divulga os números da pandemia da Covid-19 por conta de uma confusão com os dados do Ministério da Saúde. As informações dos secretários de saúde servem como base para a tabela oficial do governo, mas são publicadas cerca de uma hora antes.

Desde o início da pandemia, mais de 32 milhões pessoas foram infectadas em todo o mundo. Do total de doentes, mais de 978 mil morreram, segundo a Universidade Johns Hopkins. O Brasil segue como o terceiro país do mundo em número de casos de Covid-19 e o segundo em mortes, atrás apenas dos Estados Unidos.

Fonte: IG SAÚDE

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana