conecte-se conosco


Internacional

Mudanças climáticas: Vaticano anuncia adesão à Convenção do Clima

Publicado

Vaticano anuncia adesão à Convenção do Clima
Reprodução/Flickr

Vaticano anuncia adesão à Convenção do Clima


O Vaticano  anunciou nesta sexta-feira (8) sua adesão à Convenção do Clima e a intenção de aderir ao Acordo de Paris em decorrência dos “desafios” impostos pelas alterações climáticas.

“A Santa Sé pretende contribuir e dar o seu apoio moral aos esforços de todos os Estados para cooperar, de acordo com suas respetivas responsabilidades e capacidades, comuns, mas diferenciadas, numa resposta eficaz e adequada aos desafios colocados pelas mudanças climáticas à nossa humanidade e à nossa casa comum”, diz uma nota oficial.

O documento de adesão à Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre as Alterações Climáticas foi entregue pelo observador permanente da Santa Sé na ONU, em Nova York, dom Gabriele Giordano Caccia.

Segundo o Vaticano, assim que possível, com base nos requisitos legais previstos no Acordo de Paris, a Santa Sé também pretende depositar o instrumento de adesão para este tratado.

A nota destaca que estes desafios assumem “relevância não só ambiental, mas também ética, social, econômica e política, afetando, sobretudo, a vida dos mais pobres e vulneráveis”.

Desta forma, o documento apela a um “compromisso coletivo e solidário, uma cultura do cuidado que coloca a dignidade humana e o bem comum no centro”, como disse o papa Francisco em um vídeo pelo clima em dezembro de 2020.


Neste contexto, a Santa Sé recorda o convite urgente de Jorge Bergoglio “para renovar o diálogo sobre a forma como estamos construindo o futuro do planeta” e “espera que a Convenção e o Acordo de Paris possam ajudar a promover uma forte convergência de todos no compromisso com a necessidade urgente de iniciar uma mudança de rumo”.

O objetivo é passar da “cultura do descartável”, que prevalece em nossa sociedade, para uma “cultura do cuidado” com a nossa casa comum e com aqueles que nela vivem ou viverá lá”.

O Acordo de Paris entrou em vigor em novembro de 2016, visando alcançar a descarbonização das economias mundiais. O documento, resultado da COP21, realizada na capital francesa em 2015, estabelece como objetivo limitar o aumento da temperatura média global a níveis abaixo dos 2ºC acima dos níveis pré-industriais. 

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Mundo

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Internacional

Agente de Salman Rushdie afirma que o escritor apresenta melhoras

Publicado

Salman Rushdie, autor do livro
Reprodução: Flickr

Salman Rushdie, autor do livro “Os Versos Satânicos”

Salman Rushdie  foi extubado neste sábado (13), como informa Andrew Wylie, agente do escritor. De acordo com o representante do autor, esfaqueado na última sexta-feira (12), ele apresenta melhora significativa e deve restabelecer o movimento da mão, apesar de os nervos do braço terem sido afetados pelo ataque. Rushdie pode perder um olho, e teve o fígado atingido.

O escritor anglo-indiano de 75 anos deixou de respirar por meio de ventilação mecânica após receber múltiplas facadas enquanto falava em uma conferência em Nova York . Ele passou por uma cirurgia e segundo seu agente nos Estados Unidos, Andrew Wylie, ainda não consegue falar.

Versos satânicos A obra de Rushdie fez com que ele se tornasse alvo de ameaças de morte no Irã desde a década de 1980. O livro “Os Versos Satânicos” de Rushdie é proibido no país desde 1988. Muitos muçulmanos consideram a história uma blasfêmia.

Um ano depois, o falecido líder do Irã, o aiatolá Ruhollah Khomeini, emitiu um edito, pedindo a morte de Rushdie. Uma recompensa de mais de US$ 3 milhões também foi oferecida para quem tirasse a vida dele. O escritor passou cerca de dez anos sob proteção policial e vivendo na clandestinidade. Ele mora nos EUA desde 2000.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

*Com informações de agências internacionais


Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Internacional

Condenado por abusar de criança morre após beber líquido em julgamento

Publicado

Edward Leclair era julgado por cinco acusações, todas relacionadas a mesma vítima.
Frisco Police Department/Reprodução 13.08.2022

Edward Leclair era julgado por cinco acusações, todas relacionadas a mesma vítima.

Condenado por abusar sexualmente de um menor de idade, o americano Edward Leclair morreu, nesta quinta-feira, após beber um líquido ainda não identificado enquanto seu veredito era lido. Em seguida, ele começou a passar mal e foi levado para o hospital, onde acabou morrendo horas depois. A causa da morte ainda não foi determinada.

Leclair estava sendo julgado em Denton, cidade localizada no estado norte-americano de Texas, por cinco acusações, todas relacionadas a mesma vítima. Segundo o procurador Jamie Beck, Leclair bebeu o líquido que estava dentro de uma garrafa de água, descrito como ‘turvo’, apenas depois da leitura do seu veredito.

“Tivemos pessoas que desmaiaram, tiveram ataques cardíacos, mas nunca em meus 27 anos de profissão tivemos algo assim”, disse Beck ao jornal Denton Record-Chronicle.

Leclair foi levado para uma cela anexa à sala do tribunal, enquanto detalhes acerca do cumprimento da sua pena eram discutidos:

“Um investigador nosso notou que ele engoliu a água. Ele alertou ao oficial de justiça que poderia ser uma boa ideia dar uma checada nele. O oficial de justiça foi, e ele estava inconsciente na cela”, contou James Beck ao canal de televisão CNN.

O advogado de Leclair, Mike Howard, confirmou que seu cliente bebeu o líquido durante o julgamento. Ele, no entanto, diz não saber do que se tratava.

Entre  no canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana