conecte-se conosco


Geral

Novo decreto proíbe shows, festas e confraternizações em MT; bares terão que funcionar com 50% da capacidade

Publicado

Norma limita capacidade para realização de festas e eventos sociais para tentar evitar avanço do coronavírus em Mato Grosso [Foto – Christiano Antonucci]

O Governo de Mato Grosso editou decreto com novas medidas para prevenção e avanço do contágio da covid-19 no estado, tendo em vista o aumento da média móvel de casos, internações hospitalares e óbitos. As novas regras, assinadas pelo governador Mauro Mendes, deverão ser publicadas ainda nesta terça-feira (19) no Diário Oficial do Estado.

De acordo com o decreto, pelos próximos 45 dias fica proibida a realização de eventos sociais, festas, shows, atividades em casas noturnas e confraternizações com mais de 100 pessoas em espaços privados ou públicos, “inclusive o uso de logradouros públicos, onde haja aglomeração e consumo de bebidas alcoólicas”.

Já os eventos corporativos (organizados por instituições públicas ou privadas) devem respeitar as regras sanitárias e distanciamento social previstas no Decreto 522, de 12 de junho de 20220, a exemplo do distanciamento mínimo de 1,5m e uso de máscaras.

Quanto às atividades em bares, restaurantes e congêneres, está permitida a realização desde que com o máximo de 50% da capacidade do local, “tendo como base o metro quadrado e o espaçamento de 1,5m (um metro e meio) entre as mesas/assentos”.

“Os prefeitos municipais deverão obrigatoriamente adotar as medidas estabelecidas neste Decreto ou outras mais restritivas, sob pena de responder pelas eventuais consequências de seus atos”, afirma trecho do decreto.

O documento autoriza as forças de Segurança do Estado de Mato Grosso a tomar todas as ações necessárias para fazer cumprir as novas medidas e também “possíveis normas municipais mais rígidas e/ou restritivas”.

Servidores

Ainda no decreto está previsto que, em casos excepcionais, poderá ser feito o regime de revezamento de trabalho aos servidores dos órgãos públicos estaduais (não se aplicando aos terceirizados).

O revezamento excepcional deve obedecer os critérios de permanência mínima de dois terços do quantitativo de servidores em trabalho presencial, mediante escala de revezamento a ser estabelecida pela chefia imediata; e também a compatibilidade das atividades exercidas pelo servidor com o regime de teletrabalho, “ainda que estas sejam oriundas de unidade administrativa diversa daquela em que o servidor está lotado”.

“A autoridade máxima do órgão ou entidade estadual poderá promover ajustes quanto à aplicação das regras de revezamento presencial e teletrabalho, conforme suas respectivas necessidades, ou para fins de garantir a preservação do funcionamento dos serviços considerados essenciais e prioritários”, afirma o decreto.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Cuiabá recebe mais 5.430 doses de vacina para concluir imunização de idosos acima de 80 anos

Publicado

Campanha de imunização contra a Covid-19 segue polo central, que funciona de segunda a sábado, das 8h às 18 horas, no Centro de Eventos do Pantanal [Foto – Luiz Alves]

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) recebeu, na tarde desta sexta-feira (5), mais 5.430 doses da Coronavac enviadas pelo Ministério da Saúde para aplicação da segunda dose dos idosos. Do total, 3.120 vacinas serão destinadas à segunda dose dos idosos na faixa etária acima de 85 anos de idade, que receberam a primeira dose entre os dias 11 a 14 de fevereiro. Já 2.310 vacinas serão reservadas para a segunda dose dos idosos na faixa de 80 a 84 anos que estão recebendo a primeira dose nesta semana, no polo central, que funciona de segunda a sábado, das 8h às 18 horas, no Centro de Eventos do Pantanal.

No momento, ainda não é possível fazer o agendamento da segunda dose de idosos. A coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Cuiabá e da campanha de vacinação contra a covid-19 “Vacina Cuiabá – sua vida em primeiro lugar”, Valéria de Oliveira, explica que a segunda dose será aplicada no intervalo de 28 dias, previsto na bula da Coronavac. “Durante a aplicação da primeira dose, estamos anotando a aplicação da segunda dose com o prazo máximo do reforço na caderneta de vacinação da pessoa, pois esse prazo é mais eficaz para a produção de anticorpos pelo organismo. Quando estiver próximo da data dessa segunda aplicação, iremos liberar o sistema de agendamento e divulgar nos canais da Prefeitura”, informa a coordenadora.

Agendamento da próxima semana

Com as doses que já haviam chegado anteriormente, nesta semana, estão sendo vacinados idosos entre 80 e 84 anos de idade com a primeira dose e trabalhadores da saúde com a segunda dose. Neste sábado (6), às 13 horas, o site Vacina Cuiabá estará liberado para agendamento da vacinação de segunda-feira (8). Serão liberadas 500 vagas para agendamento da primeira dose de idosos acima de 80 anos e 1.000 doses para primeira aplicação de trabalhadores da saúde.

CONFIRA O PASSO A PASSO DO AGENDAMENTO PARA IDOSOS ACIMA DE 80 ANOS

-Entre no site www.cuiaba.mt.gov.br e clique no banner do “Vacina Cuiabá”;

-Clique em PRÉ CADASTRO;

-Clique em ACEITAR E CONTINUAR;

-No campo TIPO DE DOSE escolha PRIMEIRA DOSE e clique em PRÓXIMO PASSO;

-No campo GRUPO DE RISCO escolher IDOSOS (ACIMA DE 80 ANOS) e clique em  PRÓXIMO PASSO;

-Preencha todos os dados que estão marcados com * (no campo INFORME SUA PROFISSÃO, pode escrever a profissão que desempenhava ou escrever aposentado/aposentada);

– Não precisa preencher os campos INFORME O ESTABELECIMENTO/LOCAL DE SAÚDE  e INFORME SEU SETOR DE TRABALHO;

-Clique em enviar cadastro;

-No campo AGENDAR SUA TRIAGEM  selecione a data e o horário e clique em SOLICITAR AGENDA;

-Os idosos não precisam imprimir o QR CODE. Ao se dirigirem ao Centro de Eventos devem levar documento com foto, número do cartão SUS e comprovante de residência. Caso o idoso não tenha comprovante de residência, é preciso trazer o comprovante do filho ou do familiar com quem ele mora e um documento que prove o parentesco.

IMPORTANTE: Em caso de erro durante o agendamento, a pessoa deve mandar um email para o endereço [email protected] pedindo o cancelamento do agendamento. Após receber o e-mail com a confirmação do cancelamento, a pessoa poderá fazer um novo agendamento.

OBSERVAÇÃO: No ato de agendamento, caso não apareça a data e o horário na tela AGENDAR SUA TRIAGEM é porque a agenda do dia já está lotada. Neste caso é necessário fazer o agendamento no dia seguinte. A agenda é aberta diariamente às 13h.

Continue lendo

Geral

MT tem 27 mortes e 1,4 mil casos de Covid em 24 horas e se aproxima de 6 mil óbitos

Publicado

Há 462 internações em UTIs públicas e 409 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 96% para UTIs adulto e em 49% para enfermarias

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta sexta-feira (5), 259.946 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 5.968 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 27 mortes e 1.486 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 259.946 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 10.178 estão em isolamento domiciliar e 242.204 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 462 internações em UTIs públicas e 409 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 96,45% para UTIs adulto e em 49% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (55.913), Rondonópolis (20.363), Várzea Grande (16.352), Sinop (13.207), Sorriso (10.534), Tangará da Serra (10.184), Lucas do Rio Verde (9.486), Primavera do Leste (7.695), Cáceres (5.729) e Nova Mutum (5.157).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 222.763 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 1.345 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na última quinta-feira (4), o Governo Federal confirmou o total de 10.793.732 casos da Covid-19 no Brasil e 260.970 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 10.719.630 casos da Covid-19 no Brasil e 259.271 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de sexta-feira (5).

Recomendações

Já há uma vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana