conecte-se conosco


Registro Geral

MPE investiga denúncia de suposta prestação de serviços por empresa “fantasma” em Nova Marilândia

Publicado

O Ministério Público do Estado (MPE-MT) está investigando denúncia de possível improbidade administrativa na prefeitura de Nova Marilândia, 214 Km de Cuiabá, com finalidade de desvio de recursos públicos através de empresa “fantasma”.

As primeiras investigações do caso remetem a um servidor comissionado do município que exerce influência junto ao prefeito, lotado na Secretaria Municipal de Infraestrutura  (Departamento de Obras e Serviços Públicos) que supostamente presta serviços de manutenção de aparelhos de ar condicionado em locais diversos ao seu local de trabalho, utilizando-se, inclusive, do seu horário de expediente para proceder com tais serviços, que são pagos através de nota de empenho ordinárias através da empresa que seria “fantasma”, e em nome de um suposto laranja.

A conclusão de que a empresa é “fantasma” parte da constatação de que o endereço registrado como sede comercial seria na propriedade rural do servidor da prefeitura suspeito das irregularidades. Apura-se no site de transparência do município de Nova Marilândia, várias notas teriam sido emitidas por esta empresa, que seria de fachada.

A confirmação de que uma empresa fantasma foi aberta em nome de um laranja para desviar recursos públicos do município, envolve penalidades de ressarcimento do dano causado, indisponibilidade dos bens, multa, devolução do que foi obtido ilicitamente, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos (de 8 a 10 anos, conforme a hipótese) e proibição de contratar com o poder público, tudo em conformidade com a Lei 8429/1992.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Registro Geral

Réu no caso paletó, prefeito de Cuiabá pode ser afastado por novas denúncias envolvendo o Executivo

Publicado

Cena chocante: então deputado estadual, Emanuel Pinheiro (MDB), atual prefeito de Cuiabá foi flagrado recebendo maços de dinheiro, por suposta propina, delatada pelo ex-governador, Silval Barbosa

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), flagrado enfiando maços de dinheiro nos bolsos do terno, no gabinete anexo do ex-governador, Silval Barbosa, quando ocupava o cargo de deputado estadual, virou réu na Justiça Federal, no episódio que ficou nacionalmente conhecido como caso paletó. No entanto, segundo fonte da coluna, três investigações policiais em andamento, que guardam contemporaneidade com o atual mandato, é que estão tirando o sono do prefeito cuiabano. De acordo com a mesma fonte, Emanuel teme ser afastado do cargo, pelo Tribunal de Justiça, em plena campanha eleitoral. Tais apurações da Polícia Civil resultaram na prisão e demissões de secretários de Emanuel, além do afastamento cautelar do procurador-geral do município, Marcos Brito.

Continue lendo

Registro Geral

Rejeição de Emanuel atravessa a ponte e contamina candidatura de Emanuelzinho em Várzea Grande

Publicado

O deputado federal, Emanuelzinho Pinheiro (PTB): rejeição do pai dele, Emanuel Pinheiro (MDB), o contaminou na disputa pela prefeitura de Várzea Grande

“Filho de peixe, peixinho é”. O velho ditado popular foi identificado em todos os grupos sociais pesquisados em ampla sondagem qualitativa realizada, em Várzea Grande, acerca da candidatura do deputado federal, Emanuel Pinheiro Neto, o Emanuelzinho (PTB). Apesar de jovem, apenas 25 anos, o parlamentar teve a imagem profundamente contaminada pela rejeição do pai, prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), flagrado enfiando maços de dinheiro no paletó, quando ainda ocupava o cargo de deputado estadual. Segundo o sociólogo que moderou os grupos pesquisados, a enorme rejeição de Emanuel fere de morte a candidatura de Emanuelzinho na cidade industrial. O mediador foi mais além: “Se a rejeição do Emanuel é estupenda na cidade vizinha, imagine em Cuiabá”, finalizou.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana