conecte-se conosco


Geral

MP arquiva inquérito e elogia PMs que mataram assaltante que fez família refém

Publicado

A 1ª Promotoria de Justiça Criminal de Juína promoveu o arquivamento de inquérito policial instaurado com o objetivo de apurar a conduta de policiais militares que resultou na morte do assaltante Lucas Vinícius Celestino de Jesus Garbim. O fato aconteceu em novembro do ano passado. O entendimento do promotor de Justiça Dannilo Preti Vieira foi de que os militares agiram em legítima defesa.

Na manifestação, o promotor de Justiça enalteceu a firmeza, retidão e destemor dos policiais militares no combate à criminalidade e também encaminhou cópia da manifestação ao VIII Comando Regional de Juína “para que se proceda averbação de elogio pela atuação dos policiais”. Requereu ainda que seja apurado em investigação sumária procedida por uma Comissão Especial o ato de bravura dos referidos militares.

Consta na promoção de arquivamento que “os disparos que atingiram o assaltante se deram em razão tanto das circunstâncias fáticas envolvidas (roubo com extrema violência, verbalização não obedecida, troca de tiro anteriormente com os assaltantes, assaltantes fortemente armados, e etc) quanto, notadamente, o disparo de arma de fogo realizado pelo assaltante Lucas Vinícius contra equipe local”.

No dia do crime, conforme apurado nas investigações, Lucas Vinícius e outras seis pessoas, mediante grave ameaça, portando arma de fogo e com restrição da liberdade das vítimas, roubaram uma camionete Toyota Hilux, uma motocicleta, três aparelhos celulares, entre outros materiais, avaliados em R$ 152.500,00 pertencentes a um casal. Durante o assalto, marido, esposa e uma filha de apenas seis anos foram levadas para um quarto e mantidas reféns.

No momento da fuga, conforme a Promotoria de Justiça, parte dos assaltantes usou um veículo Fiat Pálio e outros dois a caminhonete roubada onde as vítimas foram colocadas no banco de trás. Ao passar em frente ao CISC, as vítimas pularam do veículo em movimento e buscaram auxílio da Polícia Civil. A partir desse momento, policiais civis e militares saíram em diligências para localizar os acusados. Houve troca de tiros, a viatura foi atingida e o grupo acabou deixando os veículos e entrando em uma mata.

“Em um dado momento, os policiais envolvidos nas diligências realizaram um cerco em uma área de brejo localizada entre os Bairros Módulos 05 e 06, em razão da suspeita de que alguns assaltantes estivessem no local, sendo que os policiais militares Ronildo Bruno dos Santos, Tiago da Costa Silva e Leandro Lima Cândido adentraram à área de mata e localizaram o assaltante Lucas Vinícius, onde, após troca de tiros, foi morto em razão de disparos de arma de fogo”, acrescentou.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Todos os municípios de MT continuam com risco baixo de contaminação da Covid-19

Publicado

Indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana e os resultados são divulgados nos Boletins Informativos da SES

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou nesta quinta-feira (26) o Boletim Informativo nº 263 com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso.

Nesta edição do Boletim, os 141 municípios do Estado configuram na classificação de risco baixo de infecção pelo coronavírus, conforme mostra documento a partir da página 12.

Esse status já se mantém por 24 dias. Em 02 de novembro, Ribeirãozinho foi a última cidade classificada com risco “moderado”. Desde então, nenhuma cidade de Mato Grosso foi classificada com risco muito alto, representado pela cor vermelha e que indica alerta máximo de contaminação, ou amarela, que indica alerta moderado.

O sistema de classificação que indica o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades.

Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana, às segundas e quintas-feiras, e os resultados são divulgados nos Boletins Informativos da SES.

Recomendações e cuidados

– Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;

– Usar máscara quando sair de casa;

– Evitar aglomerações;

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

 

Continue lendo

Geral

Mato Grosso registra 587 casos e 5 mortes por Covid em 24 horas; total de óbitos chega a 4.116

Publicado

Há 135 internações em UTIs públicas e 140 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 33% para UTIs adulto e em 16% para enfermarias

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quinta-feira (26), 157.524 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 4.116 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 5 mortes e 587 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 157.524 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 5.550 estão em isolamento domiciliar e 147.402 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 135 internações em UTIs públicas e 140 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 33,50% para UTIs adulto e em 16% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (34.604), Rondonópolis (11.659), Várzea Grande (11.146), Sinop (8.213), Sorriso (6.750), Lucas do Rio Verde (6.163), Tangará da Serra (6.053), Primavera do Leste (5.258), Cáceres (3.623) e Nova Mutum (3.334).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 123.342 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 176 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional 

Na última quarta-feira (25), o Governo Federal confirmou o total de 6.166.606 casos da Covid-19 no Brasil e 170.769 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 6.118.708 casos da Covid-19 no Brasil e 170.115 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de quinta-feira (26).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana