conecte-se conosco


Nacional

Motorista de Bolsonaro está internado com problemas respiratórios

Publicado

bolsonaro arrow-options
Isac Nóbrega/PR

Presidente Jair Bolsonaro nega que tenha contraído o novo coronavírus e afirma que testes não deram positivo.

Um dos motoristas do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deu entrada em um hospital de Brasília com problemas respiratórios. O quadro levanta suspeitas sobre a contaminação do Covid-19, o novo coronavírus que já atingiu mais de 20 pessoas da equipe do presidente e contaminou cerca de 1890 pessoas no Brasil. 

Leia também: Coronavírus: Primeiro-ministro da Índia impõe confinamento total por 21 dias

A informação foi divulgada no blog de Vicente Nunes, do jornal Correio Braziliense. O jornalista afirma que o estado fontes asseguram que o estado de saúde do motorista é estável e que ele não tem febre , mas apresenta dificuldade para respirar . O funcionário foi submetido ao teste do Covid-19 e aguarda o resultado. 

Outro motorista do presidente Jair Bolsonaro foi submetido ao teste, tendo o primeiro exame positivo e contraprova negativa para o coronavírus. O presidente Bolsonaro também diz que os exames ao qual foi submetido deram negativo. Ao todo, 23 pessoas que participaram da comitiva de Bolsonaro aos Estados Unidos no início de março testaram positivo para o Covid-19.

Confira a lista dos integrantes da comitiva de Bolsonaro que viajaram ao lado do presidente aos Estados Unidos e testaram positivo para o novo coronavírus .

  • Fabio Wajngarten, secretário de Comunicação da Presidência da República
  • Nelsinho Trad, senador pelo PTB-MS
  • Nestor Forster, embaixador e encarregado de negócios do Brasil nos EUA
  • Karina Kufa, advogada e tesoureira do Aliança pelo Brasil
  • Sérgio Lima, publicitário e marqueteiro do Aliança pelo Brasil
  • Samy Liberman, secretário-adjunto de comunicação da Presidência
  • Alan Coelho de Séllos, chefe do cerimonial do Itamaraty
  • Quatro integrantes não identificados da equipe de apoio do voo presidencial aos EUA
  • Robson Andrade, presidente da Confederação Nacional da Indústria
  • Marcos Troyjo, secretário especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia
  • Flávio Roscoe, presidente da Federação das Indústria do Estado de Minas Gerais
  • Daniel Freitas, deputado federal (PSL-SC)
  • Augusto Heleno, ministro-chefe do GSI
  • Bento Albuquerque, ministro de Minas e Energia
  • Sérgio Segovia, presidente da Apex
  • Filipe Martins, assessor internacional da Presidência
  • Major Cid, chefe da ajudância de ordens
  • Coronel Suarez, diretor do Departamento de Segurança Presidencial
  • Carlos França, chefe do Cerimonial
  • Marcelo Thomé, presidente da Federação das Indústrias do Estado de Rondônia

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Nacional

Calor e tempo limpo nesta sexta em São Paulo

Publicado


source
São Paulo arrow-options
Prefeitura de São Paulo/Reprodução

São Paulo


Tempo limpo e sol durante todo o dia marcam a previsão do tempo desta sexta-feira (10), na capital paulista. A temperatura permanecerá quente. O Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE) divulgou que a mínima será de 13ºC e a máxima de 24ºC.

Leia também: Ciro Gomes chama Bolsonaro de “assassino” e critica Lula e Mandetta

Não há probabilidade de chuva nesta sexta. O dia será de céu azul com poucas nuvens. A umidade do ar em São Paulo oscila entre 45% e 90%.

Continue lendo

Nacional

Pico da Covid-19 deve ocorrer no fim de abril e começo de maio

Publicado


source
Orientação do Ministério da Saúde é manter o isolamento social arrow-options
Noel Hendrickson/GettyImages/CreativeCommons

Orientação do Ministério da Saúde é manter o isolamento social

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, disse durante entrevista coletiva nesta quinta-feira (9) que o pico da Covid-19 deve ocorrer entre o final de abril e o começo de maio. Nos estados onde há mais mortes e casos confirmados, como São Paulo, Rio de Janeiro e Amazonas, Gabbardo alertou que esses locais estão com o “sinal vermelho”. “Devemos dar a máxima atenção à mobilidade social”, disse o secretário.

Apesar da recomendação, Gabbardo lembrou que nem todos os estados precisam adotar as mesmas dinâmicas de medidas restritivas.

O Brasil registrou mais 141 mortes causadas pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) nas últimas 24 horas, fazendo o total subir para 17.857 , segundo balanço divulgado nesta quinta-feira (8) pelo Ministério da Saúde. A alta corresponde a um crescimento de 17,6%.

De acordo com a pasta, os novos casos confirmados de Covid-19 são 1.930, totalizando 17.857. O aumento foi de 12,1%. Já a taxa de letalidade passou de 5% para 5,3%.

Segundo o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson Oliveira, 85% dos casos assintomáticos nunca serão detectados. Ele afirma que o ministério tem feito estudos para analisar com mais precisão as subnotificações de todas as doenças respiratórias e que a subnotificação de internações é muito inferior nesse período do que em outro momento.

Leia também: Por telefone, Onyx e Terra especulam que Mandetta pode ir para gestão Doria

Sobre a testagem de pacientes, Oliveira disse que os Estados não devem fazer testes para Covid-19 em pessoas com síndrome respiratória aguda grave que não estejam internadas.

“Se acabar o teste, não temos como suprir imediatamente”, afirmou. De acordo com o secretário, até ontem o ministério tinha em mãos 892 mil testes específicos para Covid-19, dos quais 500 mil testes rápidos já foram distribuídos.

Uso da cloroquina

Quanto à administração da cloroquina, Gabbardo disse que o uso do medicamento prevê a concordância entre médico e paciente. Caso o paciente não esteja em condições de responder por si devido a condições clínicas, um familiar responsável pode dizer se concorda ou não.

“Se isso vai gerar demanda judicial, porque familiar não concordou e alguém quer impor, vai ser uma decisão que a gente não sabe o que vai prevalecer”, disse o secretário.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana