conecte-se conosco


Nacional

Motivado por vingança, homem sequestra e mata garota de 6 anos no litoral de SP

Publicado


kauani soares
Reprodução/Facebook

Criança de seis anos acabou morta em Mongaguá, após ser sequestrada por um homem motivado a vingança

Um homem de 28 anos confessou, na manhã desta terça-feira (23), que matou a menina Kauani Cristhiny Soares Rodrigues, de 6 anos, por vingança , no litoral sul de São Paulo. A menina estava dormindo em casa quando foi sequestrada na última quarta-feira (17) e seu corpo foi encontrado no início da noite desta segunda-feira (22), em uma vala em Mongaguá.

Leia também: Bolsonaro passeia de moto no litoral de São Paulo e brinca com apoiadores

O suspeito, que não teve o nome revelado à imprensa, é morador de rua e foi identificado por imagens registradas por câmeras de segurança, na madrugada em que Kauani desapareceu. À polícia, ele disse que tirou a criança dormindo do seu quarto depois de um desentendimento durante uma festa, que aconteceu na própria casa em que ela vivia. Não ficou claro o motivo da briga, mas ele afirma que a discussão começou por excesso de bebida. 

Leia Também:  Casal Nardoni tem pedido de redução de pena negado pelo Supremo

O corpo da menina foi encontrado seminu em uma vala às margens da Avenida Sorocabana, a cerca de dez quadras do endereço dela, no Parque Marinho, nas proximidades plataforma de pesca, em Mongaguá . A suspeita é de que ela também tenha sido abusada antes de morrer. O corpo passará por exames que podem comprovar o crime, agravando ainda mais a pena, quando o assassino for condenado. 

Leia também: Mulher é salva pelo ex após ser espancada pelo namorado no litoral de SP

Ainda de acordo com o que disse à polícia, o suspeito carregou a criança nos braços, ainda dormindo, e a levado até a vala, onde a matou. Ele disse que esganou a menina e a jogou no local, negando que tenha a violentado. Porém, outras duas mulheres já denunciaram o mesmo homem por abuso. Exames foram solicitados. 

O corpo da menina foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Praia Grande. Um boletim de ocorrência de desaparecimento havia sido registrado no 2º Distrito Policial de Mongaguá, que passou a investigar o caso, que agora é relacionado à confissão por motivos de  vingança .

Leia Também:  Bolsonaro revoga ‘Conselhão’ criado por Lula e outros 55 colegiados

Leia também: Namorado de tatuador é achado morto uma semana após desaparecer no litoral de SP

Fonte: IG Nacional
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Nacional

Bebê morre engasgada após engolir bola de gude no interior de São Paulo

Publicado

bola de gude arrow-options
shutterstock

Bebê morreu engasgada após engolir bola de gude


Uma bebê de um ano morreu engasgada na tarde desta terça-feira (16) em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo. A causa foi uma bola de gude que a criança engoliu após brincar. Familiares não conseguiram retirar o objeto da boca da vítima.

Leia também: Vídeo que mostra PMs salvando bebê engasgado no interior de SP viraliza; assista

Chamados para acudir a bebê , bombeiros tentaram reanimar a vítima com massagens de primeiros socorros em casos de engasgamento, mas não conseguiram. A família morava no Residencial Laranjeiras, no bairro Solo Sagrado.

Médicos concluiram que a morte da bebê se deu por parada cardiorespiratória. Os pais não estavam próximos da filha no momento do acidente.


Fonte: IG Nacional
Leia Também:  Saiba o que está em vigor com novos decretos das armas editados por Bolsonaro
Continue lendo

Nacional

Crianças são flagradas portando revólver em estação de metrô de São Paulo

Publicado

Linha Vermelha - metrô arrow-options
Reprodução/Metrô SP

Meninos portavam revólver em estação de metrô de São Paulo


Um menino de 14 anos e outro de 8, irmãos, foram flagrados portando um revólver calibre 38 na estação Palmeiras-Barra Funda, em São Paulo, na última segunda-feira (15). Ambos foram encaminhados para a delegacia após agentes da CPTM o abordarem depois de desconfiança pela movimentação.

Leia também: Obras alteram circulação da CPTM em São Paulo neste sábado, confira

No relato dado na Delegacia de Polícia do Metropolitano (Delpom), as crianças informaram que o revólver era de seu pai e que os dois resolveram pegar após verem o mesmo agredir com coronhadas a mãe. Logo depois disso, ambos se dirigiram ao metrô , quando foram pegos.

Após o relato, os dois assinaram um termo de advertência e foram liberados. Por serem menores, não puderam ser presos.

Os dois esperavam o primeiro trem para retornarem para casa. A movimentação do  metrô ainda não funcionava

Fonte: IG Nacional
Leia Também:  Não há risco de novo rompimento de barragem na Bahia, diz Defesa Civil
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana