conecte-se conosco


Saúde

Mortes por sarampo chegam a 12 em São Paulo

Publicado

O número de mortes no estado de São Paulo em decorrência de complicações do sarampo chegou a 12 neste ano. As três últimas vítimas foram um menina de 10 meses, de Itapevi, que não estava vacinada; um homem de 53 anos, de Santo André, e um menino de 1 ano, de Francisco Morato, ambos com precondições de risco – portadores de doenças crônicas, como diabetes, hipertensão e imunodeprimidos, que podem ficar mais vulneráveis à infecção.

Os dados, divulgados nesta quarta-feira (9) pela Secretaria de Estado da Saúde, mostram ainda que, até o momento, há 6.177 casos da doença confirmados laboratorialmente e 1.472, por meio de avaliação médica. Segundo a secretaria, 57% do total de casos se concentram na capital.

Doses da vacina tríplice (que protege contra sarampo, rubéola e caxumba estão disponíveis desde segunda-feira (7) em todos os postos de vacinação do estado para crianças a partir de 6 meses e com menos de 5 anos, e poderão ser aplicadas até o dia 25 deste mês. O dia 19, um sábado, será o Dia D de combate à doença, com os postos de saúde abertos para vacinação.

A Secretaria da Saúde ressalva que a vacina é contraindicada para bebês com menos de 6 meses. A recomendação para quem tem crianças nessa faixa etária é evitar exposição a aglomerações e manter higienização e ventilação adequadas nos ambientes onde o bebê permanece.

Diante de qualquer sintoma da doença, como manchas vermelhas pelo corpo, febre, coriza, conjuntivite, e manchas brancas na mucosa bucal, os responsáveis pela criança deverão buscar um serviço de saúde. Apenas o profissional de saúde poderá avaliar e dar as recomendações necessárias.

Edição: Nádia Franco

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Saúde

Anvisa autoriza testes para outra vacina contra covid-19

Publicado


.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a empresa chinesa Sinovac Biotech a realizar testes para uma nova vacina contra o novo coronavírus. O teste da vacina deve ser feito em 9 mil pessoas, nos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná, além do Distrito Federal.

O estudo aprovado pela Anvisa se refere a um ensaio clínico fase III duplo-cego, controlado com placebo. Antes de dar a autorização, a agência analisou as fases anteriores de teste da vacina. Foram realizados estudos não-clínicos em animais, cujos resultados demonstraram que a vacina apresenta segurança aceitável. A vacina é feita a partir de cepas inativadas do novo coronavírus.

O termo “ensaio clínico” se refere aos estudos de um novo medicamento realizados em seres humanos. A fase clínica serve para validar a relação de eficácia e segurança do medicamento e também para validar novas indicações terapêuticas.

Este é o segundo teste de vacina contra covid-19 realizado no Brasil. O primeiro, desenvolvido pela universidade de Oxford, no Reino Unido, tem sido realizado em parceria com a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), com participação do grupo farmacêutico Astrazeneca. Essa vacina já se encontra em estágio mais avançado de testes e há possibilidade de ser distribuída à população ainda este ano.

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Fonte: EBC Saúde

Continue lendo

Saúde

Rio de Janeiro chega a 120 mil casos de covid-19

Publicado


.

O estado do Rio de Janeiro superou hoje (4) a marca dos 120 mil casos de covid-19. Segundo o boletim de Secretaria de Estado de Saúde (SES), foram confirmados até o momento 120.428 casos da doença e 10.624 óbitos decorrentes dela. A SES registra ainda 1.029 óbitos em investigação e 299 mortes que deram negativo para o novo coronavírus. Os pacientes recuperados somam 99.805.

Somente na capital são 60.033 casos – número acima do registrado em países como Iraque e Equador, segundo o painel mundial da universidade Johns Hopkins. Os óbitos registrados no município do Rio de Janeiro chegaram a 6.869, número acima das mortes por covid-19 em países como a Holanda, Chile, Suécia e China.

Todos os 92 municípios do estado têm casos de covid-19. Os maiores números estão na região metropolitana e Baixada Fluminense, com Niterói (6.377), São Gonçalo 5.662), Nova Iguaçu (3.463), Duque de Caxias (3.341) e Itaboraí (2.646). Os menores números estão no interior do estado, com Cantagalo e Quatis tendo 25 registros cada, Macuco (20), São Sebastião do Alto (12) e Rio das Flores (9).

Óbitos foram registrados em 81 municípios cariocas. Depois da capital, os maiores números de mortes por covid-19 estão em São Gonçalo (477), Duque de Caxias (454), Nova Iguaçu (351), São João de Meriti (241) e Niterói (231). Ainda não registraram óbitos, segundo a SES, os municípios de Cardoso Moreira, Comendador Levy Gasparian, Itatiaia, Laje do Muriaé, Miracema, Quatis, Santa Maria Madalena, São Fidélis, São José de Ubá, Trajano de Moraes e Varre-Sai.

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Fonte: EBC Saúde

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana