conecte-se conosco


Mulher

Modelo é hostilizada após aparecer com pelos na axila em campanha da Nike

Publicado

Cada vez mais, as mulheres estão deixando os padrões de beleza de lado. Exemplo disso são as que já abandonaram a depilação e passaram a exibir os pelos na axila e em outras partes do corpo por aí e nas redes sociais. Quem também está de olho nessa diversidade são algumas marcas – e a Nike é uma delas.

Leia também: Mulheres exibem pelos nas axilas em série de fotos e mostram quebra de padrões


modelo com pelos na axila
Reprodução/Instagram/nikewomen

Modelo exibe belos na axila em campanha e recebe críticas no Instagram

Na quarta-feira (24), a marca divulgou em seu perfil do Instagram uma imagem da modelo Annahstasia para divulgar um de seus tops. No entanto, o que chamou a atenção dos usuários da rede social não foi o produto em si, mas o fato da nigeriana aparecer com um dos braços levantados e deixar os pelos na axila à mostra.

Nos comentários, muitos usuários foram agressivos. Algumas mensagem alegam que a profissional é nojenta e não tem higiene. “Isso não é libertador e não significa ‘eu amo meu corpo’. Isso é besteira. É melhor raspar”, diz uma seguidora. “Ela precisa de um aparador de pelos ”, comenta outra.

Leia Também:  Meu filho faz xixi na cama, e agora? Saiba o que deve ser feito

Leia também: Manter os pelos na axila é ser anti-higiênica? Atrizes mostram que não

“Pare com isso. É Nojento. É horrível. Pare com essa história de feminismo para dizer que isso é OK. Isso não é certo. É errado. Eu sei que isso é natural, mas não é legal. Eu aposto que todas as pessoas que dizem ‘isso é incrível’ e ‘eu sou feminista’ não ousariam sair de casa com um pelo que não seja o do cabelo”, acredita mais uma.

Por outro lado, algumas pessoas demonstraram apoio. “Por que tanto ódio? Esta foto é linda em tantos níveis diferentes. Amo o top e a confiança da modelo ”, diz uma. “Obrigada, Nike, por mostrar a beleza natural”, ressalta outra. “É um corpo humano – e ter pelos não é um problema”, afirma mais uma.

Leia também: Encher as axilas de glitter vira tendência entre blogueiras no Instagram

Depois de toda a polêmica em torno dos pelos na axila , Annahstasia fez uma declaração por meio do Stories do seu Instagram. “Bem-vindos todos os haters. Vocês vão aprender a me amar e amar os outros em geral”, aponta.

Leia Também:  7 bilhetes de criançasque mostram que o mundo pode ser um lugar melhor

Fonte: IG Delas
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Mulher

Tendências de decoração vistas na ABCasa Fair

Publicado

source

A ABCasa – Associação Brasileira de Artigos para Casa, Decoração, Presentes, Utilidades Domésticas, Festas e Flores – reúne mais de 600 empresas de todo o país, incluindo fabricantes, importadoras e artesãos. Nos meses de fevereiro e julho, na cidade de São Paulo, a associação promove a Abcasa Fair, sétima maior feira de artigos para casa e decoração do mundo.

Leia também: Dicas sobre receber em casa – Entrevista com Claudia Pixu

objeto com estampa arrow-options
Isabela Azevedo

A ABCasa Fair apresenta as principais tendências de artigo para casa e decoração

Na feira, as principais empresas do segmento de utilidades domésticas e decoração apresentam seus lançamentos e apostas para conquistar o consumidor final, cada vez mais atento e ávido por novidades. Vale ressaltar, inclusive, que o setor de artigos para casa tem apresentado crescimento expressivo nos últimos anos.

A ABcasa, em parceira com o instituto IEMI – Inteligência de Mercado –, realizou uma pesquisa setorial, publicada em revista divulgada durante a feira, e concluiu que as vendas de artigos para casa e decoração no ano de 2018 cresceu 16,3% em relação ao ano de 2017. Em números absolutos, o setor movimentou R$ 62,9 bilhões contra R$ 54 bilhões em 2017.

Leia Também:  Mulher desabafa na web após namorado fazer uma confissão para ela: “Chateada”

Na última edição de 2019, realizada esse mês de agosto, no Expo Center Norte (São Paulo/SP), foi possível observar o lançamento de produtos intimamente ligados às tendências de decoração que estão em destaque no mercado.

Leia também: A importância de fazer refeições em torno da mesa no desenvolvimento de crianças

1. Palha

palha arrow-options
Isabela Azevedo

Palha é tendência na decoração

A utilização de elementos e texturas naturais está em alta, seja no segmento de decoração como na mesa posta. As empresas do segmento têm apostado na confecção de produtos, tais como almofadas, móveis, luminárias e acessórios para mesa, compostos por materiais rústicos como a palha , a juta e o vime. O uso de elementos crus, com uma pegada natural, garante aconchego ao ambiente e representa uma valorização do artesanato local.

Na ABCasa Fair encontrei várias empresas que apostaram nesta tendência e lançaram produtos lindos, daqueles que vão direto para a wishlist.

2. Granilite

objeto com inspiração no revestimento granilite arrow-options
Isabela Azevedo

O revestimento queridinho no segmento de decoração e utilidades

As peças com superfícies marmorizadas estão em alta na decoração, arquitetura e no segmento de mesa posta. É possível encontrar no mercado vários utilitários domésticos com linhas e ranhuras das pedras, o que chamamos de efeitos geológicos das pedras na decoração. 

Leia Também:  Eu estava desesperada, diz jovem que foi “sugar baby” para pagar sua faculdade

As peças normalmente são inspiradas em mármore, granilite, granito e ágata. 

Durante a visita a ABCasa Fair encontrei vários objetos inspirados no granilite , revestimento composto por uma base em cimento e pequenos grânulos de minerais diversos como granito e mármore que conferem a característica fragmentada que o representa.

Esse revestimento super durável pode ter ganhado releituras mais modernas, mas é um velho conhecido. No Brasil, na década de 40, era bastante utilizado nos pisos e halls de prédios, casas e estabelecimentos comerciais. No exterior, o revestimento é conhecido como terrazzo e escolhido para conferir um toque vintage aos projetos.

Leia também: Dicas para receber em casa: como fazer uma mesa para fondue

3. Neon

objeto colorido arrow-options
Isabela Azevedo

As cores fluorescentes invadiram o segmento de decoração

As cores neon não invadiram apenas o mundo da moda. No segmento de utilidades domésticas é possível encontrar desde luminárias, vasos, quadros e até louças com cores fluorescentes.

Na década de 80, a luz neon era a principal tendência de moda. Nos últimos anos ganhou releitura e tem se mostrado presente nas decorações de lares com um toque moderninho.

E você, qual das 3 tendências de decoração vistas na ABCasa Fair te representa? 

Fonte: IG Delas
Continue lendo

Mulher

Gorda de top, sim! Jovem costura fecho de sutiã em bandana para seguir tendência

Publicado

source

Uma das últimas tendências que ainda está bombando no mundo da moda é usar bandana  como top ou cropped . A ideia é amarrar o tecido em torno do busto e das costas, dando aquele nó para prendê-lo a corpo. A questão, porém, é que esses lenços no geral possuem um tamanho único e os corpos das mulheres não — afinal, há uma diversidade de biotipos por aí.

top de bandana arrow-options
Reprodução/Twitter/@unidunite_c

Eduarda viralizou no Twitter após mostrar tutorial do top inclusivo, feito com uma bandana e o fecho de um sutiã velho

Para tornar essa moda mais inclusiva, Eduarda Crespo, de 18 anos, resolveu inovar: ela colocou um fecho de sutiã velho na parte de trás da bandana  como um “expansor”. “Ok Twitter, eu fiz um negócio: Sabe aquela coisa que meninas magras fazem, de amarrar uma bandana no corpo e usar de blusa? Eu queria MUITO um daqueles, mas eu sou GORDA. Então eu cortei um sutiã velho e FIZ UMA PRA MIM”, escreveu no Twitter. 

Em entrevista ao Delas , a estudante de artes visuais, que mora em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, contou que a ideia surgiu quando estava limpando o guarda-roupa viu um sutiã velho entre as roupas. Como não conseguia amarrar o lenço no corpo, mas sempre sentiu a vontade de seguir essa tendência  , viu ali uma oportunidade. 

Leia Também:  6 dicas de decoração baratas para mudar os ambientes sem precisar gastar muito

“Sempre fui gorda  e sempre gostei de me vestir bem, mas como o mercado da moda não é muito inclusivo com o meu tipo de corpo, acabei aprendendo a dar um jeito pra conseguir usar as coisas que eu queria. A primeira tentativa ficou toda tortinha, mas funcionou”, disse.

Leia também: Blogueira plus size recria looks de celebridades para mostrar moda inclusiva

Como criar o seu próprio top usando uma bandana?

A postagem recebeu 25,1 mil curtidas na rede social e foi compartilhada mais de 2 mil vezes. Por causa desse sucesso, Eduarda  ainda completou a ideia com um tutorial em cinco passos que reproduzimos abaixo. Primeiro de tudo: o que você vai precisar de: 

  • Uma bandana, claro
  • Um sutiã velho
  • Linha e agulha
  • Uma tesoura

O primeiro passo é dobrar o tecido no meio, medir no seu corpo, cortar o fecho do sutiã (maior do que você acha que vai precisar) e medir mais uma vez. Depois, vai ajustando até ficar de um tamanho confortável e que dê para amarrar.

As próximas etapas é posicionar o fecho em um dos lados, prestando atenção nas medidas para conseguir prender e costurar. Faça o mesmo com o outro lado e pronto! 

Leia Também:  7 bilhetes de criançasque mostram que o mundo pode ser um lugar melhor

Para as meninas que têm seios maiores, a estudante recomenda colocar alças usando um cordão. A diferença, nesse caso, é que a ponta do lenço vai ficar presa no seu pescoço ao invés de solta na barriga. Por isso, é preciso passar um ponto no tecido para prender as pontas e, por último, passar o fio nessa costura. 


Leia também: Plus size: a importância de ter mulheres gordas em mercados padronizados

Por uma moda mais inclusiva

Para Eduarda, ser gorda não significa estar fora de moda e foi pensando nessa questão inclusiva que ela compartilhou o tutorial com o top de bandana

“A moda tem se tornado mais acessível e as linhas plus size vem aumentando bastante, mas ainda são peças muito caras. Pra mim, essa falta de um mercado barato de roupas para corpos gordos é mais um jeito de fazer a pessoa gorda sentir vergonha e repulsa do próprio corpo.”

“É muito difícil resistir a onda de moda magra, bater o pé e dizer ‘eu também tenho o direito de me vestir bem!’, principalmente quando a gente olha pra mídia e não se vê em lugar nenhum, mas é preciso manter em mente que ser gordo não é um problema, e que ninguém pode te dizer o que você pode ou não usar”, finaliza. 

Fonte: IG Delas
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana