conecte-se conosco


Política MT

Segundo Medeiros. coronel Rúbia usou até “Jesus Cristo” para forçar apoio de Bolsonaro; presidente tentou cancelar convenção”. (ouça)

Publicado

JORGE MACIEL

_“Jesus Cristo me falou num sonho que eu serei senadora”, teria dito, aos prantos, a coronel-MP, Rúbia Fernanda (Patriotas), num apelo para uns cômico, para outros de desesperado, a interlocutores, como o ex-deputado Victório Galli,  e ao próprio presidente Jair Bolsonaro, por telefone, ao insistir na candidatura ao Senado, antes da convenção que firmou seu nome à disputa.

A insistência de Rúbia pelo seu apoio tem deixado o presidente em uma grande “saia justa”, cuja pressão já o fez bradar que “militar quando recebe uma missão tem que cumprir”, ao ter avaliado as condições de cada candidato e o cenário político em Mato Grosso, e lembrando que ela é militar.

A missão encaminhada pelo presidente, segundo conta em áudio o também candidato a senador, o deputado federal do Podemos, José Medeiros,  foi para que cambos compusessem uma chapa a Senado, onde Rubia Fernando seria a primeira suplente. Em uma outra hipótese, diz o áudio, a coronel-PM poderia sair de vice na chapa de Roberto França ( Patriotas), concorrendo à sucessão de Emanuel Pinheiro (MDB), em Cuiabá.

França, segundo o áudio, concordou com a chapa e tudo estava encaminhado, mas a Rúbia “sumiu” depois que foi desencorajada a seguir com o seu projeto pessoal”, diz a gravação. Para Medeiros, a missão ordenada de Brasília não foi cumprida.

O deputado, ainda assim, diz que viu os números de algumas pesquisas  e que seguirá com a candidatura a senador, embora ciente de que a posição do presidente, no atual momento, em relação a apoios declarados, seja a de quase neutralidade. “Os vídeos que o presidente gravou há tempo de apoio a ela, mostra um Bolsonaro inseguro e visivelmente constrangido”, observa Medeiros.

ESCUTE O ÁUDIO

 

publicidade
2 Comentários

2 Comments

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

Emanuel vai pedir que Mauro Mendes transfira para Cuiabá a gestão sobre o Distrito Industrial e Ilha da Banana

Publicado

Pautas deverão ser apresentadas em reunião que deve acontecer esta semana no Palácio Paiaguás [Foto – Luiz Alves]

O prefeito reeleito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) revelou nesta segunda-feira (30) algumas das reivindicações que apresentará ao governador Mauro Mendes (DEM), na reunião que deverá ocorrer esta semana no Palácio Paiaguas. O encontrou foi anunciado ao emedebista pelo secretário-chefe da Casa Civil Mauro Carvalho no final da noite de domingo (29) durante telefonema em que o parabenizou pela vitória no segundo turno.

“Ele [Carvalho] me parabenizou e reconheceu a vitória. Ele ficou de avisar e marcar com o deputado Emanuelzinho para a gente fazer o primeiro encontro entre o poder Municipal e Estadual”, disse.

Emanuel acredita que a partir dessa reunião, poderá iniciar uma nova fase de entendimento e parcerias entre o Governo e a Capital. “Quero discutir parcerias. O governador foi prefeito, sabe as dificuldades do município. Não precisamos ser amigos, nem do mesmo partido, nem mesmo do grupo político, mas ocupamos os cargos mais importantes do estado e temos que conversar, dialogar. Por Cuiabá eu faço tudo. Quero discutir com o governador e o deputado Emanuelzinho ações, obras, projetos e investimentos e parcerias do Estado com a nossa Capital”.

A reunião pode significar uma trégua entre os dois líderes políticos que trocam farpas desde o ano passado. Emanuel também falou sobre algumas das reivindicações que apresentará ao governador, entre elas, o repasse da responsabilidade de alguns pontos da cidade que atualmente são de incumbência do estado, como Distrito Industrial e o Largo do Rosário, conhecido como “Ilha da Banana”, na região central da Capital

“Quero pedir para ele que transfira a responsabilidade de alguns locais para o município Solicitar uma parceria para o programa Minha Rua Asfaltada. Quero pedir para agilizar a transferência do Distritito Industrial para Cuiabá. Quero pedir a gestão do Largo do Rosário, a popular Ilha da Banana, pois o espaço está abandonado e é um espaço tão simbólico para a história cuiabana. Quero urbanizar aquela região muito cara à cuiabania porque tudo começou ali. É o triângulo histórico da nossa cidade: Ilha da Banana, Morro da Luz e Beco do Candeeiro”, afirmou.

 

Continue lendo

Política MT

Presidente da Fecomércio parabeniza Emanuel Pinheiro pela vitória nas eleições 2020

Publicado

Após a definição em 2º turno de quem irá administrar a capital mato-grossense pelos próximos quatro anos, o presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IPF-MT, José Wenceslau de Souza Júnior, parabenizou o candidato reeleito e atual prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) pela vitória nas urnas contra o vereador Abílio Brunini (Pode).

Wenceslau Júnior afirmou, em ofício enviado ao prefeito de Cuiabá, que a entidade representativa do comércio espera que as relações de parceria sejam mantidas para o bom desenvolvimento econômico da cidade, fazendo da capital um lugar melhor para se viver.

Além disso, o presidente da Fecomércio-MT desejou ao prefeito sabedoria nas decisões e serenidade para conduzir a gestão em dias difíceis. “Nos colocamos à disposição para contribuir na construção de uma cidade cada vez mais promissora, moderna e digna para os cidadãos cuiabanos. Que juntos, possamos trilhar um caminho de respeito e união que alcance resultados efetivos e duradouros para todos”, enfatizou o presidente.

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana