conecte-se conosco


Política MT

Ministro diz que MT tem prioridade em investimentos da União para obras de infraestrutura

Publicado

O ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas garantiu que conclusão das obras paradas será prioridade (F- Christiano Antonucci)

Mato Grosso está entre os estados do país que mais receberão investimentos do governo federal na área de infraestrutura, contemplando ampliação da malha ferroviária e melhorias em rodovias. A afirmação partiu do ministro de Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, que, ao lado do governador do Estado, Mauro Mendes, visitou o Terminal Ferroviário de Cargas, em Rondonópolis (a 217 km de Cuiabá).

A vistoria, ocorrida nesta sexta-feira (14), contou com a presença do secretário de Estado de Infraestrutura, Marcelo de Oliveira, além de parlamentares. “Mato Grosso é uma prioridade do presidente Jair Bolsonaro devido ao seu potencial. Temos investimentos direto no Estado e outros que beneficiarão de forma indireta”, garantiu o ministro.

A visita ao terminal ferroviário de Rondonópolis faz parte de uma extensa agenda do ministro em Mato Grosso, que incluiu também passagem pelas obras de duplicação da rodovia BR-364 e Travessia Urbana em Rondonópolis, e a participação nesta sexta-feira, no município Água Boa (a 740 km da capital), da audiência pública que vai discutir a construção da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste (Fico) e obras de Infraestrutura em rodovias federais e estaduais no Estado.

Leia Também:  Após audiência pública, presidente da Empaer atende pedido de deputado João Batista

Entre as ações para melhoria da infraestrutura e logística que vão garantir um avanço no processo de escoamento de grãos do Estado, o ministro afirmou que o governo federal trabalha para assinar, ainda este ano, o contrato para construção da Ferrovia Centro-Oeste, com previsão de início das obras já em 2020.

A Fico terá quase 400 quilômetros e deverá ligar Água Boa (MT) ao município de Campinorte, em Goiás.

Além da Fico, o ministro anunciou ainda para este ano a concessão da Ferrogrão, ferrovia que vai ligar a cidade de Sinop, no norte de Mato Grosso, a Miritituba, no Pará. A Ferrogrão e a Fico estão entre os mais importantes projetos ferroviários para o escoamento de commodities do Brasil.

Rodovias

Em relação a rodovias federais, o governo prometeu investimentos para pavimentação da BR-174, no Nortão de Mato Grosso, e o estudo de uma saída para concessão da BR-163. “A pavimentação da BR-163 no Pará também vai favorecer o escoamento de Mato Grosso. O planejamento da concessão da ferrovia de Sinop a Mirituba, também estamos pensando no Estado, além da construção das pontes na BR-158 em direção a Marabá (PA), não é diferente”, pontuou o ministro.

Leia Também:  Deputados promovem debate sobre o projeto ‘Cota Zero’ em Barão de Melgaço

Tarcísio de Freitas complementou ainda que até o fim de junho o governo federal vai enviar ao Tribunal de Contas da União a prorrogação das concessões da empresa Vale e isso vai beneficiar indiretamente Mato Grosso. “As outorgas geradas por essas prorrogações vão ser investidas aqui no Estado e em Goiás”, garantiu ele.

O governador Mauro Mendes se disse muito satisfeito com o olhar que o ministro da Infraestrutura tem para Mato Grosso e para o potencial de desenvolvimento da região. “O ministro tem grande conhecimento dos problemas de infraestrutura do nosso Estado e é um importante interlocutor nesse sentido. Ele tem mostrado muita compreensão do que Mato Grosso pode contribuir para o crescimento da nação brasileira”, ponderou o governador.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política MT

Irritado com vetos do Paiaguas, deputado rompe com Governo e dispara: “não sou mais pau mandado de Mauro Mendes”

Publicado

Deputado estadual, Silvio Fávero (PSL): “aqui nesta Casa, ou nós fazemos o que o governo quer ou ele corta tudo”

Após trégua de quase 10 meses, Legislativo dá sinais de que “lua de mel” com o Governo acabou

O deputado estadual Silvio Fávero (PSL), fez um duro discurso contra o governador Mauro Mendes (DEM), em plenário, durante sessão legislativa na noite desta terça-feira (17). O parlamentar do partido do presidente Jair Bolsonaro deixou a base de Mendes no Parlamento e afirmou que de agora em diante, “o governo terá uma pedra no sapato na Assembleia Legislativa”.

“Aqui nesta Casa, ou nós fazemos o que o governo quer ou ele corta tudo. Quero deixar registrado que a partir de hoje faço parte do bloco independente, não voto nada que for contra os interesses da população, não voto mais com o governo. O que for a favor do estado, pode contar comigo, o que for contra, pode ter certeza, o senhor terá uma pedra no sapato a partir de hoje na Assembleia”, declarou o parlamentar.

Leia Também:  Juíza quer ouvir Silval para decidir sobre bloqueio de R$ 7 milhões que teriam sido pagos por concessão de rodovia

Silvio Fávero fez questão de pedir, ainda, para que o líder de governo no Parlamento, o deputado Dilmar Dal´Bosco, leve sua posição ao governador e ao chefe da Casa Civil, secretário Mauro Carvalho. “A partir de hoje, que fica aqui registrado, gostaria que o líder levasse para ele, que meu voto a partir de agora será independente”, disse.

Conforme o parlamentar, “isso aqui, para mim, está parecendo um teatro. Ninguém agüenta mais. Meus votos eu devo à população. Tive voto em 32 municípios. Daqui pra frente, fica registrado nos anais da Casa, vou votar conforme minhas convicções. Ninguém aqui é mais pau mandado não. Teve renovação de 60% nesta Casa de Leis. Não adianta fazer projetos nesta casa de leis. Eles cortam tudo. Agora, que contrate advogados, porque a coisa vai ser diferente a partir de hoje. Respeito vossa excelência, mas o senhor tem que respeitar essa casa de leis”, completou.

Continue lendo

Política MT

Deputada é homenageada pela relevante atuação na luta e inclusão das pessoas com deficiências

Publicado

Foto: Marcos Lopes

A vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputara estadual Janaina Riva (MDB), recebeu na manhã dessa terça-feira (17) o prêmio Maria Auxiliadora – Dodora, criado pelo Conselho Estadual de Defesa do Direito da Pessoa com Deficiência (Conede), com o objetivo de homenagear pessoas de relevância na luta e inclusão das pessoas com deficiência. A solenidade aconteceu no Palácio Paiaguás, durante a abertura da V Semana Estadual das Pessoas com Deficiência.

“Pra mim é uma honra e um reconhecimento essa homenagem. Tenho leis que tratam do tema como a do passe livre no transporte intermunicipal para pessoas com deficiência e a que garante um tratamento diferenciado para essas pessoas nos programas habitacionais de Mato Grosso. O fato é que só fazer leis não é o suficiente, elas precisam ser regulamentadas e vigorar. Acredito que nessa semana em que a temática da acessibilidade vem à tona, devemos ser bastante cobrados”, disse a parlamentar durante a abertura do evento.

Janaina lembra que passou a gestão do ex-governador Pedro Taques inteira batalhando, sem sucesso, pela regulamentação da Lei 10431/2106 – que prevê passe livre no transporte intermunicipal para as pessoas com deficiência.

Leia Também:  Sessões solenes e instalação de frente parlamentar marcam semana na ALMT

“Finalmente quando consegui que governador Mauro Mendes regulamentasse a minha lei do passe livre este ano, a Federação das Empresas de Transporte Rodoviário de Passageiros do Estado ingressou com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade e conseguiu liminarmente a suspenção dela até o julgamento do mérito. Um retrocesso. Uma pessoa com deficiência raramente anda sozinha, tendo que se preocupar com 2 passagens e o passe livre já ajudaria muito nesse quesito. Sempre digo que existem boas leis, só precisamos que elas realmente funcionem”, finalizou.

Fonte: ALMT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana