conecte-se conosco


Nacional

Ministro da Educação chega à Câmara para dar explicações sobre cortes; acompanhe

Publicado


Abraham Weintraub
Geraldo Magela/Agência Senado – 7.5.19

Ministro da Educação, Abraham Weintraub disse que “contingenciamento” de verba do MEC é diferente de cortes

A Câmara dos Deputados deu início, às 15h desta quarta-feira (15), à sessão para sabatinar o ministro da Educação, Abraham Weintraub. O chefe do MEC foi convocado na noite de ontem para prestar esclarecimentos no plenário da Casa a respeito do corte de 30% nas verbas de custeio para as universidades e institutos federais – medida que motivou protestos que ocorrem ao longo de todo o dia em diversas cidades do País.

Os líderes se reuniram para definir os procedimentos da comissão geral que vai ouvir o ministro da Educação, Abraham Weintraub, no Plenário da Câmara. A reunião, marcada para começar às 15 horas, vai durar até no máximo 21 horas.

“A gente quer ouvir o ministro, quer que ele dê os esclarecimentos necessários, mas não pode virar uma chicana. O dia só tem 24 horas e, se deixar todo mundo falar e usar o regimento, trava tudo. Por isso decidimos que, impreterivelmente, a sessão acaba às 21 horas”, disse a líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP).

Leia Também:  Brexit vira verbo e é usado em piadas nas redes sociais

Weintraub foi convocado ontem a partir de uma união da oposição com partidos de centro não alinhados com o governo Bolsonaro. Apenas o PSL e o Novo foram contrários à convocação.

A comissão geral com o ministro coincide com protestos convocados para todo o País contrários à diminuição de recursos para universidades públicas e institutos federais.

Acompanhe ao vivo:


Fonte: IG Nacional
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Nacional

Foragido que ateou fogo e matou companheira em SP é preso após 10 meses em Goiás

Publicado

Alex está sendo acusado de feminicídio. Além de atear fogo, ele deixou a vítima queimando trancada dentro do quarto arrow-options
Reprodução

Sheron Chaves Monteiro foi morta pelo ex-companheiro Alex Alexandre Ferreira


Alex Alexandre foi preso na sexta-feira (19) dez meses após atear fogo e matar a companheira Sheron Chaves Monteiro, que tinha 34 anos. Ele está sendo acusado pelo crime de feminicídio

O crime ocorreu no dia 8 de outubro do ano passado na cidade de São Paulo. O acusado fugiu para Goiás , onde foi capturado por uma equipe da Polícia Civil goiana. 

Leia também: Brasil tem onda de feminicídios no início do ano, com mais de 100 casos em 1 mês

 Na ocasião do crime, Alex jogou álcool e ateou fogo contra a vítima, deixando-a trancada em seu quarto . Em seguida, ele fugiu.

A vítima conseguiu apagar o fogo com o próprio corpo, mas permaneceu pelo menos 17 horas sem atendimento. Uma vizinha percebeu que algo estava estranho e conseguiu chamar socorro, mas Sheron morreu quatro dias depois, por causa das complicações por ter tido 70% do corpo queimado. 

Leia Também:  Da Vinci ostentação! Bilionários embarcam na moda de expor obras raras em iates

Leia também: Lei do feminicídio completa 4 anos, mas ainda enfrenta resistência no Brasil

Fonte: IG Nacional
Continue lendo

Nacional

Durante perseguição, viatura capota e policial fica ferido

Publicado

Policiais seguiam motociclista suspeito quando ocorreu o acidente arrow-options
Rafael Silvestrini/ Divulgação

Um policial se feriu e a viatura ficou destruída após acidente.


Uma viatura ficou destruída e um policial militar ferido depois de um capotamento em uma estrada de terra em Peabiru, no Paraná . O acidente ocorreu na manhã de domingo (20) quando os policiais perseguiam uma motocicleta suspeita. 

Segundo a Polícia Militar , o condutor da viatura perdeu o controle ao tentar alcançar o motociclista. 

Leia também: Acidente envolvendo uma viatura da Polícia Militar complica o trânsito em SP

Após o acidente, o policial foi levado com escoriações para o Pronto Socorro de Campo Mourão, uma cidade próxima ao local onde ocorreu o acidente. 


Fonte: IG Nacional
Leia Também:  Mulher mata marido a tiros após descobrir acesso em canal adulto: “uma afronta”
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana