conecte-se conosco


Política Nacional

Ministro da Defesa rebate suposta ameaça à Câmara e fala do voto impresso

Publicado


source
 O General Walter Braga Netto, ministro da Defesa, e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao fundo
Reprodução/Wikimedia Commons

O General Walter Braga Netto, ministro da Defesa, e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao fundo

Após o jornal O Estado de S. Paulo divulgar na manhã desta quinta-feira, 22, que o ministro da Defesa, general Walter Braga Netto, teria ameaçado o presidente da Câmara de Deputados e líder do Centrão na casa, Arthur Lira (PP-AL), sobre a realização das eleições de 2022 , a pasta se pronunciou oficialmente sobre o caso. O documento, assinado por Braga Netto, nega que ele teria ameaçado Lira e defende o debate pelo voto impresso.

“Em relação a matéria publicada em veículo de imprensa, no dia de hoje, que atribui a mim mensagens, tentando criar uma narrativa sobre ameaças feitas por interlocutores a Presidente de outro Poder, o ministro da Defesa informa que não se comunica com os presidentes dos Poderes por meio de interlocutores”, diz a nota. “O ministro da Defesa reitera que as Forças Armadas atuam e sempre atuarão dentro dos limites previstos na Constituição”.

Em sua reportagem, o Estadão informou que, em contato com interlocutores do legislativo e do judiciário que não quiseram se identificar, por causa da gravidade do tema, Braga Netto teria dito a Lira que, se o voto impresso não fosse aprovado na Câmara não haveria eleições presidenciais em 2022. Segundo o jornal, o general teria tido o apoio de líderes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica.

Mesmo após a nota do Ministério da Defesa, o Estadão mantém a versão de que o general teria advertido o presidente da Câmara sobre o assunto e que Lira, por sua vez, teria entendido a mensagem como um aviso de golpe. O presidente da Câmara teria chegado, inclusive, a conversar com Bolsonaro sobre a assunto, quando teria dito que defenderia o governo dele até o fim, mas que não iria tolerar um golpe.

Lira negou que o caso tenha ocorrido, chegando a chamar a notícia de “invenção” . O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro Luís Roberto Barroso, também falou sobre o caso, negando a ameaça.

O voto impresso é, atualmente, a principal bandeira do Governo Bolsonaro na Câmara de Deputados e vem enfrentando chances de ser barrada na comissão especial na qual tramita, antes mesmo de ir para votação no plenário da casa.

Sobre assunto, a nota do ministério da Defesa diz acreditar que “todo cidadão deseja a maior transparência e legitimiade no processo de escolha de seus representantes no Executivo e no Legislativo em todas as instâncias. A discussão sobre o voto eletrônico auditável por meio de comprovante impresso é legítima”, defendeu Braga Netto.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política Nacional

Bolsonaro pode indicar Ciro Nogueira para outro ministério, afirma jornalista

Publicado


source
Ciro Nogueira
Agência Brasil

Ciro Nogueira

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pode estar reavaliando sua indicação do senador Ciro Nogueira (PP-PI), líder do Centrão no Congresso, para o comando da Casa Civil . A informação é do colunista Igor Gadelha, do portal Metrópoles. Segundo o jornalista, nos próximos dias, o mandatário poderia mudar a nomeação e indicar o senador para outro ministério.

Segundo o colunista, o presidente teme perder a articulação de Nogueira junto ao Centrão devido ao trabalho mais intenso da Casa Civil, na coordenação dos ministérios, em comparação com outras pastas. Interlocutores de Bolsonaro já podem estar comentando que, na Secretaria-Geral, por exemplo, o senador continuaria ligado ao Palácio do Planalto, mas teria mais tempo para articulações políticas.

Um outro motivo também pode ser o tempo que Ciro Nogueira, que é o presidente nacional do Progressistas, teria para preparar uma possível candidatura ao governo do Piauí em 2022.

“O principal motivo é não drenar totalmente as energias do Ciro com atividades internas do governo e dar mais liberdade para ele articular e preparar o terreno para candidatura dele”, teria dito um auxiliar presidencial ao colunista do portal Metrópoles. Bolsonaro pode se reunir com Ciro Nogueira nos próximos dias para discutir a alteração.

– Com informações do colunista Igor Gadelha, do portal Metrópoles.

Continue lendo

Política Nacional

Projeto destina bitcoin apreendido pela União para combate ao câncer

Publicado


Gustavo Sales/Câmara dos Deputados
Deputado Weliton Prado usa máscara branca e está sentado com um papel nas mãos olhando para a frente
Prado: “As apreensões têm sido rotineiras”

O Projeto de Lei 2164/21 determina que criptoativos apreendidos, confiscados ou sequestrados pela União, ou perdidos em favor dela, sejam usados em ações de combate ao câncer. O texto está em análise na Câmara dos Deputados.

Conforme o texto, transferida a propriedade desses criptoativos para a União, o total convertido em moeda nacional será destinado ao Ministério da Saúde. O dinheiro deverá suprir atividades de prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).

A definição de criptoativo, pelo texto, será a da Receita Federal. Hoje, a Resolução 1.888/19 define esses ativos como a representação de valor transacionado eletronicamente, que não constitui moeda de curso legal, mas acaba usado na forma de investimento ou para transferência de valores e acesso a serviços.

“Os criptoativos têm como representante mais notório a bitcoin”, disse o autor da proposta, deputado Weliton Prado (Pros-MG). Devido ao anonimato e pela fácil transposição de fronteiras, continuou Prado, são usados por criminosos na transferência e lavagem de dinheiro. “As apreensões têm sido rotineiras”, disse.

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Reportagem – Ralph Machado
Edição – Natalia Doederlein

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana