conecte-se conosco


Nacional

Ministro compartilha vídeo e fotos ironizando confusão em protesto estudantil

Publicado

Ministro tem histórico de ser arrow-options
Reprodução/Youtube

Ministro tem histórico de ser “engraçado” nas redes sociais

Após fazer brincadeira com “chuva de fake news” , o ministro da Educação, Abraham Weintraub , usou o twitter mais uma vez para ironizar assuntos do dia a dia. Compartilhando um vídeo de uma confusão entre manifestantes de movimentos estudantis e guardas, ele se limitou a declarar que não tinha comentários. 

Leia também: Bolsonaro reclama e MEC veta vestibular para transexuais em universidade federal 

Nas imagens compartilhadas pelo ministro , é possível ver o presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), Iago Montalvão , puxando um coro de protesto e guardas impedindo manifestantes de entrar em um prédio quando a confusão começa. Poucos minutos depois, Weintraub publicou algumas fotos de Iago no evento Future-se perguntando “onde está Wally”.


A declaração dada pelo ministro ocorreu poucas horas após o filho de Jair Bolsonaro , Carlos Bolsonaro,  fazer publicação afirmando que os militantes políticos na educação “sempre comeram migalhas” e elogiando o Future-se, projeto para parceria entre universidades e a iniciativa privada apresentado por Weintraub no começo da semana.

Leia Também:  Incêndio da Catedral de Notre-Dame espalhou chumbo, alertam autoridades

Fonte: IG Nacional
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Nacional

Parte do Minhocão será interditado a partir deste sábado

Publicado

source
Minhocão arrow-options
Rovena Rosa/Agência Brasil

Minhocão terá instalação de gradis de segurança

O elevado João Goulart, popularmente conhecido como Minhocão, será parcialmente interditado a partir deste sábado (7). A interdição vai durar seis meses e será para instalar gradis metálicos na via.

O objetivo da Prefeituira de São Paulo é melhorar a segurança dos pedestres que passam pela via.

Inicialmente, a interdição será feita na pista da direita do sentido centro-bairro, em trechos de 200m de extensão, a partir do Largo Padre Péricles e se deslocando sentido Rua da Consolação, na medida em que os serviços forem concluídos em cada segmento. Depois de finalizada essa etapa, as obras serão executadas na pista sentido bairro-centro.

A CET vai monitorar a interdição e orientar o tráfego na região.

Fonte: IG Nacional
Leia Também:  Sequestrador de ônibus na Ponte pesquisou ataque em Suzano antes do crime
Continue lendo

Nacional

Defesa diz que PM evitou “tragédia maior” em ação em Paraisópolis

Publicado

source
Protesto da população em Paraisópolis arrow-options
Bruno Rocha/Fotoarena/Agência O Globo

População fez protestos em Paraisópolis pela morte de nove pessoas no Baile da 17

A defesa dos agentes envolvidos na ação policial de Paraisópolis , na Zona Sul de São Paulo, que resultou na morte de nova pessoas por pisoteamento no domingo (1º) afirmou nesta sexta-feira (6) que a PM evitou uma “tragédia maior” ao conduzir uma multidão para vielas da comunidade onde ocorria o Baile da 17 . A nota, assinada pelo advogado Fernando Capano, ainda isenta os PMs.

“Em verdade, a meu ver, a conduta dos policiais — cujas imagens que estão sendo veiculadas, em sua grande maioria, não dizem respeito ao dia do episódio —, serviu em grande medida para acautelar a ocorrência e evitar tragédia maior”, diz trecho do documento.

Capano reforça a versão da polícia e atribiu as mortes e os feridos a criminosos que, de moto, teriam atirado contra os PMs. Ele também cita aos organizadores do evento e ao poder público, que permitiram aglomeração de pessoas em um local inadequado para eventos.

Leia Também:  “Cristãos em perigo”, diz Feliciano sobre criminalização da homofobia

Leia também: Doria diz que ficou ‘chocado’ com as agressões da PM em Paraisópolis

“Neste contexto, há de se perquirir também acerca da responsabilidade dos organizadores desse tipo de evento que, reunindo grande multidão e sem cumprir minimamente as regras e posturas municipais de ocupação do espaço público, expõe seus frequentadores a grande risco”, escreveu o advogado.

Ao todo, 38 policiais militares estão sendo investigados pela Corregedoria e Polícia Civil de São Paulo pela participação nessas nove mortes e 12 feridos.

Fonte: IG Nacional
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana