conecte-se conosco


Nacional

Ministério da Saúde tem publicação no Twitter marcada como enganosa

Publicado


source
post
Reprodução

Post do ministério

Twitter  marcou como enganosa e potencialmente prejudicial uma publicação do Ministério da Saúde sobre o chamado “tratamento precoce” como estratégia de combate à Covid-19.

A publicação, que já foi deletada, estimulava as pessoas a procurarem uma unidade de Saúde ao apresentarem sintomas e, então, solicitarem o tratamento precoce, que, segundo cientistas, não existe para a Covid-19. 

O Twitter já havia colocado o mesmo aviso em uma publicação do presidente Jair Bolsonaro  e da  deputada bolsonarista Carla Zambelli, ambas sobre o mesmo tema: o “tratamento precoce” contra a doença.

O governo federal e seus apoiadores começaram uma nova ofensiva em defesa dessas medicações sem eficácia comprovada no momento em que Manaus atravessa colapso de seu sistema de saúde, com falta de leitos e de oxigênio.

O que é o tratamento precoce?

O tratamento precoce é composto da utilização de medicamentos como cloroquina e ivermectina,  que não têm eficácia comprovada contra a Covid-19, mas que são constantemente lembrados pelo governo federal como método de prevenção e cura para a doença.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nacional

Bolsonaro, sobre aquisição de vacinas: “Só se for [comprar] na casa da tua mãe”

Publicado


source
Bolsonaro, sobre compra de vacinas:
Reprodução: iG Minas Gerais

Bolsonaro, sobre compra de vacinas: “Só se for [adquirir] na casa da tua mãe”

O presidente  Jair Bolsonaro (sem partido) passou pela cidade de Uberlândia-MG e foi recebido por apoiadores e autoridades mineiras. Enquanto conversava com sua base de eleitores , o presidente aproveitou para atacar aqueles que pedem para que o governo federal adquira mais vacinas. Segundo ele, são ” idiotas das redes sociais” e que comprará “só na casa da tua mãe “. Assita o trecho em 09:05:


O presidente também afirmou que hoje ” não tem mais pra vender [vacinas] no mundo”. No ano passado, Bolsonaro havia dito que não iria atrás dos imunizantes .


Depois da fala, o presidente seguiu para uma agenda em Goiás , onde participou da inauguração de um trecho da ferrovia Norte-Sul.

Continue lendo

Nacional

Homens que vendiam remédio abortivo no Rio são presos em flagrante

Publicado


source
Homens que vendiam remédio abortivo no Rio são presos em flagrante
Reprodução

Homens que vendiam remédio abortivo no Rio são presos em flagrante

Policiais da 5ª DP (Mem de Sá) prenderam em flagrante, no fim da tarde dessa quarta-feira, três homens que vendiam Cytotec, um medicamento para úlcera, também usado como abortivo, no camelódromo da rua Ururguaiana, no Centro do Rio. Rodrigo Castro Lima, Rodrigo Firmo Dias e Alan Cavalcante Coutinho foram autuados em flagrante pelo crime de “Vender, expor à venda, ter em depósito para distribuir ou entregar a consumo” produto medicinal ou terapêutico sem registro no órgão de vigilância sanitária (art. 273, § 1º-B, I, do Códifo Penal). O Cytotec tem venda proibida no Brasil, de acordo com a polícia.

Segundo informações da Polícia Civil, após tomarem conhecimento da venda do medicamento no camelódromo, agentes da 5ª DP foram até o local. Lá, abordaram Rodrigo Castro, e questionaram se ele possuía Cytotec para vender. O homem afirmou que sim e cobrou R$ 600 pelo medicamento. Castro foi até um box onde estavam Rodrigo Firmo e Alan Cavalcante. Eles eram observados por um agente da Polícia Civil, que viu o momento em que Alan entregou a cartela de remédio para Castro. Em seguida, o homem entregou o medicmento para o policial.

Segundo informações da Polícia Civil, o Cytotec tem venda proibida no Brasil e sua comercialização é ilegal. No site da Anvisa, consta que o registro do medicamento está vencido.

De acordo com informações do delegado titular da 5ª DP, Bruno Gilaberte, na delegacia, Rodrigo Firmo e Alan Cavalcante negaram envolvimento na venda do medicamento. No entanto, eles não esclareceram o que entregaram a Rodrigo Castro quando o rapaz foi ao box onde eles estavam. Já Castro optou por ficar em silêncio e não prestou depoimento.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana