conecte-se conosco


Internacional

Mike Pompeo encontrará venezuelanos em Boa Vista na sexta-feira

Publicado


.

O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, visitará Boa Vista na sexta-feira (18) para se reunir com imigrantes venezuelanos em Roraima, disseram autoridades do Brasil e dos Estados Unidos nesta terça-feira (15), no momento em que o governo dos Estados Unidos da América (EUA) aumenta a pressão para derrubar o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro.

A viagem de 17 a 20 de setembro também levará Pompeo a outros vizinhos da Venezuela, como Colômbia, Suriname e Guiana, para encontrar os líderes destes países, informou o Departamento de Estado norte-americano.

As visitas ocorrem em um momento em que os esforços internacionais para promover uma mudança democrática na Venezuela parecem ter estagnado e Maduro sustentou seu controle no poder, apesar da turbulência política e econômica na Venezuela que levou 5 milhões de venezuelanos a fugir do país.

A viagem vai “destacar o compromisso dos Estados Unidos em defender a democracia”, disse o Departamento de Estado. Em Boa Vista, Pompeo visitará “imigrantes venezuelanos que fugiram do desastre causado pelo homem na Venezuela”, acrescentou o departamento em um comunicado.

Boa Vista

Pompeo fará uma parada de 3 horas e 20 minutos na capital de Roraima na tarde de sexta-feira para visitar um centro de triagem para receber imigrantes venezuelanos e se reunir com o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, segundo informou o Itamaraty.

A fronteira brasileira com a Venezuela está fechada desde 18 de março devido à pandemia de coronavírus, e o fluxo de imigrantes que chega ao Brasil caiu de uma média de 600 por dia para poucos venezuelanos que fazem trilhas para entrar no país.

As sanções dos EUA contra a indústria petrolífera da Venezuela reduziram as exportações de petróleo venezuelanas ao nível mais baixo em décadas, mas não conseguiram afrouxar o controle de Maduro no poder – algo que frustrou o presidente dos EUA, Donald Trump.

Com a aproximação das eleições presidenciais de novembro nos EUA, o governo Trump se prepara para endurecer sua posição, especialmente com mais sanções contra as indústrias de petróleo e ouro da Venezuela.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Internacional

Bebê nasce em voo e ganha passagens grátis durante toda a vida

Publicado


source
bebê nasce em voo
Reprodução

Criança nasceu em um voo que ia do Cairo, no Egito, para Londres

Uma criança nasceu em um voo da EgyptAir, que saiu do Cairo com destino a Londres, e agora conta com passagens grátis para todos os destinos disponíveis pela companhia aérea egípcia pelo resto da vida.

O percurso de um ponto a outro dura cinco horas, no entanto, o piloto precisou realizar um pouso de emergência em Berlim para que o parto de Hiyam Nasr Naji Daaban, mãe da criança que é do Iêmen, pudesse realizar o parto no hospital.

Apesar da estratégia, o bebê nasceu antes do pouso, dentro do avião. Um médico estava a bordo e realizou o parto sem complicações.

Em 2009 um caso similar aconteceu com uma passageira da AirAsia, de 31 anos. Ela entrou em trabalho de parto prematuro enquanto voava de Penang para Kuching, na ilha de Bornéu. 

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Internacional

Fed explicará ao Congresso dos EUA ações contra a pandemia

Publicado


.

O presidente do Federal Reserve (Fed – Banco Central dos Estados Unidos), Jerome Powell, fará nesta terça-feira (22) a primeira de três aparições no Capitólio esta semana para responder perguntas e preocupações dos parlamentares sobre as medidas de emergência que a instituição adotou para conter o impacto na economia da pandemia de covid-19.

Powel, que estará acompanhado do secretário do Tesouro, Steven Mnuchin,  deve ouvir um sermão dos parlamentares preocupados com a implementação limitada até agora de alguns dos programas desenhados para ajudar pequenas empresas e com outras ações do Fed que provocaram um rali no mercado acionário que exacerbou a desigualdade econômica.

A audiência desta terça-feira, seis semanas antes da eleição presidencial, será diante do Comitê de Serviços Financeiros da Câmara, presidido pela democrata Maxine Waters, da Califórnia.

“Continuamos comprometidos em usar nossas ferramentas para fazermos o que pudermos, por quanto tempo for necessário, para garantir que a recuperação será a mais forte possível, e para limitar os danos duradouros para a economia”, dirá Powell, de acordo com o texto de suas declarações divulgado ontem.

A pandemia golpeou a mais longa expansão econômica dos EUA no primeiro trimestre, quando o fechamento de empresas e o isolamento social provocaram a maior queda da atividade desde a Segunda Guerra Mundial.

O Fed respondeu cortando a taxa de juros para perto de zero, ampliando as compras de títulos e lançando uma dezena de instrumentos de crédito emergenciais, vários com o apoio do Tesouro. A economia apresentou “melhora visível” desde o ápice da crise, disse Powell.

 

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana