conecte-se conosco


Nacional

MG: Prefeitura usa fotos de corpos e caixões em cartazes para “chocar população”

Publicado


source
Cartaz
Reprodução/Prefeitura de Lagoa Santa

Cartazes com imagens chocantes sobre o poder destrutivo da Covid-19 foram espalhados pela cidade

Uma das primeiras cidades no  estado de Minas Gerais a adotar o uso obrigatório de máscaras para evitar a disseminação dos casos de Covid-19 , Lagoa Santa passou a contar, desde o último dia 5, com mais uma arma para conscientizar a população sobre os riscos da doença: uma campanha, idealizada pela prefeitura do município, para “chocar” e “despertar estranhamento”.

“A medida tem por objetivo despertar o estranhamento em quem visualiza as placas, chocar principalmente aquelas pessoas que ainda não entenderam e que ainda insistem em não seguir as medidas sanitárias para evitar a disseminação do coronavírus”, disse a Prefeitura de Lagoa Santa, em comunicado.

Em um viés mais forte e duro para combater a expansão da doença , cartazes com fotos de corpos e caixões foram espalhados por diversos pontos da cidade. As imagens são acompanhadas de frases como “use máscara, a Covid mata”, “não seja porta-voz da morte” e “você pode ser a próxima vítima”.

A prefeitura de Lagoa Santa , que também foi pioneira na proibição de festas e aglomerações, além de exigir o uso de tapetes sanitizantes no comércio, conforme informações do G1, revela que a intenção da forte campanha é mobilizar a população e mostrar que cada um é responsável pela situação da doença no município.

Ainda de acordo com a publicação, o último boletim epidemiológico de Lagoa Santa informou um total de 376 casos confirmados e cinco mortes causadas pela Covid-19 . No estado, já são 160.485 infecções confirmadas e 3.783 óbitos.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nacional

Segurança de metrô ressuscita papagaio eletrocutado com massagem; assista

Publicado


source
Papagaio
reprodução / Twitter

O segurança Everton Rios salvou o “loro” após o animal receber uma descarga elétrica na estação do Metrô

Um agente de segurança do  Metrô de São Paulo usou o treinamento de massagem cardíaca para ressuscitar um papagaio que recebeu uma descarga elétrica. O animal estava rodeado por um bando e todos descansavam juntos em um fio na área externa da estação Oratório.

Os agentes foram acionados após um dos animais não conseguir mais se levantar. O momento da massagem cardíaca foi registrado e compartilhado pela conta oficial no Twitter do Metrô. Após quase um minuto de massagem, o animal da espécie Maracanã voltou a dar sinal de vida.

“Everton, treinado em primeiros socorros como todos os funcionários da operação do Metrô, decidiu então fazer massagem cardíaca na pequena ave. Funcionou! Para a alegria de todos o ” Loro ” foi reanimado e passa bem”, diz o texto compartilhado na rede social.

O papagaio vai ficar sob os cuidados do Centro de Manejo e Conservação de Animais Silvestres (CeMaCAs), responsável pela reintegração de pássaros silvestres à natureza. O órgão é integrado à Prefeitura de São Paulo.

Assista: 


Continue lendo

Nacional

Membros de quadrilha de roubo de estátuas são presos no Rio

Publicado


source
estátua
Polícia Civil do RJ/Divulgação

Suspeitos usavam kombi para levar estátuas

Policiais da 6ª DP (Cidade Nova) prenderam em flagrante, nesta quinta-feira (24), dois integrantes de uma quadrilha especializada em roubar estátuas de praças do Rio, principalmente de bronze . Os criminosos foram capturados quando estavam tentando furtar um monumento na Praça Onze, no Centro do Rio, durante a madrugada.

De acordo com a Polícia Civil, quando os agentes chegaram ao local viram quatro assaltantes tentando furtar uma estátua . Houve troca de tiros e dois deles conseguiram fugir em direção ao Morro da Providência, que fica na região.

O bando estava com uma Kombi, que usam para transportar o material roubado. Os dois presos estavam com uma grande quantidade de monumentos que haviam sido furtados; são eles: um canhão usado na Guerra do Paraguai, que é Patrimônio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan); uma cabeça de Rosária Trotta, mãe de Frederico Trotta, militar e político brasileiro; uma estátua de uma criança em homenagem a Álvaro Dias, professor da Igreja Presbiteriana e uma placa de bronze

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana