conecte-se conosco


Turismo

Meu perrengue de viagem: Perdi meu RG e fiquei preso no destino sem meus amigos

Publicado


source

Perder um documento durante uma viagem pode causar diversos problemas para o viajante e o estudante universitário Gustavo Motax sentiu isso na pele. Ele foi viajar com um grupo de amigos de carro, mas o automóvel quebrou e a única opção era voltar de ônibus. O problema é que ele não conseguia embarcar porque não encontrava seu RG. Gustavo conta que foi deixado no destino pelos amigos, que precisavam voltar para trabalhar, e precisou resolver o problema sozinho.

Gustavo com os amigos
Arquivo pessoal

Gustavo com os amigos


A história de Gustavo faz parte da série especial do iG Turismo “Me Perregue de Viagem”, que já contou a história de Camila, que  planejou uma viagem para o Caribe e acabou hospedada em uma oca com os índios, e de Thaís, que acabou  casando com um “cafetão” holandês que conheceu durante uma viagem para a Europa. Agora, confira os perrengues do estudante que perdeu seu documento:

“Um belo dia fui viajar de São Paulo para São José do Rio Preto de carro com meus amigos. No caminho, o carro quebrou e passamos algumas horas torrando no sol, sem água e nem comida, até que conseguimos chegar na tal chácara. Ficaríamos três dias por lá, mas no segundo dia o carro quebrou de vez. Chegou o dia de virmos embora, tivemos que acionar o seguro, ou seja, teríamos que voltar de ônibus para casa, mas cadê meu RG?

Lascou tudo mesmo! Fiz um Boletim de Ocorrência, porém não era permitido embarcar só com a versão digital do BO. Meus amigos tinham que ir embora, pois iriam trabalhar no dia seguinte e eu tive que ficar lá sozinho para resolver isso.

Anoiteceu e, depois de muita, mais muita insistência, consegui embarcar em um ônibus. Estava vestindo uma bermuda e uma regata e esfriou muito. Voltei passando frio a viagem toda, meu joelho virou pedra, juro que me senti o Jack congelando no ‘Titanic’, saía até fumacinha da minha boca. Tinha uma mulher sentada do meu lado com dois cobertores e, claro, ela não ofereceu um.

Chegando em São Paulo, eu fui tentar levantar da poltrona do ônibus e cai de bunda no chão, estava sem forças nas pernas por causa do frio. Fui até o metrô mancando, cheio de dores e roxos pelo corpo. O detalhe que eu descobri depois é que o RG sempre esteve dentro de uma jaqueta. Eu não o perdi, só que coloquei o documento dentro da roupa e dentro da minha mala e ele acabou voltando com o carro quebrado no guincho”.

Fonte: IG Turismo

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Turismo

Reabertura: Hopi Hari voltou a receber público no último sábado

Publicado


source
hopi hari
Flickr/Armazém da Notícia

Seguindo protocolos sanitários para contenção da Covid-19, o parque do Hopi Hari, em Vinhedo (SP), reabriu

O Hopi Hari finalmente reabriu suas fronteiras ao público no último sábado (26), depois de passar meses fechado. Oferecendo um modelo de diversão segura, com base em protocolos anti Covid-19, o  parque abre aos finais de semana, das 10h às 17h, operando com 40% da sua capacidade de público. 

A maioria das atrações já funciona. As exceções são Simulakron, Cinemotion, La Mina del Joe Sacramento e Katakumb. 
Os shows Klapi-Klapi – Dino, um dinossauro de verdade, Ha-habitaris Show – Theatro de Kaminda e Saloon Show – O Forasteiro estão suspensos, por conta dos protocolos sanitários. La Tour Eiffel está parada por estar em manutenção.

A famosa hora do terror do Hopi Hari, a Horror Drive Tour, por sua vez, continua sendo realizada aos sábados e domingos, das 18h às 21h30, até 1º de novembro. 

Receber o público, após tanto tempo, gerou grande expectativa aos gestores do Hopi Hari.

“Estamos sentindo uma onda de alegria, esperança e fé com este novo começo. Sabemos que ainda não acabou, que devemos seguir com todos os protocolos de saúde, afinal, não podemos permitir que esta situação de pandemia continue, e isso também depende de nós”, disse o presidente do Hopi Hari, Alexandre Rodrigues.

“Teremos um recomeço difícil e diferente sim, mas somos resilientes. Nossos colaboradores não mediram esforços ao longo desta jornada e sei que continuarão fazendo o que for necessário para garantir a segurança e o lazer de nossos visitantes”.

Veja as medidas de prevenção e combate ao coronavírus do Hopi Hari

Para acessar o parque, os visitantes precisam aceitar e seguir os protocolos sanitários anti Covid-19, disponíveis para consulta no  site. Para o público, é exigido o uso de máscaras, aferição de temperatura e o respeito ao distanciamento social, além do uso de álcool em gel, disponibilizado pelo próprio parque, ao entrar e sair das atrações e ao realizar qualquer tipo de transação nas lanchonetes, nos restaurantes e nas lojas.

Entre as medidas implementadas, estão o controle de acesso do público, com sinalizações para distanciamento entre as pessoas e organização dos assentos nas atrações, além da diminuição da quantidade de pessoas em cada ciclo dos brinquedos. Também será realizada a sanitização das regiões de contato direto dos visitantes, como assentos, apoios de mão e travas, o que se estende também aos demais ambientes abertos no local. As fotos com os personagens do Parque estão suspensas. Todas as orientações ao público estarão disponíveis em diversos pontos e serão divulgadas constantemente via áudio.

Compra de ingressos

Para aqueles que têm passaportes válidos em mãos e que se enquadram nas ações promocionais que o  Hopi Hari  realizou nos últimos seis meses será possível visitar normalmente o parque, basta apresentar o voucher de compra diretamente nas catracas. Já os profissionais da área da saúde – convidados em abril deste ano, como forma de agradecimento pelos serviços frente a Covid-19, e que se cadastraram – poderão retirar e utilizar a cortesia até 27 de dezembro deste ano.

A comprovação do cadastro será feita via apresentação de documento de identidade nas bilheterias. Vale lembrar que, para garantir a capacidade de operação em 30%, a equipe do Parque monitorará o acesso do público e tomará ações necessárias para manter o fluxo de pessoas dentro da capacidade permitida.

A famosa Horror Drive Tour segue acontecendo aos finais de semana

A primeira atração oferecida pelo  Hopi Hari  desde a suspensão de suas atividades, em março, funcionamento alterado. Inspirado na Hora do Horror, o maior evento de horror da América Latina, o Horror Drive Tour, que começou este mês, acontece aos sábados e domingos, das 18h às 21h30. 

Fonte: IG Turismo

Continue lendo

Turismo

Reabertura: parque do Hopi Hari voltou a receber o público no sábado (27)

Publicado


source
hopi hari
Flickr/Armazém da Notícia

Seguindo protocolos sanitários para contenção da Covid-19, o parque do Hopi Hari, em Vinhedo (SP), reabriu

O Hopi Hari finalmente reabriu suas fronteiras ao público no último sábado (26), depois de passar meses fechado. Oferecendo um modelo de diversão segura, com base em protocolos anti Covid-19, o  parque abre aos finais de semana, das 10h às 17h, operando com 40% da sua capacidade de público. 

A maioria das atrações já funciona. As exceções são Simulakron, Cinemotion, La Mina del Joe Sacramento e Katakumb. 
Os shows Klapi-Klapi – Dino, um dinossauro de verdade, Ha-habitaris Show – Theatro de Kaminda e Saloon Show – O Forasteiro estão suspensos, por conta dos protocolos sanitários. La Tour Eiffel está parada por estar em manutenção.

A famosa hora do terror do Hopi Hari, a Horror Drive Tour, por sua vez, continua sendo realizado aos sábados e domingos, das 18h às 21h30, até 1º de novembro. 

Receber o público, após tanto tempo, gerou grande expectativa aos gestores do Hopi Hari.

“Estamos sentindo uma onda de alegria, esperança e fé com este novo começo. Sabemos que ainda não acabou, que devemos seguir com todos os protocolos de saúde, afinal, não podemos permitir que esta situação de pandemia continue, e isso também depende de nós”, disse o presidente do Hopi Hari, Alexandre Rodrigues.

“Teremos um recomeço difícil e diferente sim, mas somos resilientes. Nossos colaboradores não mediram esforços ao longo desta jornada e sei que continuarão fazendo o que for necessário para garantir a segurança e o lazer de nossos visitantes”.

Veja as medidas de prevenção e combate ao coronavírus do Hopi Hari

Para acessar o parque, os visitantes precisam aceitar e seguir os protocolos sanitários anti Covid-19, disponíveis para consulta no  site. Para o público, é exigido o uso de máscaras, aferição de temperatura e o respeito ao distanciamento social, além do uso de álcool em gel, disponibilizado pelo próprio parque, ao entrar e sair das atrações e ao realizar qualquer tipo de transação nas lanchonetes, nos restaurantes e nas lojas.

Entre as medidas implementadas, estão o controle de acesso do público, com sinalizações para distanciamento entre as pessoas e organização dos assentos nas atrações, além da diminuição da quantidade de pessoas em cada ciclo dos brinquedos. Também será realizada a sanitização das regiões de contato direto dos visitantes, como assentos, apoios de mão e travas, o que se estende também aos demais ambientes abertos no local. As fotos com os personagens do Parque estão suspensas. Todas as orientações ao público estarão disponíveis em diversos pontos e serão divulgadas constantemente via áudio.

Compra de ingressos

Para aqueles que têm passaportes válidos em mãos e que se enquadram nas ações promocionais que o  Hopi Hari  realizou nos últimos seis meses será possível visitar normalmente o parque, basta apresentar o voucher de compra diretamente nas catracas. Já os profissionais da área da saúde – convidados em abril deste ano, como forma de agradecimento pelos serviços frente a Covid-19, e que se cadastraram – poderão retirar e utilizar a cortesia até 27 de dezembro deste ano.

A comprovação do cadastro será feita via apresentação de documento de identidade nas bilheterias. Vale lembrar que, para garantir a capacidade de operação em 30%, a equipe do Parque monitorará o acesso do público e tomará ações necessárias para manter o fluxo de pessoas dentro da capacidade permitida.

A famosa Horror Drive Tour segue acontecendo aos finais de semana

A primeira atração oferecida pelo  Hopi Hari  desde a suspensão de suas atividades, em março, funcionamento alterado. Inspirado na Hora do Horror, o maior evento de horror da América Latina, o Horror Drive Tour, que começou este mês, acontece aos sábados e domingos, das 18h às 21h30. 

Fonte: IG Turismo

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana