conecte-se conosco


Política MT

Mendes deve apresentar solução sobre o VLT ainda no 1º semestre e nega decidir “sob pressão”

Publicado

Governador aguarda conclusão de estudos de grupo formados por membros do Estado e da União [F-Tchélo Figueiredo]

O governador Mauro Mendes (DEM) afirmou, durante a entrega do Centro Olímpico de Treinamento (COT da UFMT), que pretende apresentar uma solução para o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), ainda no primeiro semestre de 2020. “Gostaria de ter feito isso no primeiro ano de gestão, mas não foi possível”, disse o democrata que aguarda a conclusão dos estudos do grupo de trabalho formado por representantes do Estado e do Governo Federal.

“Eu não vou brotar com nenhuma solução milagrosa ou mirabolante porque chega de erros que já foram cometidos lá atrás. Precisamos ter um estudo técnico, honesto e verdadeiro para ser apresentado à sociedade. Não vou tomar nenhuma decisão precipitada por pressão de A, B ou C. Vamos fazer um debate claro com a sociedade das alternativas que nós estamos construindo”, adiantou o governador.

Mauro Mendes aproveitou para negar quer pensou em repartir com os 141 municípios de Mato Grosso as tarifas e serviços para fazer funcionar o Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), conforme informação divulgada pela coluna Radar, da Revista Veja. Ele disse que nunca cogitou essa possibilidade. “Não. Nunca houve uma conversa minha nesse sentido”.

Segundo o governador, “essa semana teve uma reunião em Brasília do grupo de trabalho. Tem outra reunião semana que vem do grupo de trabalho novamente e eu marquei uma visita de cortesia ao novo secretário. Já é o terceiro secretário nacional de mobilidade urbana. Simplesmente marquei uma visita de cortesia para conhecer ele e ver se dessa vez para de mudar secretário e nós conseguimos avançar na relação do Governo do Estado com o Governo Federal, para encontrarmos uma solução para o VLT”.

Conforme Mendes, a intenção do encontro é aproximar o secretário de sua gestão e, conseqüentemente, trazer benefícios à Mato Grosso. O democrata diz que “o VLT parou em 2014 e ficou todo esse período como um grande problema dos governos anteriores. Pedro Taques anunciou várias vezes, publicamente, a retomada da obra, marcaram data e nada aconteceu”, recordou.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

Indicações para áreaa de Educação e Infraestrutura foram apresentadas pelo deputado Paulo Araújo

Publicado


Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

Três indicações para área da educação e infraestrutura foram apresentadas na última quarta-feira (16), no plenário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). A autoria das proposituras é do deputado estadual Paulo Araújo (Progressistas) e tem o objetivo de levar melhorias para os municípios Aripuanã, Vale de São Domingos e Comodoro.

Educação – Duas indicações serão encaminhadas ao secretario de Estado de Educação Alan Resende Porto, a primeira indicação de n° 3909/21 é acerca da necessidade de aquisição de 18 computadores e 18 projetores para a escola José Ary da Costa em Conselvan Distrito de Aripuanã (Distante 867 km de Cuiabá).

O deputado também apresentou a Indicação n° 3904/21 ao secretario de Educação a aquisição de um veiculo furgão para atender a entrega de merenda escolar do município de Comodoro (643 km de Cuiabá).

Infraestrutura

Uma última solicitação via Indicação n° 3907/21 será encaminhada ao secretario de Estado de Cidades e de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira e Silva, com a necessidade de viabilizar a aquisição de um caminhão para coleta de lixo urbano e um veiculo com carroceria para atender a secretaria de obras do município do Vale de são Domingos (Distante 333 km de Cuiabá).

Fonte: ALMT

Continue lendo

Política MT

Assembleia Social leva serviços de saúde e jurídicos a comunidade ribeirinha de Barão de Melgaço

Publicado


Mulheres com suspeita de câncer de mama receberam encaminhamento para mamografia em Cuiabá

Foto: LUIZ GERALDO MARCHETTI

Atendimento ocorreu por meio de senhas previamente entregues

Foto: LUIZ GERALDO MARCHETTI

A Assembleia Social deu início a uma nova modalidade de atendimento: a prestação de serviços comunitários por agendamento, uma adaptação dos mutirões – suspensos em função da pandemia – atendendo aos protocolos de biossegurança. A primeira edição da ‘Ação Assembleia Social’ foi realizada na última sexta-feira (18), na Colônia Z5 dos Pescadores, em Barão de Melgaço.

Na ‘Ação’, foram prestados serviços de ‘atendimento de saúde da mulher e da família’, ‘acolhimento psicológico’ e ‘orientações jurídicas’. A iniciativa foi promovida por solicitação dos representantes da Colônia Z5 dos Pescadores, que ficaram responsáveis por fazer os agendamentos prévios dos atendimentos e distribuir senhas.

“Essas ações são para levar às comunidades alguns serviços que oferecíamos nos mutirões, mas a pandemia chegou e precisamos restringir. Neste formato, pretendemos levar para vários municípios de nosso Estado, objetivando acolher cada dia mais a população”, contextualizou a diretora da Assembleia Social, Daniella Paula Oliveira.

O médico Miguel Angel Claros prestou atendimentos de saúde da mulher, como prevenção ao câncer de mama, e de saúde da família, como controle de hipertensão. As mulheres em que foi identificado risco de câncer de mama receberam agendamento para mamografia em Cuiabá. 

“A importância deste programa está em atender as necessidades dos munícipes do ponto de vista de saúde. Nós sabemos que a prevenção das doenças é o alicerce do bem estar de todo cidadão”, pontuou Dr. Miguel.

O pedido da comunidade ribeirinha de Barão de Melgaço foi atendido prontamente, em função do pouco acesso de serviços. Uma das usuárias da ‘Ação Assembleia Social’, Sueli Dias, levou os exames médicos da mãe idosa, para avaliação, destacando a dificuldade de deslocamento para atendimento na capital.

“Trazer esses trabalhos aqui para nós é muito bom, porque a gente tem uma comunidade muito carente e não é todo mundo que tem recursos para se deslocar a Cuiabá”, comenta Sueli. “A Colônia [de pescadores] está de parabéns pela parceria com a Assembleia [Legislativa de Mato Grosso] e espero que continue tendo [ações como esta], porque a nossa comunidade precisa desse apoio, precisa ser lembrada”, requereu.

Fonte: ALMT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana