conecte-se conosco


Policial

Membro de facção criminosa é preso por torturar, matar e arrancar coração da vítima; crime foi filmado e divulgados nas redes sociais

Publicado

Thaison Silva de Morais, tinha 26 anos e foi morto no ano passado em Rosário Oeste

Um dos autores de um bárbaro homicídio ocorrido em Rosário Oeste (128 km ao norte de Cuiabá) teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, na tarde de terça-feira (20). O crime ocorreu em 2020, sendo filmando pelos suspeitos que torturaram a vítima antes da morte.

O suspeito de 25 anos teve o mandado de prisão preventiva expedida pela Vara Única do município, após ser identificado nas investigações da Polícia Civil.

O suspeito foi abordado pelos policiais civis da Delegacia de Rosário Oeste em uma residência no bairro Santa Izabel. No momento da prisão, a esposa do procurado tentou impedir a ação policial.

De acordo com as investigações, em maio de 2020 o investigado na companhia de mais dois comparsas cometerem um crime de tortura seguido de homicídio qualificado, vitimando a pessoa de Thaison Silva de Morais, de 26 anos.

A ocorrência causou indignação e chocou a população, em razão dos autores terem arrancado o coração da vítima, sendo todo crime filmado e posteriormente divulgado nas redes sociais. O suspeito é réu e responde na Justiça processos criminais por homicídio qualificado, vilipêndio a cadáver, associação para o tráfico de drogas e por integrar organização criminosa.

Durante diligências para localizar o paradeiro do foragido, os policiais civis descobriram que ele estava em uma casa no bairro Santa Izabel. Com base na informação, os policiais foram até o endereço, onde foi recebida pela esposa do suspeito. A mulher de 30 anos tentou impedir a ação, desacatando e tentando agredir os policiais, sendo então detida junto ao jovem.

Na Delegacia de Polícia a conduzida foi ouvida pelo delegado Gustavo Godoy Alevado e autuada em flagrante por desobediência, resistência e desacato. Já o suspeito preso em cumprimento ao mandado de prisão.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Polícia Civil apreende motocicleta e prende suspeito por manobra perigosa em Jauru

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Um homem suspeito de utilizar uma motocicleta para fazer manobras perigosas, arriscando a própria vida e de terceiros, foi preso em flagrante pela Polícia Civil, na manhã desta quinta-feira (05.08), no município de Jauru (425 km a oeste de Cuiabá).

O suspeito de 28 anos foi autuado em flagrante pela infração de trânsito de utilizar veículo para demonstração de manobra perigosa. A motocicleta envolvida utilizada por ele foi apreendida por infração administrativa.

Os policiais civis realizavam diligências pelas ruas da cidade, quando visualizaram o condutor da motocicleta trafegando com apenas uma das rodas no chão, empinando o veículo pela avenida.

Os policiais acompanharam o suspeito, realizando a abordagem, sendo verificado que a motocicleta estava com licenciamento em dívida ativa referente aos anos de 2016 e 2017.

Diante dos fatos o veículo foi apreendido e o suspeito conduzido até a Delegacia de Polícia, ouvido pelo delegado Marcos Cezar Farias Lyra, e autuado em flagrante delito por crime previsto no artigo 308 do CTB.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Empresário de Matupá é preso por homicídio ocorrido há 23 anos, em Rondônia

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Um homem de 52 anos, empresário na cidade de Matupá (695 km ao norte de Cuiabá), foi preso pela Polícia Civil nesta quinta-feira, 05 de agosto, em cumprimento a um mandado expedido pela Justiça da Comarca de Espigão d’Oeste, em Rondônia, por homicídio cometido no estado vizinho, há mais de duas décadas.

Investigadores da Delegacia Regional e da Municipal de Guarantã do Norte conseguiram prender o foragido depois de realizar monitoramento desde que receberam informações de que ele estava residindo em Matupá.

Em1998, em um crime possivelmente motivado por uma disputa de terras em Rondônia, o foragido matou uma das vítimas com um tiro de espingarda. O filho da vítima também foi morto a golpes de enxada. Após o crime, o autor fugiu.

Após várias diligências, os investigadores conseguiram localizá-lo nas dependências de um posto de combustível em Matupá. Ao ser dada voz de prisão, ele não resistiu à abordagem policial.

O suspeito foi encaminhado para a Delegacia de Polícia de Matupá e permanece à disposição da Justiça.

Além do crime em Rondônia, ele é investigado pela Polícia Civil no inquérito que apura o homicídio do empresário Gilberto de Oliveira Couto, de 46 anos, o “Beto Caça e Pesca”, ocorrido em maio deste ano, em Guarantã do Norte.

Morte em Guarantã

Gilberto Couto foi morto na manhã de 25 de maio, em frente a sua residência, no bairro Jardim Vitória. A vítima apresentava ferimentos de arma de fogo nas costas e cabeça e estava a aproximadamente quatro metros da sua motocicleta.

No final de maio, a Delegacia de Guarantã do Norte cumpriu a prisão de três pessoas também investigadas por envolvimento no homicídio, entre elas a ex-esposa do empresário, o atual namorado dela e o filho da vítima.

Conforme a investigação, o crime foi motivado por questões patrimoniais, relacionadas a divisões de bens de herança.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana