conecte-se conosco


Policial

Membro da cúpula de uma organização criminosa procurado pela Justiça é preso em Rondonópolis

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Um foragido da Justiça e membro da cúpula de uma organização criminosa, foi preso na noite de sexta-feira (26.02), após informações da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) obtidas com apoio da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil. repassadas a Polícia Rodoviária Federal (PRF). A prisão aconteceu no município de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá). 

O suspeito vinha sendo procurado desde o meado do ano passado (2020), depois de ser solto por decisão do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, utilizando atestado médico falso alegando que o mesmo fazia parte do grupo de risco por conta da Covid-19, pois possuía comorbidade. 

Durante investigação para apurar o paradeiro do suspeito, os policiais civis da GCCO em conjunto com a Diretoria de Inteligência, descobriram que ele estava vindo de Balneário Camboriú, Estado de Santa Catarina, em um veículo Pajero cor branca.

Diante das informações foi solicitado auxílio da Polícia Rodoviária Federal, que realizou a abordagem do referido automóvel onde o suspeito estava, nas proximidades da cidade de Rondonópolis.

No momento da abordagem ele apresentou documento falso, porém foi reconhecido pelos policiais civis da GCCO que deslocaram até o ponto da abordagem, sendo então dado cumprimento ao mandado judicial de prisão. O suspeito também responderá pelo crime de uso de documento falso.

Conforme apurado o suspeito integra a cúpula de uma facção criminosa instalada em Cuiabá, razão pela qual foi preciso um trabalho especializado para a sua localização. 

O homem estava em uma Pajero nova, que supostamente seria de sua advogada, conforme relato do próprio detido à PRF. Fato esse que será objeto de investigação da participação da profissional em possível crime de favorecimento pessoal.  O aparelho celular dele também foi apreendido para análise.  

Depois de preso, o suspeito foi conduzido até a Gerência Estadual de Polinter e Capturas para as providências cabíveis, e posteriormente encaminhado para audiência de custódia. 

Participaram da ação 10 policiais civis da GCCO, 2 equipes da Diretoria de Inteligências e policiais da PRF.

Fonte: PJC MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Autor de roubo em Pernambuco é preso pela Polícia Civil em Itanhangá

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Um homem suspeito de envolvimento em crime de roubo cometido no estado de Pernambuco teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil de Mato Grosso, neste domingo, após ser localizado na cidade de Itanhangá em ação realizada pela equipe da Delegacia de Tapurah

O suspeito, de 19 anos, estava com a ordem de prisão decretada pela 1ª Vara Criminal de Sertânia (PE), apontado como um dos autores ocorrido no dia 13 de janeiro, em um estabelecimento comercial no município.

A prisão do foragido ocorreu após troca de informações da Polícia Civil de Pernambuco com os policiais da Delegacia de Tapurah que indicavam que o suspeito estava residindo na casa da irmã, na cidade de Itanhangá.

Com base nas informações, os policiais foram até o endereço indicado no bairro Pioneiro, porém o procurado não estava no local, sendo informado que ele estava em outra residência nas proximidades.

Em continuidade as diligências, os policiais conseguiram localizar o foragido em outra casa, a aproximadamente 100 metros do endereço da sua irmã. O suspeito estava deitado na rede no momento em que foi abordado pelos policiais e informado da ordem de prisão.

Ele foi conduzido à Delegacia de Tapurah para as providências cabíveis para cumprimento do mandado judicial, sendo posteriormente colocado à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Polícia prende mulher envolvida em golpes com OLX e identifica grupo que age em diversos estados

Publicado

Mais um crime de estelionato aplicado através de site de compra e venda pela internet e que gerou um prejuízo de R$ 88 mil à vítima foi esclarecido pela Polícia Civil,  pelos policiais da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO).

A ação resultou na prisão em flagrante de uma mulher responsável por receber o valor adquirido com o golpe em sua conta bancária, além da identificação do grupo criminoso atuante com o golpe em diversos estados.

As diligências iniciaram após os policiais da GCCO receberem informações sobre uma vítima de golpe via OLX do estado do Espírito Santo, que durante uma suposta transação de compra de veículo, transferiu o valor de R$ 88 mil para uma conta bancária, posteriormente identificada em Cuiabá.

Com base nas informações, os policiais iniciaram as diligências para localizar a responsável pela conta bancária para esclarecimentos dos fatos. A suspeita foi localizada em sua residência no bairro Tijucal e questionada, apresentou os extratos contidos em seu celular que mostravam o recebimento do valor de R$ 88 mil e posteriores transferências para contas de outros três suspeitos.

Nos extratos também ficaram demonstrados compras de valores altos realizadas no débito e que seriam provavelmente parte dos 5% recebidos do valor total adquirido com o golpe. Diante das evidências, a suspeita foi conduzida à GCCO e após ser interrogada pelo delegado Gustavo Belão, foi autuada em flagrante  pelos crimes de estelionato e associação criminosa.

Segundo o delegado titular da GCCO, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, a suspeita confessou que faz parte de um grupo que fornece a conta bancária para receber dinheiro de golpes. “Com a ação foi possível identificar a associação criminosa atuante nos golpes. As diligências continuam em andamento pra prender os demais envolvidos no crime”, disse o delegado.

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana