conecte-se conosco


Turismo

Medo de turbulência? Veja como ficou avião após passar por área de fortes ventos

Publicado

source

A Ilha de São Miguel, no complexo de Ilhas dos Açores, em Portugal, é conhecida pelos fortes ventos que acometem a região, o que é um pesadelo para pilotos de avião. No último domingo (18), uma turbulência quase causou uma tragédia com um avião da Delta Air.

Leia também: Turbulência é perigosa? Faz o avião cair? Veja essas e outras dúvidas comuns

fuselagem de avião arrow-options
Reprodução/ Twitter

A fuselagem do boeing 757-200, da Delta Air, ficou danificado após uma forte turbulência na Ilha de São Matheus, em Portugal

O Boeing 757-200 da empresa aérea americana ficou seriamente danificado após um pouso no Aeroporto de Ponta Delgada. O voo noturno que sofreu a turbulência saiu de Nova York, nos Estados Unidos, e aterrissou em Portugal no fim da tarde do dia 18 de agosto.

Fotos postadas nas redes sociais mostram a fuselagem amassada e com vincos em toda a sua extensão (parte dianteira e traseira). Apesar da aeronave amassada, nenhum passageiro ou membro da companhia ficaram feridos.

fuselagem de avião arrow-options
Reprodução/ Twitter

Outros dois aviões da companhia Delta Air precisaram ser levados à Ilha de São Matheus para levar os passageiros de volta para os EUA

Ao The Sun, um dos passageiros comentou a situação. “Voei mais de 1.000 voos na minha vida até hoje e este foi de longe o pouso mais difícil que eu já experimentei. Grandes ventos cruzados nos acertaram quando estávamos pousando. Os pilotos e toda a equipe fizeram um ótimo trabalho, apesar das circunstâncias”.

Leia também: Piloto revela atitude que passageiro jamais deve ter dentro de um avião

Um levantamento do jornal britânico apontou os lugares mais propensos para forte turbulência em viagens de avião e a costa de Portugal é um deles. Veja a imagem abaixo:

mapa de turbulência arrow-options
Reprodução/ The Sun

O jornal The Sun produziu um mapa de locais com maior incidência de turbulência no mundo a partir de relatos de pilotos


Fonte: IG Turismo
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Turismo

Fuja das roubadas: saiba o que não fazer em Caraguatatuba e Ubatuba

Publicado

source

Não existe nada mais frustrante do que planejar uma viagem, chegar ao destino e ele não ser exatamente como você imaginou. Essa situação acontece com muita frequência e como as férias de fim de ano estão se aproximando, seria incrível se alguns destinos tivessem dicas sobre o que não fazer (para evitar a fadiga).

Leia também: Conheça as praias paradisíacas para conhecer no litoral norte de São Paulo

Pensando nessa questão, o iG Turismo juntamente com alguns viajantes, montou uma breve lista de o que não fazer em Caraguatatuba e Ubatuba , no litoral norte de São Paulo. As dicas podem te ajudar a se livrar de furadas e aprender a aproveitar os melhores pontos da viagem.

O que não fazer em Caraguatatuba e Ubatuba #1: aquário de Ubatuba

aquário de ubatuba arrow-options
Reprodução/ Facebook

O aquário de ubatuba pode ser uma das decepções na viagem até o litoral norte

O aquário de Ubatuba está na lista de quase todos os turistas que visitam a praia do litoral norte paulista. Porém, o passeio pode ser um pouco frustrante. Isso é o que diz a jornalista Bruna Vieira que já visitou o local várias vezes.

“A única coisa interessante [do aquário] são os pinguins. E os ingressos são caros para o que o aquário oferece. Já fui algumas vezes e nem sempre tem todas as espécies que eles anunciam”, comenta.

Os ingressos de entrada para o aquário custam R$ 30,00 a inteira para adultos. A meia-entrada (R$ 15) contempla idosos, estudantes e pessoas entre 03 e 17 anos. Existem também quatro modelos de ingresso familiar: 2 adultos e 1 criança = R$ 70; 2 adultos e 2 crianças = R$ 85; 2 adultos e 3 crianças = R$ 100 e 2 adultos e 4 crianças = R$ 110.

O que não fazer em Caraguatatuba e Ubatuba #2: praias do centro

Bruna, que passou alguns meses morando na cidade, também aponta que a praia central de Caraguatatuba não é um dos pontos turísticos mais desejados. “Ela é suja, cheia de buracos e apesar dos anúncios por fora, quem mora lá mesmo nunca frequenta ali”, opina.

O problema das praias sujas também foi indicado pela cabelereira Jéssica Dias, que todos os anos no mês de janeiro, viaja com a família para a cidade. “A grande maioria [das praias] são ruins. As únicas praias boas de lá são da Cocanha, Pedra da Freira e a praia de Martín de Sá”.

O que não fazer em Caraguatatuba e Ubatuba #3: excursão para Praia do Porto Novo

praia do porto novo arrow-options
Reprodução/ aluguetemporada.com.br

Apraia do porto novo é afastada do “agito” de Caraguatatuba e não é recomendada por moradores

Ex-moradora da região, a tatuadora Giovanna Santanna Seabra também aponta a decepção com uma tradicional excursão para a praia do Porto Novo, em Caraguatatuba. “Sem ondas e sujinhas, além de longe do centro e do agito”, comentou à redação do iG Turismo .

O que não fazer em Caraguatatuba e Ubatuba #4: ir de uma praia à outra de carro

trânsito arrow-options
Reprodução

rodovia Tamoios é a única via de acesso ao litoral norte de São Paulo e sempre está congestionada no fim do ano

O problema universal das praias do litoral paulista no fim de ano é o trânsito. Muitas turistas resolvem passar o período de festas nas praias mais badaladas e acabam deixando um caos nas ruas.

A dica da jornalista Larissa Sant’ana é evitar ao máximo o carro. “Quando é alta temporada, pegar o carro para conhecer as praias de Ubatuba pode não ser uma boa ideia. Já fiquei duas horas para chegar numa praia que sem trânsito chegaria em 15 minutos. A dica é se hospedar em uma praia legal e ficar por lá mesmo”, comenta.

Leia Também:  Homem acusa empresa aérea de gordofobia por pedir que mudasse de lugar no voo

Fazer o trajeto Caraguá – Ilha Bela também não traz muitas alegrias. “É difícil ir para Ilha bela que tem um trânsito muito intenso”, comenta Jessica.

O que não fazer em Caraguatatuba e Ubatuba #5: tomar banho muito tarde

chuveiro arrow-options
Reprodução

A água costuma acabar cedo durante a alta temporada e a solução é tomar banho cedo

Quem já viajou para o litoral em época de festas sabe que a multidão de turistas causa uma pane na estrutura das cidades com falta de água, falta de comida nos supermercados e etc. E essa é uma dica valiosa para não passar perrengue.

“Nos feriados e final de ano muita gente vai para Ubatuba e a estrutura da cidade não dá conta. A água acaba sempre e geralmente na hora que geral tá voltando da praia (19h). Então a dica é voltar um pouco antes para garantir o banho”, lembra Larissa.

O que não fazer em Caraguatatuba e Ubatuba #6: voltar para São Paulo cedo

carro arrow-options
undefined

Voltar para SP nos horários de pico é uma das coisas sobre o que não fazer em Caraguatatuba e Ubatuba

O acesso ao litoral norte de São Paulo é complicado. A Rodovia dos Tamoios é cheia de curvas e rodeada de árvores, o que causa, às vezes, deslizamentos de terra que chegam a fechar o caminho por muitas horas – a estrada há passou 80 horas bloqueada. Então o jeito é ter paciência.

“Quando vamos para Caraguatatuba tem um problema da decida que ainda é por uma via antiga. Estão fazendo uma obra para melhorar, porém tem um trânsito intenso, pois as obras ainda não terminaram”, lembra Jéssica.

Mas e se eu estiver lá embaixo? Seja esperto e fuja do trânsito. “Não pegue estrada para voltar para São Paulo durante o dia. Depois do almoço e final da tarde é a hora que todo mundo sai e a viagem pode demorar mais de 10h. Sempre saio de madrugada, umas 3h e não pego transito nenhum”, finaliza Larissa.

Leia também: 10 opções de praias em SP para fazer um bate e volta no fim de semana

Você pode se perguntar “Com tudo isso sobre o que não fazer em Caraguatatuba e Ubatuba , é tudo tão ruim assim?”. A resposta é não. Todo destino tem seus perrengues, assim como suas belezas, e saber quais sãos as furadas evita perder tempo e ajuda a aproveitar melhor a cidade. 

Fonte: IG Turismo
Continue lendo

Turismo

Noruega quente e Mônaco para todos: veja mitos e verdades sobre 4 destinos

Publicado

source

Nunca se deixe enganar pelas fofocas a respeito de destinos turísticos pelo mundo. Principalmente no caso de lugares famosos, existem diversos mitos e verdades que podem mais atrapalhar do que ajudar sua experiência.

Leia também: 11 atrações turísticas tão famosas quanto decepcionantes

Turista pensativa sobre fundo amarelo arrow-options
shutterstock

Já se perguntou quais os mitos e verdades de destinos como a Noruega ou a Jordânia? Pois é hora de tirar as dúvidas

Com essa lista, você conseguirá distinguir alguns desses mitos e verdades sobre destinos de todo o mundo, indo desde a Noruega, no gélido extremo norte do planeta, até as ilhas Seychelles, arquipélago tropical no Oceano Índico.

Mitos e verdades sobre a Noruega: um país sempre frio?

Pessoas nadando em praia na Noruega arrow-options
shutterstock

Mitos e verdades no turismo: a Noruega pode ser bem fria no inverno, mas também oferece calor no verão

Sim, é verdade: explorar os pontos turísticos da Noruega pode ser um teste de resistência climática para os turistas, especialmente durante o inverno, quando os termômetros no país podem cair até -40ºC em algumas regiões.

Mas isso não quer dizer que o país viva num estado permanente de congelamento. Durante o verão, as temperaturas ficam bem mais amenas, podendo inclusive bater na casa dos 30ºC nas regiões mais ao sul da Noruega – um clima ideal para aproveitar uma praia.

Leia Também:  De Diamantina a Tiradentes, a Rota do Ouro está cheia de surpresas; conheça

Mitos e verdades sobre Mônaco: só para os ricos?

Vista panorâmica de Monaco a partir das montanhas arrow-options
shutterstock

Mitos e verdades no turismo: Mônaco pode ser um destino luxuoso, mas também pode ser aproveitado sem gastar muito

Quando se fala em viagem pelo mundo de alto custo, Mônaco é um dos primeiros destinos que aparecem na imaginação dos turistas. Mas fazer uma viagem para lá sem gastar uma fortuna também é possível e pode se mostrar uma ótima decisão.

Existem diversos hotéis três estrelas com preços equivalentes ao de outras capitais europeias, museus com entradas acessíveis, passeios e pontos turísticos gratuitos e restaurantes com bom custo-benefício. Além disso, devido a seu tamanho, o país pode facilmente ser explorado a pé, barateando os custos da viagem ainda mais.

Leia também: Confira 10 mitos e verdades sobre fazer uma viagem de navio

Mitos e verdades sobre as ilhas Seychelles: o arquipélago de lua de mel?

Famoso entre os casais à procura de um paraíso para a lua de mel, não se pode negar que o arquipélago de Seychelles acabou ficando associado a esse tipo de viagem. Contudo, essas ilhas do Oceano Índico também oferecem estrutura completa para famílias e grupos de amigos.

Isso vale principalmente para os amantes da natureza, que contarão com uma estrutura de hospedagem completa próxima de um ecossistema bastante preservado e diverso, com animais únicos como as tartarugas gigantes e atividades como mergulho,  snorkeling e passeios de barco.

Mitos e verdades sobre a Jordânia: o país de uma atração só?

Ruína de anfiteatro romano em Jerash arrow-options
shutterstock

Mitos e verdades no turismo: a Jordânia também reserva outras surpresas, como as ruínas romanas de Jerash

A cidade histórica de Petra talvez seja o atrativo turístico mais famoso da Jordânia, mas não é o único. A começar pelo fato de que existem diversas atrações para se explorar no caminho de dois dias até uma das 7 maravilhas do mundo moderno.

Outros atrativos do país incluem o Monte Nebo e Madaba, cidade onde fica um mosaico do mapa de Jerusalém e da Terra Santa, o Mar Morto, o Wadi Rum, também conhecido como Vale da Lua, as ruínas romanas de Jerash e a capital do país, Amã.

Leia também: YouTuber dá dicas do que fazer numa viagem pelo mundo para explorar as suas 7 maravilhas

Com os mitos e verdades sobre esses destinos esclarecidos, você já pode programar uma viagem de verão para a noruega ou um tour ecológico pelas ilhas Seychelles sem medo de errar.

Fonte: IG Turismo
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana