conecte-se conosco


EXCLUSIVO !

Mauro Mendes vira o jogo em Cuiabá e fecha o ano com 71% de aprovação popular, revela pesquisa da PercentBrasil

Publicado

Governador, Mauro Mendes (DEM), fecha o terceiro ano de gestão com aprovação popular recorde na Capital, aponta pesquisa da PercentBrasil

Pesquisa quantitativa realizada pela PercentBrasil, contratada com exclusividade pelo portal ODOCUMENTO e TV Cuiabá, entre os dias 01 e 3 de dezembro, com 600 entrevistas presenciais, aponta “virada de mesa” na avaliação administrativa do Governo do Estado.

Com mídia institucional eficiente e muito precisa, a secretaria estadual de Comunicação (Secom-MT) conseguiu esclarecer ao público em geral o enorme esforço empreendido pelo governador, Mauro Mendes (DEM), para reequilibrar as contas públicas do Tesouro nos últimos três anos.

O tiro publicitário foi milimétrico e acertou “na mosca”, conferindo a gestão liderada por Mauro cerca de 71% de aprovação popular, em Cuiabá. Os números mostram recuperação consolidada na avaliação, gestão e a imagem pública de Mendes.

Quando separados da avaliação regular, os indicadoras ótimo e bom já somam 40%, o que comprovam aprovação administrativa estadual na ascendência, consolidada em todas as camadas da sociedade cuiabana

São 13,5% de ótimo, 27,3% de bom, 30% regular, 8,2% de ruim e 17,3% péssimo. Uma pequena minoria, 3,2%, não soube responder aos questionamentos da abordagem quantitativa.

O diretor-geral da PercentBrasil, Ronye Steffan, trabalha há 20 anos com pesquisas quantitativas e qualitativas no mercado brasileiro. Segundo ele, o recente rastreamento científico realizado na Capital aponta com clareza plena recuperação da atual administração estadual.

“Logo no início da gestão, quando o governador tomou medidas amargas para conter o rombo nas contas públicas, a imagem dele e do próprio governo estavam combalidas, com rejeição altíssima”, lembrou Ronye.

Ainda de acordo com Steffan, com o passar do tempo, as pessoas começaram a perceber o novo rumo das finanças públicas ditadas pela secretaria estadual de Fazenda (Sefaz), o que restabeleceu o pagamento dos salários do funcionalismo em dia, repasses aos municípios regularizados, bem como quitação de restos a pagar, herdados da administração passada (cerca de R$ 4 bilhões).

Diretor-geral da PercentBrasil, Ronye Steffan, avalia como surpreendente o novo achado em campo sobre a avaliação do Governo do Estado: “os números bons da gestão pública já refletem diretamente na sucessão de 2022”, adiantou

“Nas primeiras pesquisas, no final de 2019, os ruídos de imagem acerca da atual gestão eram evidentes, elevando em patamares absurdos a rejeição do Mauro. Nos últimos meses, o governo reordenou a comunicação institucional, apresentando ao contribuinte números convincentes, com exemplos práticos do nosso cotidiano. Municiados com informações reais e sólidas, aumentou-se os defensores do governo, e logo a rejeição da administração despencou. Se continuar nesta toada, não tenho dúvida que a recuperação encontrada na Capital vai contaminar as demais cidades do interior, estabelecendo em questão de meses, aprovação linear do governo em todo Mato Grosso”, finalizou Ronye.

 

 

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EXCLUSIVO !

Empurrado pela adesão de Bolsonaro ao PL, Wellington lidera disputa ao Senado com 23% em Cuiabá, revela Percent

Publicado

A exemplo de Várzea Grande, o senador, Wellington Fagundes (PL), apareceu na liderança também em Cuiabá, aponta pesquisa contratada pelo portal ODOCUMENTO e TV Cuiabá

Prestes a concluir o sétimo mandato no Congresso Nacional, seis como deputado federal e oito anos no Senado, Wellington Fagundes (PL), pegou carona na popularidade do presidente, Jair Bolsonaro, que se filiou ao mesmo partido dele no início deste mês.

A pesquisa da PercentBrasil, contratada com exclusividade pelo portal ODOCUMENTO e TV Cuiabá, aponta Wellington na liderança com 23% das intenções de votos na Capital de Mato Grosso. O deputado federal, José Medeiros (Podemos), é o segundo colocado com 13,8%, seguido por Neri Geller (PP), que obteve 8,2% de preferência popular. Nulos e brancos somaram 25,2%, indecisos 20,5% e não souberam responder 9,3%.

ESTIMULADA

A sondagem quantitativa avaliou o índice de rejeição dos principais nomes na disputa pela única vaga de senador, em 2022. O deputado federal, Neri Geller, é o mais recusado em Cuiabá com 13,2%, seguido pelo senador Wellington com 10,8% e o também deputado federal, José Medeiros, que teve a recusa de 9,7% dos eleitores. Outros 14,2% não responderam, 17,5% estão indecisos e 34,6% disseram não rejeitar nenhum nome citado.

REJEIÇÃO

Diretor-geral da PercentBrasil, Ronye Steffan: “o senador Wellington Fagundes tem o nome massificado no interior de Mato Grosso, mas sempre encontrou dificuldades em Cuiabá e Várzea Grande; com as duas últimas eleições majoritárias, ele se tornou mais conhecido na Baixada Cuiabana”, explicou Ronye

“A tendência é o senador Wellington Fagundes ampliar a liderança nas próximas pesquisas, uma vez que os seguidores do presidente Bolsonaro devem aderir ao seu projeto de reeleição. Pelo apurado, os 23% de preferência em Cuiabá, são votos do próprio Wellington. O efeito da filiação de Bolsonaro ao PL deve aparecer no início do próximo ano”, asseverou, Ronye Steffan, diretor-geral da Percent.

Metodologia

A Percent ouviu 600 pessoas presencialmente nas cinco maiores regiões da Capital nos dias 01 e 3 de dezembro de 2021. A margem de erro é de 4% para mais ou para menos. O intervalo de confiança é de 95%.

Continue lendo

EXCLUSIVO !

Em Várzea Grande, Mauro Mendes bate todos os adversários com folga e vence Emanuel por 40,5% contra 16,5%

Publicado

Governador, Mauro Mendes (DEM): líder isolado em disputa pelo Governo, segundo apontou PercentBrasil

Caso o atual governador, Mauro Mendes (DEM), decida concorrer à reeleição em 2022, existe uma forte tendência de que ele liquide a fatura já no primeiro turno, como revela pesquisa PercentBrasil realizada entre os dias 28 e 29 de outubro, em Várzea Grande.

Encomendada pela TV Cuiabá e portal ODOCUMENTO, a sondagem quantitativa simulou diversos cenários com adversários de peso que podem enfrentar o governador nas urnas, entre eles o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB).

Num confronto direto com o chefe do Alencastro, Mauro lidera as intenções de votos com 40,5%, contra 16,5% de Emanuel. Neste quadro, 21% estão indecisos e 22% votariam em branco ou nulo.

Governador Mauro Mendes (DEM) abre frente considerável em possível confronto com o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB)

Quando a disputa é com o ex-deputado federal, Nilson Leitão (PSDB), a vantagem do governador é ainda maior. De acordo com a Percent, Mauro vai a 42% contra 13,3% de Leitão. Indecisos somaram 23,1% e 21,6% optaram por anular ou votar em branco.

Ex-deputado federal, Nilson Leitão (PSDB), não empolga eleitor de Várzea Grande

Em um cenário mais ampliado, Mauro segue na frente, alcançando mais do que o dobro do segundo colocado. Neste quadro, Mendes tem 30%, o senador Wellington Fagundes é o segundo com 13,8%, seguido por Emanuel Pinheiro com 12,5% e a deputada federal, Rosa Neide (PT), que abocanhou 12,3%. Os indecisos somaram 17,3% e não responderam 3,8%. Por fim, brancos e nulos totalizaram 10,3%.

Mesmo com vários adversários, Mauro Mendes lidera com folga disputa pelo Governo do Estado

A PercentBrasil investigou também a rejeição dos principais nomes que podem eventualmente concorrer ao Governo. Pinheiro é o mais rejeitado com 32,5%, seguido pelo governador que registrou 15,3%, número baixo se levar em consideração o desgaste que ele teve no processo de recuperação fiscal de Mato Grosso. Os demais ficaram assim: Nilson Leite 6,5%, Rosa Neide 4,8%, Wellington Fagundes 1,8%, ninguém 6,1% e não responderam 33%.

Por conta de operações na Saúde Pública, prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), foi o mais rejeitado em eventual disputa ao Governo na cidade de Várzea Grande

“O Mauro (governador) está consolidado, oscilando entre 30 e 42% dos votos em Várzea Grande. Entre os seus possíveis concorrentes, faço um alerta: a deputada federal, Rosa Neide, conseguiu absorver a forte popularidade do ex-presidente Lula. Se ele colocar as mãos nela, entendo que deputada do PT será a principal adversária do governador, em 2022”, analisou Ronye Steffan, diretor-geral da PercenteBrasil.

Para sondar como anda a lembrança dos eleitores quanto aos possíveis candidatos ao Governo, a Percent ouviu ainda os entrevistados na modalidade espontânea, quando não é apresentado nomes no momento da abordagem. O quadro ficou assim: Mauro 9%, Emanuel 3,5%, Wellington 3,5%, Rosa Neide 1,5%, Nilson Leitão 1%, nulos e brancos 6,8% e indecisos 74,7%.

Mais de 74% dos entrevistados ainda estão indecisos quanto ao voto para governador de Mato Grosso

 

 

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana