conecte-se conosco


Política MT

Mauro garante que redução de despesas já possibilitou repasses à Saúde e realização de obras em vários municípios

Publicado

Governador destacou economia significativa em gastos com viagens aéreas, por exemplo, que passaram a ser feitas em voos comerciais

O governador Mauro Mendes (DEM) destacou durante entrevista á rádio Capital FM na última segunda-feira (5), que as medidas adotadas para reduzir despesas e controlar os gastos públicos já resultaram em uma economia significativa que possibilitou a realização de obras e a regularização dos repasses para a Saúde a vários municípios. “Gastávamos, por exemplo, R$ 11 milhões, com internet na Educação. Hoje, pagamos R$ 3 milhões. Na saúde, a atenção básica, que é cuidar dos postinhos de Saúde, tinha 11 meses de atraso. Em 2018, foi pago apenas o mês de janeiro. A média e alta complexidade estava com 6 meses de atraso”, lembrou.

“Este ano, estamos em dia. Na atenção básica, pagamos todos os meses. E aquele atrasado do ano passado, em alguns programas, conseguimos atualizar”, completou.

Outro ponto de economia destacado pelo governador foi com relação ao corte de gastos como em viagens áreas que passaram a ser feitas em voos comerciais ao invés de jatinhos particulares como era no governo anterior. Segundo o democrata, somente nesse item, a economia já é de R$ 900 mil

“O governo anterior gastou, no primeiro quadrimestre em 2018, mais de R$ 1 milhão só de voo no gabinete e na Casa Militar. Eu gastei pouco mais de R$ 100 mil, porque não estou indo para Brasília de jatinho, estou indo em voo de carreira”, comparou.

Com relação a infraestrutura, Mauro Mendes garante que mais de 100 obras foram retomadas no Estado. “As licitações do Governo, por exemplo, já começaram a ter briga, porque as pessoas já perceberam que o Governo está pagando em dia. Este ano, tenho certeza, vamos entregar obras que estavam paradas há cinco ou seis anos”, garantiu.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política MT

Justiça Eleitoral de MT estende horário de atendimento para regularização de títulos durante esta semana

Publicado


Mudança vai facilitar que o eleitor faça a revisão biométrica. Unidades irão funcionar das 9h às 18h

A Justiça Eleitoral de Mato Grosso estendeu o horário de atendimento nas centrais e nos cartórios eleitorais. Atualmente, o período é entre 7h30 e 13h30, mas desta segunda-feira (17) até sexta-feira (21), as unidades irão funcionar das 8h à 18h.

Porém, a mudança de horário não vale para os postos eleitorais instalados nas unidades do Ganha Tempo ou em outra instituição parceira. Nestes locais o expediente segue o horário normal.

Até dezembro de 2019, quase 600 mil eleitores estavam com o título cancelado no estado, por não fazerem a revisão biométrica. Em Cuiabá são 145.509 cancelamentos e em Várzea Grande, na região metropolitana, 65.380.

A inscrição cancelada pertence ao eleitor que não atendeu a convocação da Justiça Eleitoral para fazer a revisão de dados com cadastro biométrico ou não votou em três eleições consecutivas, as quais não tiveram a ausência devidamente justificada.

O eleitor é obrigado a comparecer na revisão com cadastro biométrico. Quem não atendeu a convocação teve o título cancelado e tem até o dia 5 de maio deste ano para regularizar. Caso não faça a biometria, o eleitor não poderá votar.

Até dezembro, dos 2,1 milhões de eleitores aptos em Mato Grosso, haviam 503.718 eleitores com os títulos cancelados e 25.564 suspensos.

 

Continue lendo

Política MT

Mauro Mendes sinaliza que poderá fazer nova reforma administrativa e compara Estado a iniciativa privada

Publicado


Mendes disse que o governo precisa simplificar o atendimento ao cidadão e desburocratizar o acesso aos serviços

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), deixou subentendido que pode promover outra reforma administrativa este ano para melhorar a eficiência do serviço prestado ao cidadão. Apesar de deixar claro que a prioridade imediata é concluir a reforma da previdência e aprovar o projeto de lei Cota Zero, o democrata disse que pretende desburocratizar o serviço público no Estado e equipará-lo com o setor privado.

“A administração pública, como qualquer administração, precisa, constantemente, fazer uma reflexão interna da sua eficiência e da sua competitividade. Isso é muito comum na iniciativa privada. Empresas que não fazem isso sucumbem durante o tempo porque vêm outras mais eficientes, que se atualizam melhor e que acabam ofuscando a atuação em mercado destas empresas”, durante visita que fez à Assembleia Legislativa.

Mauro Mendes disse que o governo precisa simplificar o atendimento ao cidadão e desburocratizar o acesso aos serviços para que estes custem menos aos bolsos dos contribuintes, a exemplo do que é feito na iniciativa privada.

“O governo precisa entrar neste jogo. O governo brasileiro, os governos dos Estados e dos Municípios precisam buscar a eficiência para custar menos e produzir um resultado melhor para a sociedade e para o cidadão. Este é o esforço, que neste ano, será uma das grandes prioridades da nossa administração”, completou.

Em janeiro do ano passado, logo no primeiro mês de administração, o governo fez um reforma administrativa e reduziu o número de secretarias estaduais para extinguir cerca de 3 mil cargos comissionados. Também mexeu na Lei de Responsabilidade Fiscal Estadual e em alguns impostos. Ao longo do ano, aprovou uma minirreforma fiscal.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana