conecte-se conosco


Geral

MT registra 18.356 casos e 706 mortes por coronavírus; 226 pacientes estão na UTI e quase 7 mil recuperados

Publicado

Nas últimas 24 horas foram registrados 968 novos casos e 43 mortes

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quinta-feira (2), 18.356 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 706 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. As 43 mortes mais recentes envolveram residentes de Cuiabá, Paulo Ramos (MA), Sorriso, Pontes e Lacerda, Sinop, Várzea Grande, Barra do Garças, Ipiranga do Norte, Rondonópolis, Nobres, Cáceres, Nova Santa Helena, Primavera do Leste e Juína.

Dentre os 20 municípios com maior número de casos de Covid-19, estão Cuiabá (4.342), Várzea Grande (1.396), Rondonópolis (1.341), Sorriso (796), Lucas do Rio Verde (714),  Primavera do Leste (696), Tangará da Serra (686), Sinop (493), Nova Mutum (487), Pontes e Lacerda (444), Campo Verde (376), Confresa (318), Cáceres (314), Barra do Garças (246), Colíder (236), Campo Novo do Parecis (226), Querência (215), Sapezal (205), Peixoto de Azevedo (182) e Jaciara (175).

Nas últimas 24 horas, surgiram 968 novas confirmações no Estado. A área técnica ainda esclareceu que foram corrigidas 13 ocorrências de duplicidade no sistema. Além disso, um caso anteriormente notificado em Confresa foi reposicionado para Santa Cruz do Xingú, município de residência do paciente.

Dos 18.356 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 10.002 estão em isolamento domiciliar e 6.985 estão recuperados. Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 226 internações em UTI e 299 em enfermaria. Isto é, a taxa de ocupação está em 94,2% para UTIs e em 43,9% para enfermarias.

Considerando o número total de casos em Mato Grosso, 51% dos diagnosticados são do sexo feminino e 49% masculino; além disso, 4.946 pacientes têm faixa-etária entre 31 a 40 anos. O documento ainda aponta que um total de 20.784 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 1.423 amostras em análise laboratorial.

Os pacientes são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios. Mais informações estão detalhadas na Nota Informativa divulgada diariamente pela SES disponível neste link, a partir das 17h.

Cenário nacional

Nesta quinta-feira (2), o Governo Federal confirmou 1.496.858 casos da Covid-19 no Brasil e 61.884 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 60.632 óbitos e 1.448.753 casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

 

 

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Manobras feitas na contramão estão entre as infrações mais frequentes registradas no trânsito de Cuiabá

Publicado

A Secretaria de Mobilidade Urbana está instalando câmeras que registram esse tipo de ilegalidade

A realização de manobra na contramão está entre as infrações mais frequentes no trânsito, registradas pela Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob). Diante desse cenário, tendo a preocupação voltada para a oferta de serviços com qualidade e segurança aos motoristas e pedestres, um dos novos equipamentos de fiscalização eletrônica que está sendo instalados nas vias da Capital é a câmera que registra esse tipo de ilegalidade.

Um dos pontos que receberam destaque, por conta do alto registro de acidentes, é o encontro entre as avenidas General Mello e Miguel Sutil. No local, mesmo com a existência de toda sinalização necessária, os condutores insistem em efetuar a arriscada manobra de conversão na contramão. A região é uma das que já receberam a instalação de uma câmera.

Por se tratar de um equipamento híbrido, fará o registro de infrações como velocidade, avanço semafórico, parada sobre a faixa e conversão indevida. Por enquanto, a nova ferramenta ainda está em fase de testes, apenas como caráter orientativo aos motoristas. “A partir do momento que forem validadas as infrações, a Semob fará ampla divulgação para orientar e informar da existência desse equipamento de controle”, disse o supervisor do Centro de Controle de Mobilidade Urbana, Fabiano Dimitrio.

Conforme estabelecido no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), consta no capitulo XV que trata das infrações, artigo 9º, é considerada infração grave, com penalidade de multa, executar operação de conversão à direita e ou à esquerda em locais proibidos pela sinalização. Atualmente são empregadas para o trabalho de monitoramento, 30 unidades. Com essas novas aquisições, o número irá aumentar para 42 câmeras, ampliação de 40%, para as 150 faixas monitoradas.

Os investimentos foram feitos por meio da licitação que resultou na contratação de uma empresa responsável pela manutenção, instalação e fornecimento de todos os equipamentos necessários para fiscalização eletrônica. A medida visa garantir maior segurança tanto dos motoristas como dos pedestres.

Recente levantamento realizado pela Secretaria aponta que as avenidas Fernando Corrêa da Costa, Miguel Sutil e Historiador Rubens de Mendonça são as com maior fluxo de trânsito diariamente e, consequentemente, as que mais registram acidentes. Essas localidades foram tratadas com prioridade na instalação.

Outro investimento foi feito em equipamentos que possuem o sistema em OCR, que permitem a identificação das placas dos veículos, verificar algum tipo de sinistro e ou irregularidade. Além da aquisição de novas câmeras, a Semob investiu também em equipamentos mais avançados em tecnologia, como o aparelho detector de peso.

“Todos esses investimentos, que terão como principais resultados um trânsito mais seguro e tranquilo, fazem parte do pacote de ações da gestão Emanuel Pinheiro, que tem como meta de trabalho transformar Cuiabá em uma cidade boa para se viver”, pontuou o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Antenor Figueiredo.

 

 

 

 

Continue lendo

Geral

Unidades do Detran abertas ao público realizam apenas serviços não disponíveis online

Publicado


Os serviços que estão disponíveis no site da Autarquia ou aplicativo MT Cidadão, não serão realizados presencialmente

Os cidadãos que buscarem atendimento nas 43 unidades do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) que estão abertas para o público, além da necessidade de fazer o agendamento prévio para ser atendido, também deve conferir se o serviço que deseja está disponível de forma online, no site da Autarquia (www.detran.mt.gov.br) ou pelo aplicativo MT Cidadão.

Isso porque as unidades que estão abertas no Estado estão realizando apenas os serviços exclusivamente presenciais, que não estão disponíveis online. “Essa é uma forma de evitar aglomerações além de reduzir a demanda nas unidades com serviços que podem ser feitos via site ou aplicativo”, reforçou o presidente do Detran-MT, Gustavo Vasconcelos.

Nas 43 cidades que estão com o atendimento ao público em funcionamento, os cidadãos podem realizar os seguintes serviços:

Na área de Veículos: transferência de propriedade, emplacamento, emissão de CRV, segunda via de CRV, mudança de característica de veículo, vistoria, mudança de categoria do veículo, inclusão e baixa de financiamento, substituição, gravação e regravação de motor; gravação e regravação de chassi, comunicação de venda, baixa definitiva, troca de placa para Mercosul, serviços de controle veicular (recebimento e liberação de veículos no pátio), auditoria dos processos e serviços de infrações (recurso de defesa e Jari).

Na área de Habilitação: coleta de imagem, primeira habilitação, mudança e adição de categoria, alteração de dados, registro de estrangeiro, transferência de UF/Ciretran, retirada de CNH, indicação de real condutor, exames teóricos digitais (com agendamento próprio).

Como forma de garantir a segurança dos usuários e servidores, o Detran-MT disponibilizou kit contendo máscara, luva e álcool em gel para todos os servidores, bem como álcool 70% na entrada da unidade para os usuários com atendimento agendado. Também está sendo respeitado o distanciamento mínimo para contato entre usuários e servidores.

Agendamento

Nas unidades que estão em funcionamento, o cidadão será atendido somente por agendamento, para evitar aglomeração. Para isso, deve acessar o site do Detran-MT (www.detran.mt.gov.br) e clicar na mensagem de tela (pop up), que irá direcionar à página de agendamento.

Ao entrar na página, deve preencher o formulário com os seus dados pessoais, escolher qual das 43 unidades deseja ser atendido e agendar a data e o horário para o atendimento presencial.

 

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana