conecte-se conosco


Geral

Mato Grosso recebe 23 mil doses de vacinas Pfizer nesta sexta-feira para imunização de crianças de 5 a 11 anos

Publicado

Imunizantes estão previstos para chegarem às 16h15

O Ministério da Saúde informou ao Estado de Mato Grosso a alteração do horário da entrega de 23 mil doses de vacina da Pfizer para imunização contra Covid-19 de crianças de 5 a 11 anos. As doses estavam previstas para chegarem às 8h30 desta sexta-feira (14), mas, após mudança da programação por parte do Governo Federal, a previsão é para que a nova remessa chegue às 16h15 desta sexta, no aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande.

Todas as informações e recomendações sobre a aplicação da vacina contra Covid-19 para crianças de 5 a 11 anos foram repassadas aos secretários municipais em reunião ocorrida nessa semana com o Secretário Adjunto de Vigilância em Saúde da SES, Juliano Mello. O documento com as recomendações da Anvisa pode ser acessado neste link. 

Logística

Imediatamente após a chegada do imunizante, as equipes da Vigilância Estadual trabalham no recebimento das doses, que consiste na conferência da quantidade, catalogação e no encaixotamento para retirada dos municípios.

Conforme Resolução da Comissão Intergetores Bipartite (CIB) nº 126 de 2021, as novas doses das vacinas contra a Covid-19 passarão a ser distribuídas mediante solicitação das gestões municipais.

A medida se deve ao risco de perda de doses, devido ao prazo de validade, e à baixa procura por imunização em alguns municípios. Desta forma, será encaminhado um quantitativo compatível com a necessidade local.

Essa logística já ocorre com todos os outros imunizantes da Campanha Nacional de Imunização e, agora, também passa a valer para as vacinas contra a Covid-19. As solicitações deverão ser feitas por meio do Sistema de Insumos Estratégicos em Saúde (Sies), conforme fluxo já estabelecido com as demais vacinas.

A Resolução ainda prevê que os municípios deverão solicitar o quantitativo de doses uma vez por semana, às sextas-feiras. A entrega das doses será realizada na semana seguinte.

Até o momento, Mato Grosso já recebeu 6.701.217 doses de imunizantes contra a Covid-19 e aguarda a chegada da primeira remessa para crianças de 5 a 11 anos.

 

 

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Crimes de homicídio reduzem quase 40% em Cuiabá e Várzea Grande, menor índice em duas décadas

Publicado

A Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), unidade da Polícia Civil responsável pelas investigações de homicídios na Região Metropolitana de Cuiabá, encerrou 2021 com um índice de resolutividade de 69,12% dos inquéritos policiais. Juntas, as duas cidades registraram 81 homicídios dolosos, o menor número dos últimos 20 anos na região Metropolitana da Capital, que tem uma população de quase um milhão de habitantes.

Conforme dados de homicídios reunidos nos últimos anos e considerando a série histórica que vem sendo estudada pela DHPP desde 2008, o ano de 2014 foi o que registrou mais homicídios, com 470 assassinatos. No comparativo de 2020 com os números do ano passado, a redução na Região Metropolitana foi de 39,55%.

Considerando apenas a cidade de Cuiabá, que registrou 45 homicídios no ano passado e 82 no ano anterior, o decréscimo foi ainda maior, de 45,12%. Já em Várzea Grande, a redução ficou em 30,77%, com 36 mortes dolosas registradas no ano passado contra 52 em 2020.

Os dados foram apresentados nesta quinta-feira (20) à imprensa pelo delegado titular da DHPP, Fausto Freitas, que pontuou a integração da equipe da unidade especializada, que conta atualmente com seis delegados para a investigação de homicídios consumados, dois na apuração de tentativas de homicídio e um profissional que coordena o Núcleo de Pessoas Desaparecidas.

“A delegacia alcançou a marca de resolutividade em quase 70% dos homicídios dolosos cometidos no ano passado, um número acima da média nacional e que nos impulsiona a fazer o melhor a cada ano”, destacou Fausto, destacando que a redução dos homicídios é um trabalho integrado, que tem a repressão como prevenção e alcançou, desta forma, um índice de 7,2 mortes a cada 100 mil habitantes em Cuiabá, número que está dentro dos padrões aceitáveis considerados pela Organização das Nações Unidas.

“Temos também um trabalho de excelência na área de inteligência e a eficiência da equipe da delegacia. “Desta forma, a população compreende que o autor do crime contra a vida será responsabilizado e punido”.

A Delegacia de Homicídios instaurou 121 novos inquéritos e concluiu 204 que incluem casos referentes a anos anteriores ocorridos nas duas. Do total de investigações concluídas, 141 delas tiveram a autoria criminal identificada.

Núcleo de Pessoas Desaparecidas

O núcleo atua na apuração de desaparecimento de pessoas na Região Metropolitana e obteve no ano passado uma taxa de 93,15% de localização. Significa que dos 728 registros de desaparecidos em Cuiabá e Várzea Grande, 658 foram localizados no ano passado.

O NPD também auxilia delegacias do interior do estado e foi responsável pela criação de um banco de dados virtual que reúne informações de pessoas desaparecidas no estado, que tiveram o registro realizado na Polícia Civil.

Mortes a mando de facções

No ano passado, a DHPP organizou e reuniu em um mesmo cartório da unidade policial todas as investigações cujos indícios apontam para o envolvimento de integrantes de organizações criminosas.

O trabalho foi adotado para otimizar a atuação das equipes policiais na apuração de homicídios consumados relacionados ao mesmo grupo criminoso o que, na opinião do delegado titular da DHPP, Fausto Freitas, auxilia a polícia a entender melhor como agem esses criminosos e como a força policial pode trabalhar para esclarecer os crimes e chegar às prisões dos autores.

“O núcleo operacional criado para atuar especificamente nesse tipo de investigação consegue, desta forma, fazer um enfrentamento mais qualificado ao tipo de homicídio praticado, unindo informações que às vezes estavam espalhadas em outras equipes. Com todas concentradas em uma única equipe, é possível identificar as ligações entre vários crimes ocorridos, conhecendo as regiões, locais de ocorrência, quem está por trás”, reforçou Fausto.

Continue lendo

Geral

Cuiabá terá centro multiuso de R$ 3 milhões com espaço para shows, reunião e bares

Publicado

Os moradores da região Oeste da Capital devem ganhar um novo equipamento para desenvolver atividades culturais, comunitárias e associativas. Para atender essa importante demanda, a Prefeitura de Cuiabá publicou nesta quinta-feira (20) o aviso de abertura de licitação, visando à contratação de empresa de engenharia para construção de um centro de multiuso, no bairro Barra do Pari.

A concorrência nº 001/2022 é coordenada pela Secretaria de Obras Públicas, em parceria com a Secretaria Adjunta Especial de Licitações e Contratos, e tem a primeira sessão pública marcada para o dia 21 de fevereiro. De acordo com o edital, o valor estimado para aplicação na construção é de R$ 3.049.351,69, fruto de um convênio celebrado entre o Município e o Ministério da Defesa.

“A gestão Emanuel Pinheiro tem buscado ampliar a construção desses espaços onde a população pode utilizar de forma diversificada. São estruturas que fortalecem as comunidades e isso reflete em um Cuiabá melhor para todos, mais justa socialmente. Essa licitação é o primeiro passo para garantir um importante benefício para o Barra do Pari e dezenas de bairros vizinhos”, comenta o vice-prefeito e secretário de Obras Públicas, José Roberto Stopa.

Segundo o projeto elaborado pelo Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Urbano (IPDU), a estrutura terá dois pavimentos e será levantada em uma área de mais de 6 mil metros quadrados, situada entre as ruas C e D do bairro Barra do Pari. A previsão é de que, a partir da conclusão do processo licitatório e da assinatura da ordem de serviço, a obra seja executada em oito meses.

O centro multiuso será composto por dois salões para eventos, sendo um deles com palco; banheiros masculino e feminino; cozinha; espaço reservado para bar/lanchonete; salas de reuniões; circuito administrativo, com salas para diretoria, secretaria e assessoria; e depósito. Além disso, o equipamento comunitário contará com vagas de estacionamento cobertas, no subsolo, e outras na área externa.

A obra planejada para o Barra do Pari faz parte de um trabalho contínuo desenvolvido pela gestão do prefeito Emanuel Pinheiro, que tem como principal objetivo garantir segurança e conforto na utilização dessas estruturas. Os centros multiuso são importantes áreas de convívio, onde os moradores têm a oportunidade de realizar atividades sociais, de capacitação, de lazer, integração e ainda debater sobre demandas das comunidades.

 

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana