conecte-se conosco


Mato Grosso

Mato Grosso fará parte da mobilização pelo emprego e produtividade

Publicado

A “Mobilização pelo Emprego e Produtividade”, iniciativa do Ministério da Economia por meio da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (Sepec), foi lançada nesta quinta-feira (29.08) em Cuiabá, pelo secretário Carlos da Costa.

A iniciativa busca mapear os entraves que prejudicam o desenvolvimento da economia local e apresentar soluções para dar competitividade ao empresariado. “Para o Brasil voltar a crescer é preciso reduzir burocracia e dar viabilidade econômica ao país”, disse Costa.

O movimento é realizado em parceria com os governos estaduais e o Sebrae. O secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, afirmou que os objetivos estão alinhados em relação à desburocratização e o desenvolvimento de Mato Grosso, gerando emprego e renda.

“Um exemplo deste alinhamento é a recente reinstituição dos inventivos fiscais feita pelo Governo Estadual por meio de lei aprovada em julho. Houve uma simplificação que, somada à segurança jurídica que a lei dá, traz às empresas um ambiente de investimento e, por consequência gera empregos e melhores salários”, explicou.

O diretor presidente do Sebrae, Carlos Melles, reforçou o papel do serviço de estar próximo dos municípios e auxiliar pequenos e micro empresários na gestão e qualificação de seus negócios.

“São estes empresários que fazem a diferença nas economias locais. Ainda há desafios como melhorar a lucratividade e também trabalhar a exportação, além de debater com as instituições financeiras taxas mais interessantes. Mas hoje temos confiança no desenvolvimento do País”, afirmou.

Um aplicativo para celular está disponível para que os empresários obtenham mais informações sobre o movimento e também contribuíam com sugestões. É o Mobiliza Brasil e para baixar, basta clicar em mobilizabrasil.economia.gov.br.

Participaram da cerimônia o presidente da Associação Mato-grossense de Municipios (AMM), Neurilan Fraga, o conselheiro consultivo da Federação das Indústrias de Mato Grosso (FIEMT), Jandir Milan, o presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Mato Grosso (Facmat), Jonas Alves de Souza, o vice-prefeito de Cuiabá, Niuan Ribeiro, o deputado estadual Xuxu Dalmolin, e o secretário adjunto de Indústria, Comércio, Minas e Energia, Celso Banazeski, o superintendente do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Daniel Latorraca.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

MT Nascentes: confira o resultado do maior de todos os editais da Lei Aldir Blanc em Mato Grosso

Publicado


Após adiamentos para consolidar a análise criteriosa das propostas inscritas no MT Nascentes, a Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) divulgou no início desta terça-feira (01.12) o resultado preliminar do  maior de todos os editais da Lei Aldir Blanc em Mato Grosso.

A seleção pública, que recebeu 1.168 inscrições, conta com R$ 16,35 milhões para atender 445 projetos dos mais variados segmentos artísticos e culturais do estado. Inicialmente, a lista de projetos selecionados, classificados, inabilitados e desclassificados está relacionada por ordem alfabética dos nomes dos proponentes. Até o fim do dia, a mesma lista será publicada com a relação dividida por segmento/categoria. 

Artes cênicas e visuais, literatura, música, artesanato, patrimônio histórico, infância e culturas de matrizes africanas, urbanas e LGBTIA+ foram acolhidas no edital, que contempla ainda ações formativas, bibliotecas comunitárias e produções audiovisuais.

O segmento com mais projetos apresentados foi o da música, com 25% de inscrições, seguido por artes cênicas (14,90%) e literatura (13,90%). As categorias com menos propostas inscritas foram as de implantação, revitalização e valorização de bibliotecas comunitárias. 

Com demanda livre na maior parte das oportunidades, as propostas puderam ser apresentadas no formato de execução desejado pelo proponente. Nesses casos, só precisavam ter relação direta com a manifestação artística referenciada na categoria disputada.

Entretanto, as ações formativas, os projetos relacionados às bibliotecas comunitárias e a produção de audiovisuais deviam ser inscritas com formatos especificados na seleção pública. O audiovisual, por exemplo, abrangia os formatos de documentário, animação, game ou ficção.

Assim como nos demais editais da Lei Aldir Blanc lançados pela Secel, o MT Nascentes levou em conta as condições sociais e econômicas dos proponentes nos critérios de seleção. Também foram ponderados aspectos norteadores como relevância, efeito multiplicador e viabilidade do projeto.

Resultado e recursos

O resultado preliminar está disponível no site www.cultura.mt.gov.br/editais. Link direto da lista AQUI.

Constam como selecionados os projetos com maiores pontuações considerando a quantidade a ser contemplada na respectiva categoria. A relação de classificados se refere às propostas habilitadas mas que não receberam pontuação suficiente para as vagas disponíveis. As inscrições que não apresentaram toda a documentação exigida no edital são relacionadas como inabilitadas. Já os projetos que obtiveram pontuação abaixo de quarenta pontos ou que zeraram nos itens relacionados aos aspectos norteadores foram listados como desclassificados.

A lista de projetos selecionados pode variar após o julgamento dos recursos. Os proponentes que desejam recorrer devem requerer e encaminhar os itens necessários para reavaliação até no máximo quinta-feira (03.12), já que o prazo para recurso é de dois dias após a publicação do resultado.

As solicitações de informação e de reavaliação devem ser encaminhadas ao e-mail [email protected]br

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Secretário é internado e passa por exames

Publicado


O secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, foi internado em um leito de Terapia Intensiva (UTI) na noite de segunda-feira (30.11). Ele realizou diversos exames e segue sendo medicado. 

O Governo de Mato Grosso aguarda o boletim médico que deve ser emitido nesta terça-feira, dia 1° de dezembro, para saber o quadro de saúde do secretário.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana