conecte-se conosco


Política Nacional

Márcio França ficará “neutro” no 2º turno: “Não estou convencido”

Publicado


source
Márcio França
Governo do Estado de São Paulo/Divulgação

Márcio França não apoiará nenhum candidato no segundo turno

Candidato pelo PSB no primeiro turno, Márcio França não seguiu o posicionamento de seu partido, que apoiará Guilherme Boulos (PSOL), e declarou que ficará “neutro” no segundo turno das eleições para a Prefeitura de São Paulo.

Em nota divulgada em suas redes sociais, o ex-governador afirmou que respeita os candidatos escolhidos pela população, mas que não está convencido de suas propostas para apoiá-los na próxima votação.


Confira abaixo o posicionamento de Márcio França:

MÁRCIO FRANÇA SOBRE O 2º TURNO EM SÃO PAULO

Permaneceremos neutros na eleição do 2º turno em SP.!
Reconhecendo méritos importantes nos 2 candidatos escolhidos para o 2º turno, e seguros de que a soberania popular se expressou . Respeitamos !
Porem, estamos certos que aqueles mais de 728 mil cidadãos, que pensaram como eu, e que deram seu voto ao nosso projeto para dirigir a Capital, não se encontram nas propostas e nos perfis dos candidatos pré-selecionados.
Não faço o que não estou convencido,
Nem meus eleitores .
Não aceito empurrões .
A democracia sempre estará certa e respeito resultados, assim , desejo sorte aos dois candidatos.
Agradeço mais uma vez o apoio do meu partido e de aliados que estiveram conosco na jornada, bem como dos candidatos a vereador e nossos apoiadores, rogando para que agora, por sua própria consciência e percepção, ajudem a eleger aquele que entenderem que poderá nos conduzir bem , nos próximos difíceis 4 anos.
Eleições passam e chegam outras. Estaremos prontos , sempre.
São Paulo merece o melhor .

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política Nacional

Internado com Covid-19, Maguito chorou ao saber que foi eleito em Goiânia

Publicado


source
Maguito Vilela
Reprodução

Maguito Vilela (MDB) está há mais de um mês internado em tratamento contra a Covid-19

O filho de Maguito Vilela (MDB) disse que o pai deixou “escorrer algumas lágrimas” ao ser informado que foi eleito para prefeito em Goiânia . A notícia chegou até ele na noite deste domingo (29), após reduzirem o nível de sedação do político, que se mantém nternado em um tratamento conta o novo coronavírus há mais de um mês.

Daniel Vilela , filho de Maguito , disse ao G1 que o resultado das eleições foi um momento especial.

“Ontem foi um dia especial não só pela eleição, mas de notícias muito boas sobre a recuperação dele. Foi reduzida bastante a sedação. Ele chegou a ficar bem acordado, à noite foi até comunicado a ele que ele havia ganhado a eleição, e ele acabou [deixando] escorrer algumas lágrimas, chegando a ficar emocionado”, disse.

Maguito foi hospitalizado em Goiânia, mas com a piora do quadro clínico precisou ser transferido para o Hospital Albert Eintein , em São Paulo, no dia 27 de outubro. Atualmente, Maguito está respirando com ajuda de aparelhos.

O pneumologista Marcelo Rabahi, que está acompanhando o caso, analisa se o paciente irá conseguir respirar sem ajuda após uma avaliação prevista para esta terça-feira (1º).

Continue lendo

Política Nacional

Projeto define regras para ações nutricionais envolvendo pessoas autistas


Publicado


O Projeto de Lei 4689/20 altera a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista e estabelece que todas as ações de promoção, proteção e recuperação da saúde de pessoas autistas relacionadas à nutrição devem obedecer a evidências científicas de eficácia e segurança. O texto tramita na Câmara dos Deputados.

De acordo com a proposta, o profissional de saúde encarregado da ação deverá seguir protocolos clínicos e diretrizes terapêuticas definidos por autoridade competente, a fim de não expor essas pessoas a riscos desnecessário.

Ricardo Amanajás/Agência Pará
Criança com autismo e duas profissionais de saúde, todos com máscaras, em torno de uma mesa redonda
Acompanhamento da saúde de autistas deve seguir evidências sobre nutrição

Os deputados Aline Gurgel (Republicanos-AP), João Roma (Republicanos-BA) e Maria Rosas (Republicanos-SP), autores do projeto, ressaltam que diversas doenças que afetam o estado nutricional do paciente, como diabetes, obesidade, desnutrição e intolerância a glúten e à lactose, têm potencial para atingir com mais facilidade os autistas em razão de características intrínsecas a eles.

“Uma delas se refere à rigidez comportamental, que leva pessoas com autismo muitas vezes a dietas ditas ‘monótonas’, em que a pouca variação do cardápio pode predispor a deficiências seletivas de nutrientes”, diz a justificativa que acompanha a proposta.

“Além disso, em razão de alterações da sensibilidade tátil, pode haver aversão a determinados tipos de alimentos (por exemplo, alimentos de consistência cremosa), o que demanda um diagnóstico correto, pois a conduta nesses casos inclui terapia ocupacional visando o tratamento dessa alteração neurossensorial”, finaliza a justificativa.

Saiba como tramitam projetos de lei

Reportagem – Murilo Souza
Edição – Cláudia Lemos

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana