conecte-se conosco


Tecnologia

Marca lança cachorro robô mais rápido do mundo que acompanha dono; assista

Publicado


source
Cachorro robô da Unitree Robotics
Reprodução/YouTube/Unitree Robotics

Cachorro robô da Unitree Robotics

A empresa chinesa Unitree Robotics lançou um cachorro robô chamado Unitree Go1. A empresa afirma que o modelo é o robô com quatro apoios mais rápido do mundo, alcançando velocidade de 17 km/h.

Em um vídeo de demonstração, o robô é usado para acompanhar seu dono em uma corrida, carregando sua garrafa de água. Em seguida, a dupla aparece no supermercado, onde o “cachorro” carrega as compras do humano nas costas.

É claro que esse tipo de robô pode ter fins bem mais complexos. O famoso cachorro robô da Boston Dynamics já tem aplicações industriais e até militares . Mas parece que a empresa chinesa não quer concorrer nesse nicho com o Unitree Go1 , mostrando que ele pode ser usado em tarefas mais cotidianas.

Cachorro robô Spot, da Boston Dynamics
Divulgação/Boston Dynamics

Cachorro robô Spot, da Boston Dynamics

Além de correr a 17 km/h, o robô também tem um sensor para perceber onde seu dono está. Assim, ele consegue acompanhar sua caminhada ou corrida, estando sempre ao lado.

Outro indicativo de que a Unitree Robotics quer vender seu cachorro robô para usuários comuns é o preço. Enquanto o Spot da Boston Dynamics custa cerca de US$ 74 mil (aproximadamente R$ 375 mil), por exemplo, o Unitree Go1 custa apenas US$ 2,7 mil (cerca de R$ 13 mil).

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

Instagram permite que grupos organizem vaquinhas direto no app

Publicado


source
Novidades no Instagram
Divulgação/Instagram

Novidades no Instagram

Cerca de dois anos depois do lançamento dos adesivos de doação, o Instagram percebeu que muitos de seus usuários têm usado suas ferramentas de arrecadação para criação de “ vaquinhas ”, que têm seu valor posteriormente revertido para organizações sociais. Por conta disso, a rede social criou um mecanismo para facilitar a organização de eventos de arrecadação de fundos como grupos para usuários da plataforma.

O Instagram observou que muitos tipos de arrecadação off-line de fundos são empreendimentos em grupo, como venda de alimentos, como o famoso bolo de pote ou brigadeiros, que são muito comuns no Brasil, e shows de caridade.

Você viu?

Tendo isso em vista, a rede social percebeu que poderia abraçar e cooptar esse espírito de comunidade, permitindo que, após criar uma arrecadação de fundos, os usuários possam adicionar outras pessoas, como amigos e familiares, no rol de organizadores.

Para isso, o usuário deve criar uma arrecadação de fundos e, posteriormente, tocar no ícone de compartilhamento na página de recolhimento de recursos e, logo depois, clicar na opção de “convidar membros do grupo”. A partir daí, o usuário poderá procurar outras contas para convidar pessoas para participar da arrecadação.

Continue lendo

Tecnologia

Caracóis são transformados em “ciborgues” para estudo; entenda

Publicado


source
Caracóis são estudados
Unsplash/Alexas_Fotos

Caracóis são estudados

Para observar o comportamento predatório de uma espécie de caracol , cientistas da Universidade de Michigan adotaram uma estratégia inusitada: transformar os animais em “ ciborgues ” rastreáveis, usando o M3, o menor computador do mundo .

O alvo do estudo é chamado de caracol lobo rosado. Ele foi introduzido nas Ilhas da Sociedade na Polinésia Francesa, na década de 1970, e quase erradicou todas as espécies de caramujos nativos da área, o que representou uma perda devastadora de biodiversidade local.

Você viu?

Mas cinco espécies conseguiram sobreviver, incluindo a Partula hyalina. Agora, por causa da técnica dos “ ciborgues ”, os pesquisadores finalmente puderam descobrir que o hyalina tem menos sensibilidade à luz do sol, o que permite que ele fique perto das bordas da floresta durante o dia, enquanto o rosado precisa se retirar para as sombras. Assim, ele pôde escapar do voraz predador.

Para o futuro, os cientistas esperam que o M3 possa ajudar em outros projetos de conservação, o que significa que mais animais ciborgues podem surgir em breve.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana