conecte-se conosco


Internacional

Manifestações continuam a paralisar Hong Kong

Publicado

Hong Kong continua em estado de muita tensão dois dias após um policial atirar contra um manifestante à queima-roupa.

Manifestantes contra o governo tomaram as ruas cedo na manhã desta quarta-feira (13). Eles levantaram barricadas e jogaram tijolos pelo asfalto para obstruir o tráfego. Alguns serviços de trem também foram afetados. Escolas e universidades, por sua vez, cancelaram as aulas por precaução.

As manifestações atingiram um novo patamar na segunda-feira (11), quando um policial atirou contra um homem de 21 anos. O incidente levou a embates por toda a cidade.

Os confrontos têm paralisado a região semiautônoma por mais de cinco meses. Os manifestantes continuam a pedir por reformas democráticas, mas a chefe do Executivo, Carrie Lam, afirma que a violência não irá ajudá-los a alcançar o objetivo. “Os manifestantes querem paralisar Hong Kong e criar uma situação que impede as pessoas de irem ao trabalho ou à escola. Esses atos são muito egoísta”, afirmou.

A escalada da violência coincide com a preparação da cidade para as eleições distritais que serão realizadas no próximo dia 24. Carrie Lam insiste que seu governo pretende realizar as eleições de forma segura, justa e ordeira.

*Emissora pública de televisão do Japão

Edição:

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Internacional

Mulher vai a manicure mesmo sabendo que está com Covid-19

Publicado


source
Manicure fazendo a unha de cliente
Pixabay/Creative Commons

Funcionária atendeu cliente que estava a Covid-19 e não a avisou

Uma mulher de Washington, nos Estados Unidos, foi à manicure mesmo sabendo que estava a com a Covid-19 , doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2), e após ser questionada pela funcionária se ela tinha tido contato com alguém que estava contaminado antes do serviço que ela prestaria.

A manicure só soube que a cliente havia testado positivo para a Covid-19 um dia depois, quando recebeu uma mensagem da mulher se ela poderia ir novamente ao local por ter esquecido sua carteira. Nesse momento, ela aproveitou para dizer que estava com a doença e pedir que a funcionários ficasse em quarentena.

“Eu me sinto muito e não deveria ter comparecido ao meu agendamento, mas eu precisava muito que as minhas fossem feitas! Eu testei positivo para a doença há dois, então por favor fique em quarentena”, escreveu a cliente.

A manicure respondeu à mensagem e lembrou que tinha perguntado se ela tinha tido contato com a alguém a Covid-19. “Você sabia que eu sou uma pessoa com o sistema imunológico comprometido e legalmente eu não poderia te atender se você tivesse tido contato com alguém [contaminado].”

“Eu estava desesperada para sair de casa! Eu estava em quarentena por dois dias, me desculpe! Eu precisava muito fazer as minhas unhas! Você viu como elas estavam feias”, respondeu a mulher.

Print de mensagens trocadas entre cliente e funcionária
Reprodução/Instagram

Cliente justificou que precisava ter as unhas feitas

Depois da relevação, Taylor, que trabalha num salão chamado Rogue Menai, realizou um teste para a Covid-19 e aguardo o resultado do exame. Ela usou suas redes sociais para divulgar o caso, mas escondeu o nome de sua cliente.

“Vamos proteger a nós mesmos e uns aos outros. Se há algo que aprendi nas últimas 24 horas é que pode haver um punhado de pessoas impensadas como esta ex-cliente que fez isso comigo, mas este mundo é um lugar lindo, com muitas pessoas dispostas a fazer o que está certo. Continue sendo bom para os outros e vamos expulsar esse vírus daqui”, disse a manicure.

Nos comentários, os usuários das redes sociais reprovaram a atitudade da cliente. “E, para todos que continuam comentando, a cliente foi denunciada às autoridades competentes e estou deixando para eles a tarefa de me ajudar a lidar com a situação adequadamente”, escreveu Taylor.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Internacional

Senadora Kamala Harris é escolhida vice de Biden nas eleições dos EUA

Publicado


.

O candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, escolheu nesta terça-feira (11) a senadora Kamala Harris, da Califórnia, como vice para a eleição de 3 de novembro. Ele fez o anúncio em sua conta na rede social Twitter.

Kamala Harris tem 55 anos e será a primeira mulher negra em uma importante chapa presidencial na história dos Estados Unidos.

Biden, que foi vice-presidente nos dois mandatos do ex-presidente Barack Obama, havia dito que escolheria uma mulher como companheira de chapa, e entre as cotadas estava a senadora Kamala Harris.

*Com informações da Reuters

Edição: Denise Griesinger

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana