conecte-se conosco


Internacional

Manifestação contra telescópio no Havaí é realizada em Tóquio

Publicado

Havaianos e simpatizantes fizeram uma manifestação em Tóquio para tentar cancelar um projeto internacional para a construção de um enorme telescópio sobre uma montanha do Havaí, considerada sagrada pelos nativos do arquipélago.

Cerca de 50 manifestantes se reuniram, ontem (1º), na frente da estação de metrô de Shibuya, em Tóquio.

Eles pediram que astrônomos do Japão, Estados Unidos e três outros países desistam de seu plano de criar o maior telescópio refletor do mundo no alto da montanha Mauna Kea, na Ilha do Havaí. O telescópio terá 30 metros de diâmetro se for concluído.

Os manifestantes portavam faixas e distribuíram panfletos exigindo o cancelamento do projeto.

Um havaiano que estava no ato de protesto disse que “eles não estão fazendo isso por não gostar de ciência, mas porque não querem mais ver a montanha ser profanada.”

Uma outra afirmou querer que muitas pessoas no Japão fiquem sabendo da questão, já que há cientistas japoneses participando do projeto.

Leia Também:  Socialistas vencem eleições na Espanha mas perdem força política

Nativos do Havaí e simpatizantes vêm realizando manifestações contra o projeto na base daquela montanha, bloqueando uma estrada que vai até seu topo.

Edição: Kleber Sampaio

Fonte: EBC Internacional
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Internacional

PIB da China tem o menor crescimento em 29 anos

Publicado

A taxa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) da China caiu para o seu mais baixo nível em 29 anos depois de uma disputa comercial de dois anos de duração com os Estados Unidos.

O Escritório Nacional de Estatísticas da China disse hoje (17) que a economia expandiu 6,1% em 2019. Este é o mais baixo nível registrado pela segunda maior economia do mundo desde 1990.

Edição:
Tags: PIB China

Fonte: EBC Internacional
Leia Também:  Extremistas islâmicos atacam base militar em Burkina Faso
Continue lendo

Internacional

Variante do coronavírus provoca segunda morte na China

Publicado

Um vírus que teve origem na cidade de Wuhan, na China, fez esta semana a segunda vítima fatal, anunciaram autoridades de saúde local. Cinco pessoas continuam em estado grave.

O homem de 69 anos foi internado no hospital da região, com as funções renais afetadas e danos graves em vários órgãos, informou a Comissão Municipal de Saúde de Wuhan.

FILE PHOTO: People walk past newly built residential flats in Shenzhen, Guangdong Province, China October 26, 2019. REUTERS/Tyrone Siu/File Photo

Casos de coronavírus preocupam população da China e de outros países    Tyrone Siu/Reuters/direitos reservados

A saúde do paciente, que adoeceu em 31 de dezembro, deteriorou-se nos últimos cinco dias, com miocardite grave [inflamação do músculo cardíaco], função renal anormal e múltiplos órgãos severamente afetados.

Existem pelo menos 41 pessoas afetadas com este novo tipo de pneumonia viral. A primeira morte confirmada foi a de um homem, de 61 anos, que morreu de pneumonia, após as análises terem sido positivas para o vírus.

A Organização Mundial de Saúde alertou para a possibilidade de o surto chegar a outros países. O alerta foi dado depois de terem sido conhecidos casos do coronavírus na Tailândia e no Japão.

O Japão confirmou ontem (16) que um homem de 30 anos foi afetado pelo vírus. Ele havia visitado a cidade de Wuhan no início do ano.

Nesta sexta-feira (17), a Tailândia confirmou um segundo caso ligado ao vírus. É uma mulher, de 74 anos, originária de Wuhan, que estava de quarentena desde que chegou ao país, na segunda-feira, declarou a secretária do Ministério da Saúde Pública, Sukhum Karnchanapimai.

Embora este seja o segundo caso confirmado na Tailândia, Karnchanapimai pediu também aos tailandeses que mantivessem a calma, afirmando que não existe um surto no país.

As autoridades tailandesas garantem que os dois doentes se encontram estáveis e apenas necessitam de mais alguns cuidados antes de receberem alta hospitalar.

Cinco estão em estado grave

A Comissão de Saúde de Wuhan declarou que, dos afetados pelo vírus, 12 pessoas já se encontram recuperadas e receberam alta hospitalar, mas outras cinco estão em estado grave.

A mesma comissão afirmou também que não foi registrado nenhum caso de transmissão de pessoa para pessoa, afirmando que essa possibilidade não pode ser excluída.

Os casos de pneumonia viral alimentaram receios sobre uma potencial epidemia, depois de uma investigação ter identificado a doença como um novo tipo de coronavírus: uma espécie de vírus que causa infecções respiratórias em seres humanos e animais. A transmissão é através da tosse, espirros ou contacto físico.

Segundo as autoridades chinesas, vários infectados são vendedores num mercado de mariscos situado nos arredores de Wuhan, que foi fechado.

O surgimento deste novo vírus fez voltar o medo do reaparecimento do vírus que matou 650 pessoas, entre 2002 e 2003.

Edição:

Fonte: EBC Internacional
Leia Também:  EUA afirmam que míssil norte-coreano não foi disparado de submarino
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana