conecte-se conosco


Política MT

Guilherme Maluf é empossado como presidente do TCE e defende harmonia entre Poderes e proximidade com municípios

Publicado


O governador Mauro Mendes com o vice-presidente do TCE Campos Neto e o presidente empossado Guilherme Maluf

Com honra e humildade, mas com muita disposição e vontade de acertar. Com essas palavras, o conselheiro Guilherme Antonio Maluf abriu o discurso de posse do cargo de presidente do Tribunal de Contas de Mato Grosso para o biênio 2010/2021. Na sessão solene realizada nesta segunda-feira (16), no auditório da Escola Superior de Contas, também foram empossados o conselheiro Gonçalo Domingos de Campos Neto, no cargo de vice-presidente, e o conselheiro interino Moises Maciel, como corregedor-geral.

Na presença de autoridades dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, além de servidores do Tribunal de Contas e convidados, o conselheiro Guilherme Maluf relembrou a sua trajetória política como vereador, secretário de saúde e deputado, e afirmou encarar a Presidência da Corte de Contas como mais uma etapa do caminho que construiu ao longo das últimas décadas.

O presidente empossado, que assume o cargo a partir de 02/01/2020, avaliou que a sua experiência como agente político, aliada à excepcional capacidade técnica dos quadros do Tribunal, contribuirá para aproximar o Tribunal dos municípios, e harmonizar o relacionamento com os poderes e órgãos. “Este Tribunal está cada vez mais preparado para orientar e dar suporte técnico aos gestores municipais e estaduais, exercendo sua função pedagógica, sem perder de vista a missão principal de fiscalizar os gastos públicos”, ressaltou.

Guilherme Maluf também destacou que o Tribunal de Contas exerce um papel indispensável à democracia, na medida em que assegura, na prática, os direitos sociais, como saúde, educação e transporte. “É do Tribunal de Contas a responsabilidade de fiscalizar e garantir que sejam realmente efetivos os direitos sociais, verificando a finalidade dada ao dinheiro público, acompanhando a execução orçamentária e financeira do Estado e dos municípios e contribuindo com o aperfeiçoamento da administração pública em benefício da sociedade”, pontuou.

Maluf anunciou que na sua gestão pretende continuar investindo na modernização do Tribunal, garantindo condições de trabalho e ferramentas eficazes para a área técnica. “Vamos reforçar nossas parcerias com órgãos e instituições, numa perspectiva de ampliar a efetividade das ações. Vamos preparar o TCE de Mato Grosso para a utilização de recursos da inteligência artificial, que já estão sendo adotados em programas pilotos no Tribunal de Contas da União.

Experiência política e administrativa

Escolhido para dar as boas-vindas aos empossados, o atual corregedor, conselheiro interino Isaias Lopes da Cunha, destacou que os três conselheiros que irão compor a Mesa Diretora do TCE-MT no próximo biênio têm muito a contribuir com o controle externo mato-grossense, em razão da experiência política e administrativa. “São pessoas que já foram testadas na administração pública e souberam responder à altura diante das demandas que surgiram”.

Ao citar o currículo de cada um deles, de forma resumida, o corregedor citou a trajetória arrojada do conselheiro Guilherme Maluf, que se formou em Medicina, virou empresário, foi aprovado em concurso público da saúde em Várzea Grande e de técnico legislativo nível superior da Assembleia Legislativa. “Também foi vereador por Cuiabá, secretário de Saúde, e foi eleito para quatro mandatos na Assembleia, assumindo cargos de presidente e 1º secretário da Casa de Leis”.

Quanto ao conselheiro Domingos Neto, Isaias Lopes da Cunha afirmou que ele deixa a Presidência da Corte de Contas bem maior do que quando entrou. Lembrou que, no discurso de posse, há dois anos, Domingos Neto disse que crise se enfrenta com trabalho. “Nesses dois últimos anos o Tribunal não parou, ele amadureceu e se aperfeiçoou”. Destacou ainda a trajetória política de Domingos Neto, como vereador em Várzea Grande e deputado estadual por três mandatos.

Comentou também a trajetória do conselheiro Moises Maciel, que passou por vários concursos em todo o Brasil, atuou no Poder Judiciário, até finalmente ser aprovado como conselheiro substituto do Tribunal de Contas de Mato Grosso. “E ainda se dedica à vida docente e literária”.

‘Gestão se faz com a participação de todos’

Em uma breve retrospectiva dos dois anos de sua gestão, o atual presidente da Corte de Contas, conselheiro Gonçalo Domingos de Campos Neto, que assume a Vice-Presidência do Tribunal em janeiro, lembrou os avanços na área técnica, com a reestruturação, a especialização das Secex, a inauguração do Laboratório de Obras, os programas de capacitação da área técnica e dos membros, o Aplic Estado, e os eventos realizados durante a gestão, como o 1º Laboratório de Boas Práticas.

Domingos Neto destacou que, ao relembrar a experiência vivida e os trabalhos desenvolvidos, percebeu que a gestão se faz com a participação de todos e exige do gestor serenidade, sinceridade, respeito e humildade. “Essa interação com as pessoas me fortaleceu, me trouxe amadurecimento. Tenho um sentimento de dever cumprido e, ao mesmo tempo, reafirmo a minha fé e minha força para a nova missão, que é a Vice-Presidência”.

Controle de prazos

O controle de prazos processuais será um dos desafios do corregedor-geral do Tribunal de Contas, conselheiro interino Moises Maciel, já que, segundo ele, a sociedade anseia pelo tempo de duração razoável de um processo. Ao tomar posse no cargo, ele reforçou que a missão do Tribunal é servir ao interesse público e defendeu a busca pelo bom governo, aquele que traz resultados para o cidadão. Defendeu ainda o diálogo e a harmonia entre os membros da Corte de Contas.

O governador Mauro Mendes concordou que a sociedade deseja que os recursos públicos sejam bem aplicados e que o gestor de qualquer poder, seja Executivo, Legislativo ou Judiciário, precisa entender o novo momento da sociedade brasileira, de desgosto e insatisfação com o agente público, em função dos acontecimentos dos últimos anos, e que o Tribunal de Contas pode ajudar a mudar essa visão. Assim como a iniciativa privada, o governador defendeu que o serviço público também precisa se reinventar, enfrentar velhos problemas e dar o resultado que a população espera.

Além do governador Mauro Mendes e dos três conselheiros empossados, compuseram a mesa da sessão solene os conselheiros interinos Luiz Henrique Lima, Isaias Lopes da Cunha, João Batista Camargo, e Jaqueline Jacobsen; os conselheiros substitutos Luiz Carlos Pereira e Ronaldo Ribeiro; o procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges; o corregedor-geral do Tribunal de Justiça, desembargador Luiz Ferreira Leite; o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho; e o senador Jayme Campos.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

Com sintomas de coronavírus, presidente da Assembleia Legislativa viaja para São Paulo e é internado

Publicado

Eduardo Botelho está internado no hospital Sírio Libanês [F – Angelo Varela]

O presidente da Assembleia Eduardo Botelho (DEM) viajou na noite de segunda-feira (13), para São Paulo e está internado no hospital Sírio Libanês, após apresentar sintomas do novo coronavírus (Covid-19), como febre, dor no corpo e tosse.

Em nota divulgada à imprensa ontem à tarde, a assessoria do parlamentar informou que ele havia realizado exames e aguardaria o resultado em isolamento social.

Porém, conforme apurado pelo O Documento, os sintomas persistiram e Botelho decidiu viajar para São Paulo para realizar novos exames. Eduardo Botelho pode ser o sétimo deputado acometido pelo coronavírus. A doença infectou Faissal Calil(PV), Max Russi (PSB), Paulo Araújo (PP), Thiago Silva (MDB), Wilson Santos (PSBD) e Walmir Moretto (PRB).

 

 

Continue lendo

Política MT

Sinfra atende demandas do deputado Delegado Claudinei em Canarana

Publicado


.

Foto: ANGELO VARELA / ALMT

A população de Canarana  já acompanha a movimentação de operários e maquinários nas vias que ligam a cidade aos municípios mato-grossenses de Paranatinga e Querência. As obras são referentes às pontes de concreto sobre o córrego Canastra 1 e a outra no rio Tanguro, em que fazem parte das indicações de n.° 4.265/2019 e n.° 4.317/2019 do deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) à Secretaria de Estado de Infraestrutura de Mato Grosso (Sinfra).

Com investimento de quase R$ 3 milhões, cada ponte de concreto terá uma extensão de 31 metros, sendo que fazem parte do Programa Pró-Concreto que surgiu de um acordo entre o governo estadual e federal, em 2017, com a expectativa de substituir as pontes de madeiras para concreto.

“Estou ‘atrás’ destas pontes desde 2017. É uma satisfação de felicidade, vai acabar com este problema da cidade e para a região, pois essa estrada da MT-020, ela liga Canarana a Paranatinga. Ela encurta cerca de 200 km de todo o Vale do Araguaia até Cuiabá”, explica o presidente da Câmara Municipal, Ederson Porsch (PTB).

Pontes de Madeira –O vereador reconhece que é preciso ter paciência, pois acredita que é um período longo para a finalização da construção de pontes de concreto. “O pessoal está mobilizado. Estou na torcida por este começo e para que termine. Agradeço todo mundo que se empenhou para essas obras”, agradece Porsch.

Ederson lembra que era um custo muito alto para prefeitura de Canarana, pois a todo momento era necessário reconstruir as pontes de madeira, quando se tornavis intransitável. “Tinha que comprar madeiras, muito tráfego de caminhões, manutenção e refazer os estragos, sem contar os vários acidentes. Agora com as pontes de concreto, acabam estes gastos. Os asfaltos já foram feitos”, comenta o vereador.

Delegado Claudinei reconhece que Canarana gera um grande volume de produção agrícola, o que leva o tráfego de caminhões pesados pelas vias em que estavam instaladas as antigas pontes de madeiras.

“Realmente, os condutores de veículos pesados e moradores penavam com estes problemas estruturais. São vias que fazem o escoamento de milho e transporte de calcário. Agora, todos poderão ficar tranquilos com as travessias com a conclusão das obras. Agradeço novamente a Sinfra e o governo estadual pela gestão para trazer melhorias na infraestrutura e conforto para a população”, disse.

Escola Estadual 31 de Março – Outra indicação apresentada à Sinfra pelo parlamentar, foi a de n.° 2.185/2019, que apontou a necessidade de realizar a construção da Escola Estadual 31 de Março, instalada no município na década de 70.

“A estrutura estava em situação tão precária que os alunos chegavam a estudar em um barracão provisório. No ano passado, eu cheguei até a apresentar um ofício encaminhado pela Câmara de Vereadores do município, pessoalmente para a Secretaria de Estado de Educação (Seduc). Sempre temos que ter agilidade para atender as dificuldades existentes na área da educação, pois isso garante o desenvolvimento social”, afirma Claudinei.

A distância de Canarana até a capital Cuiabá é de cerca de 650 km e conta com uma população estimada de cerca de 20 mil habitantes, conforme dados do Instituto Brasileiro de Estatística e Geografia (IBGE) de 2017.

Fonte: ALMT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana