conecte-se conosco


Política MT

Malouf admite ter administrado caixa 2 na campanha de Taques junto com ex-secretário

Publicado

De acordo com o empresário, ele recebeu R$ 260 mil de R$ 3 milhões investidos na campanha

O empresário Alan Malouf admitiu em depoimento prestado nesta segunda-feira (19) à delegada Ana Cristina Mendes na Sétima Vara Criminal de Cuiabá, que foi o responsável ao lado do ex-secretário Júlio Modesto por operar caixa 2 na campanha eleitoral de 2014 que elegeu Pedro Taques (PSDB) governador do estado. O depoimento faz parte da ação penal que apura irregularidades na Secretaria Estadual de Educação (Seduc) por meio de pagamento de propina por empresários em troca licitações para construção e reforma de escolas no valor de R$ 56 milhões.

Ele informou que o grupo seria composto por três núcleos: de agentes públicos, de operações e de empresários. Estes último, eram responsáveis por angariar o recurso, de forma ilegal, para a campanha de Taques. Modesto, segundo Malouf, era o responsável por recolher o dinheiro junto aos empresários para pagar as dívidas da campanha.

Malouf afirmou ainda que aceitou participara do esquema apenas pra tentar recuperar o dinheiro que havia investido na campanha do tucano. “Dos “R$ 10 milhões investidos na campanha, recebi somente R$ 260 mil, sendo R$ 3 milhões meus e o restante de mais 3 empresários”.

Leia Também:  Presidente da ALMT participa de evento com Bolsonaro e cobra melhorias nas rodovias federais que cortam MT

Questionado se Taques sabia do esquema, o empresário garantiu que sim. “Pedro Taques sabia, inclusive da Seduc, é natural ele negar”.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política MT

Audiência debate alergia alimentar e normas para cantinas nas escolas em Mato Grosso

Publicado

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

As formas de detecção da alergia alimentar foi tema de audiência pública realizada na manhã de sexta-feira (20), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso. O objetivo do evento, de iniciativa do deputado Dr. Eugênio (MDB), foi levantar propostas para a criação de um projeto de lei que traga a implementação normas ao fornecimento da alimentação servida nas escolas públicas ou privadas, atendendo a restrição de cada aluno. Outra proposta levantada após o debate foi a criação de um comitê como Centro de Referência de Apoio às Crianças com alergia alimentar.

O deputado Dr. Eugênio destacou que a alergia alimentar é uma situação cotidiana, de rápida detecção, uma vez que se configura como uma reação do sistema imunológico logo após a ingestão de um determinado alimento. Mesmo uma pequena quantidade, a ingestão de algo que cause alergia desencadeiam sinais e sintomas, que costumam variar de gravidade.

“O grande desafio que temos hoje é fazer exatamente com que as pessoas entendam a dimensão dos problemas envolvendo a alergia alimentar. É levar informação às famílias e ao governo, pórque há como se prevenir de maiores transtornos. É fazer com que todos os grupos envolvidos nessa temática formar, posteriormente, uma associação forte com políticas públicas sobre o tema. Por meio da discussão e conscientização vamos mostrar a importância desse tema para todas as escolas de Mato Grosso e também a sociedade”, explicou o parlamentar.

Como se trata de um tema importante na atualidade, a defensora da conscientização da alergia alimentar em Mato Grosso, Leda Alves tomou a iniciativa de levar a ideia até ao deputado para debater com a sociedade. De acordo com Leda, “por meio do debate queremos trazer à tona o assunto para darmos início a implementação de nossas solicitações”, destaca ela.

Na oportunidade Leda Alves falou que as escolas precisam estabelecer um protocolo alimentar para que elas trabalhem em inclusão.

Leia Também:  Taques diz que fez o possível, mas culpa crises econômica e política por não ter realizado “tudo que sonhou para MT”

“Ao mesmo tempo, precisamos de capacitação tanto para os profissionais dessas escolas, como diretores e professores, assim como para as famílias. O essencial neste momento, a curto prazo, é justamente essa implementação da inclusão das crianças nas escolas por meio de uma alimentação que atenda as restrições alimentares delas”, indica ela.

Para o deputado Dr. João José (MDB) por ser considerada um problema de saúde pública, a alergia alimentar, deve ser debatida como uma das principais pautas de políticas públicas de educação, de assistência, de saúde e alimentação. Ele argumentou que as crianças passam o maior tempo envolvidos dentro das escolas e por isso, defende criação de projeto de lei para combater o problema.

“Trata-se de um tema extremamente importante para a sociedade. É uma iniciativa que precisa partir da Assembleia Legislativa com o propósito de criar um projeto de lei para implementação de alimentações adequadas em escolas públicas e privadas”, propõe ele.

A presidente do Grupo de Celíacos de Mato Grosso, Sílvia Jecev comentou que tratam-se de pessoas que não digerem o glútem, que são o trigo, cevada e aveia.

“Nossa maior dificuldade hoje é encontrar profissionais especializados que entendam e possam tratar a gente. É uma doença sem cura e quando não tratada de forma adequada pode levar a óbito. Precisamos desde um atendimento gastro até ao psicológico, e ainda, uma capacitação para equipe de âmbito escolar para poder saber e também atender os alunos. Enquanto parente não temos o peso de um profissional para poder essa capacitação adequada”, ensina ela.

Uma das saídas propostas pelo deputado Wilson Santos (PSDB) é criar um projeto de apoio para nutrição adequada para essas crianças nas escolas. “É uma audiência que tem um tema fundamental onde é debatido em todas as escolas públicas e privadas do Brasil. Um debate que tem pessoas que passam de forma invisíveis pelo Estado, que está de costas para elas. O Parlamento de Mato Grosso é o que está mais avançado neste quesito. Temos que preparar  o Estado para que ele ofereça acolhimento a essas pessoas. Essa luta pelas minorias é importante”, indicou Santos.

Leia Também:  Juiz acolhe ação do Estado e revoga liminar que suspendia cobrança do Novo Fethab

A coordenadora estadual do Movimento Orgulho Autista Brasil (Moab), Hamara Elizabeth Sarmento Ferreira, advertiu que a audiência é de extrema importância porque abre portas e caminhos para fortalecer o grupo em busca de melhorias nas escolas.

“O autismo e alergia alimentar são dois segmentos totalmente interligados. Estamos aqui tentando juntar esses lados para que possamos ter êxito de agora em diante e mais abertura para os alérgicos”, mostrou ela.

Representando o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, durante a audiência, a enfermeira Luci Emília Grzybowski Oliveira disse que o Estado trabalha com o objetivo da instalação de uma clínica especializada para tratamento de crianças com alergias alimentares.

Ela comentou que uma das alternativas imediatas para a instalação do Centro de Referências está ligada à Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec), criada pela lei nº 12.401 de 28 de abril de 2011, que dispõe sobre a assistência terapêutica e a incorporação de tecnologia em saúde no âmbito do Sistema Único de Saúde.

“Ainda está no início, mas tendo em vista maior a necessidade de resolver esse problema imediatamente, o governo trabalha com agilidade, pois Mato Grosso precisa de um Centro de Referência para tratamento dessa doença”, receitou Luci Emília.

Fonte: ALMT
Continue lendo

Política MT

Policiais militares são homenageados pela Assembleia Legislativa de MT

Publicado

Foto: ELIEL TENORIO PEREIRA

Os policiais militares do 15º Comando Regional da Polícia Militar (CR) da cidade Peixoto de Azevedo-MT foram reconhecidos pelos bons serviços prestados, na última quinta-feira (19), durante uma sessão especial com entrega de moção de aplausos proposta pelo presidente da Comissão da Segurança Pública e Comunitária da Assembleia Legislativa (ALMT) deputado estadual Elizeu Nascimento (DC).

A Polícia Militar é um segmento importante na proteção da sociedade, dando exemplos de dignidade e cidadania, treinando homens para servirem com eficiência a população do Estado. “Tal corporação é bem representada por seus oficiais e praças, como é o exemplo do 15º CR do município de Peixoto de Azevedo, por esse motivo trago o reconhecimento da Assembleia Legislativa”, disse Nascimento.

“Esse é um momento muito importante para o município de Peixoto de Azevedo, a Polícia Militar tem desenvolvido um brilhante trabalhado para nossa população’’, frisou o presidente do Conseg.

Sidney de Paula secretário de governo municipal esteve na sessão especial representando o prefeito Maurício Ferreira e parabenizou o deputado. “ Parabéns deputado pelo trabalho que tem realizado no parlamento, temos acompanhado seu trabalho e observei que a sociedade está muito bem representada”, ressaltou o secretário.

Leia Também:  ALMT vai defender interesse de municípios em disputa judicial por área de 2,2 mi ha

“Quero parabenizar o deputado pelo trabalho que hoje é o representante da PMMT no parlamento estadual, na oportunidade aproveito para postular uma ajuda na compra do armamento para os policiais do Nortão, contamos com seu apoio”, enfatizou o vereador Cleibcesar Lopes de Oliveira.

O subtenente PM Aloisio Marcel iniciou sua carreira militar junto com o sargento Elizeu Nascimento em 1998. “ Tenho a honra de falar que o deputado foi da minha turma, lembro como se fosse hoje dia 10 de julho de 1998 foi a data que nós apresentamos na Esfap, desdá daquela época a polícia militar mudou muito, tivemos a coragem de encarar todo um sistema. Agradeço essa honraria e vemos que nenhum outro parlamentar lembrou da polícia com o senhor tem lembrado”, destacou o Sub Marcel.

 "Temos policiais que nunca receberam uma homenagem durante toda sua carreira, hoje o deputado traz para o 15º CR essa horaria, devo ressaltar que é mais que merecida essa homenagem, todos nossos policiais têm relevantes serviços prestados a comunidade do nortão. No primeiro semestre desse ano, nossos PMs contribuíram na redução de 48% nos índices de roubo e 30% no índice de furtos na região", salientou o comandante do 15º CR Tenente-coronel PM James Jácio Ferreira.

Leia Também:  Empresário culpa “perseguição política” de Pedro Taques por não ter conseguido concluir obras da Copa do Mundo

“Essa moção de aplauso foi conferida em reconhecimento aos serviços que os homenageados vêm prestando ao município de Peixoto de Azevedo na área de segurança pública, respectivamente, e ainda, pela dedicação, competência e objetividade empregadas no exercício de suas atividades voltadas para a segurança dos cidadãos do Nortão”, finalizou o deputado Elizeu Nascimento.

Fonte: ALMT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana