conecte-se conosco


Política MT

Mais de três mil pessoas foram vacinadas no ponto instalado na Assembleia Legislativa

Publicado


Foto: Helder Faria

Desde o dia 26 de abril, mais de 3,2 mil pessoas foram vacinadas no ponto instalado no estacionamento da Assembleia Legislativa de Mato Grosso. O atendimento é feito por servidores do legislativo estadual e da prefeitura de Cuiabá, sendo o município o responsável pelo cadastro e agendamento das pessoas que são vacinadas no local.

Atualmente, a média do polo de vacinação da Assembleia é de mais de 460 pessoas vacinadas por dia. Nesta segunda-feira (3), 615 foram vacinadas no local e hoje (4) 584 pessoas foram imunizadas. 

A gerente de saúde da Assembleia, Ivana Mara Mattos Mello, conta que de 15 a 20 servidores da Assembleia estão trabalhando no atendimento da população no ponto de vacinação. Setores como Coordenadoria Militar, Qualivida (supervisão de saúde da Assembleia) e Espaço Cidadania cederam servidores para esse trabalho. Os funcionários terceirizados da limpeza também dão apoio para o funcionamento do ponto. 

“O atendimento começa às 8h, mas muita gente chega mais cedo. Então a partir das 6h30 já tem funcionários fazendo a recepção, colocando assentos. Temos pessoal no estacionamento para auxiliar os idosos, cadeirantes. Disponibilizamos leitos de estabilização caso algum idoso fique muito ansioso e precise aguardar mais um pouco para tomar a vacina, muitos têm hipertensão”, explica Ivana Mello. 

O atendimento é rápido e ao vir tomar a primeira dose da vacina, as pessoas já saem com o agendamento da segunda dose. O empresário Wagner Avila Nascimento disse ter se surpreendido com a agilidade do atendimento. “Não esperava que fosse tão rápido. Foi tudo certinho e a segunda dose já foi agendada para agosto”, elogiou. Ele acredita que todos devem se vacinar e disse que até tirou uma foto tomando a vacina para incentivar outras pessoas da família. 

A técnica de nutrição escolar Lusmarina Barbosa dos Reis disse que achou ótimo se vacinar perto de casa e com rapidez. “Não esperei nada. Aqui é tudo limpo, organizado e todo mundo é educado”, garante. “Quando teve a epidemia de H1N1 tomar a vacina foi a melhor coisa que eu fiz por mim, porque deixei até de passar mal na época de seca”. Agora na pandemia da Covid-19, ela defende que todos têm de vir tomar a vacina e “dizer sim à vida”. Lusmarina também conta que sempre levou a doença a sério e disse que sempre sai com duas máscaras e com o próprio álcool para higienização das mãos e objetos.

Passo a passo – Para se vacinar contra a Covid-19 na capital, é preciso fazer um pré-cadastro no site da prefeitura de Cuiabá, que é liberado por grupos prioritários. O agendamento será feito automaticamente. Para consultar a data, horário e local da vacinação, é preciso acessar o mesmo site. No dia indicado, é preciso levar documento com foto, comprovante de residência, carteirinha com número SUS e o QR code gerado no site. Já para receber a segunda dose, é preciso levar a caderneta de vacinação e documento com foto. Todo esse processo é de responsabilidade da prefeitura de Cuiabá, que responde a dúvidas pelo e-mail [email protected].

No ponto de vacinação da Assembleia Legislativa, é feita a triagem, o cadastro no sistema do Ministério da Saúde e a vacinação, nas cabines. Após aplicação da dose, quem recebeu a vacina precisa ficar 15 minutos em observação antes de ser liberado. O atendimento é das 8h às 17h, de segunda a sábado.

Fonte: ALMT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

CPI dos contratos na Câmara: relator diz Antenor, da Semob, e Stopa, de Obras, serão convocados

Publicado

O vereador Demilson Nogueira (PP), relator da CPI dos Contratos da Câmara de Vereadores de Cuiabá, afirma que os trabalhos estão adiantados e que os vereadores já trabalham em dois contratos, o dos semáforos, que custou a exoneração do secretário da Semob, Antenor Figueiredo, e o da Eletroconstro, que resultou na operação sócio-oculto da Polícia Civil.

“Nós já delineamos alguns contratos, como o dos semáforos, da Eletroconstro, e mais uns dois ou três contratos para iniciar um trabalho minucioso, para conhecer o que tem nesses contratos. A CPI vai ser criteriosa, temos que devolver para a sociedade o que é cobrado pela população da Câmara Municipal”, disse o relator.

Conforme Demilson Nogueira, “no momento que tivermos os contratos na mão, vamos saber quem são os atores que participaram da execução do contrato. Nós já buscamos contrato, nota de empenho, nota de liquidação, nota de pagamento, fiscais de contrato, buscamos conhecer todos aqueles que tiveram trabalhando ali”, disse.

O vereador adiantou que a CPI deve convocar alguns atores para depoimento. Havendo necessidade de convocar o ex-secretário Antenor Figueiredo, para falar dos semáforos, e o secretário e vice-prefeito José Roberto Stopa, sobre a Eletroconstro, o relator da CPI disse que, se for preciso, “eles serão convocados”.

Segundo Nogueira, “havendo necessidade, pode ter certeza, a CPI não se furtará em convocá-los, até porque nós estamos buscando elucidar esses contratos, essa situação”.

Continue lendo

Política MT

Vendo movimento já em atraso, Botelho confirma debate com executiva do DEM discutir chapas para ano que vem

Publicado

O deputado estadual Eduardo Botelho (DEM), confirmou para a próxima segunda-feira (17), uma reunião da executiva estadual do partido para discutir a formatação de chapas para a Assembleia Legislativa e Câmara Federal, visando as eleições de 2022. Botelho entende que os outros partidos saíram na frente, nessa questão, e que agora o DEM precisa correr contra o tempo.

“Nós temos uma reunião já agendada para a próxima segunda-feira, com todas as lideranças do partido, o governador Mauro Mendes, o senador Jaime Campos, para falarmos sobre o DEM. Vamos traçar uma estratégia para montar uma chapa bem competitiva tanto para federal quanto para estadual”, garantiu Botelho.

Conforme o primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, “os outros partidos correram na frente, deram a largada primeiro, mas nós estamos conversando e agora é hora de mexermos o corpo. A partir de segunda-feira vamos nos reunir e traçar estratégias para buscar pessoas que possam disputar uma vaga para estadual, para federal, senador”, declarou.

Eduardo Botelho afirmou que pretende disputar a reeleição para a Assembleia Legislativa. “Eu sou candidato a candidato a reeleição. Existe a possibilidade de disputar o Senado, mas eu não estou com esse foco. Meu foco é estadual, vou focar em cima disso. Lá na frente, se o partido entender, eu me vejo em condição de disputar e assumir qualquer cargo”.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana