conecte-se conosco


Política MT

Mais de cem deputados são investigados por corrupção ou crime eleitoral; quatro são de Mato Grosso

Publicado

Carlos Bezerra, Neri Geller, Rosa Neide e Juarez Costa: alvos de investigação

Os deputados federais de Mato Grosso, Carlos Bezerra (MDB), Rosa Neide(PT), Juarez Costa(MDB) e Neri Geller(PP), são investigados por crimes de corrupção ou eleitorais, de acordo com levantamento divulgado pelo Congresso em Foco, com base nas informações do Supremo Tribunal Federal (STF) e nos tribunais eleitorais e de Justiça estaduais. Ao todo, 107 deputados federais são alvos de investigação nas mais variadas esferas do Poder Judiciário.

O deputado Carlos Bezerra responde dois inquéritos por crimes contra a administração, referentes à Lei de Licitações e peculato. Ele é acusado de participar de um esquema que teria desviado mais de R$ 100 milhões do INSS, quando ele presidia o órgão, em 2004.

Rosa Neide, conforme o levantamento, responde a processo que tramita na 7ª Vara Criminal de Cuiabá, que apura fraude em licitação, quando ela era secretária de Educação do Estado, na gestão do ex-governador Silval Barbosa.

Juarez Costa é alvo de investigações de supostas irregularidades durante sua gestão da Prefeitura de Sinop. Já Neri Geller é investigado pelo Ministério Público Eleitoral por suposto abuso de poder econômico durante as eleições 2018.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

Com mais de 600 atendimentos, Qualivida segue com posto de apoio aos servidores e familiares com suspeita de Covid

Publicado


.

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

Em funcionamento desde o dia 01 julho deste ano, o posto de atendimento da Supervisão de Qualidade de Vida da Assembleia (Qualivida), que oferece os primeiros cuidados aos servidores e familiares com sintomas respiratórios e suspeita de covid-19, já realizou mais de 600 exames para diagnóstico e tratamento.

 “O trabalho envolve toda equipe da unidade, que realiza as consultas presenciais dos casos suspeitos, mas também oferece teleatendimentos para aqueles que não podem se expor por compor o grupo de risco. Todo fluxo segue um prévio agendamento e uma organização para poder oferecer o melhor suporte”, destaca a gerente de saúde do Qualivida, Ivana Mattos Mello.

O atendimento é para servidores e familiares, ativos e inativos, além de pensionistas, que apresentam sintomas da doença. A consulta presencial acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h e das 13h30min às 15 horas. Já as teleconsultas acontecem de terça a quinta-feira, na parte da tarde, e são voltadas àqueles que compõem o grupo de risco ou para os que já estão em tratamento, mas sem resposta satisfatória ao protocolo indicado inicialmente, para avaliação e possível mudança na medicação.

Além das consultas, hoje a unidade atende 32 servidores sob acompanhamento da equipe de fisioterapia e oito com profissionais de psicologia. Todos em recuperação da doença.

A gerente afirma que o impacto dessa iniciativa contribuiu significativamente para evitar o alastramento e a complicação decorrentes das contaminações entre os profissionais do Legislativo estadual. Segundo Ivana, muitos diagnósticos foram precoces e com isso foi possível acompanhar a evolução de cada caso e administrar as medicações já nos primeiros sintomas, diminuindo significativamente o risco de mais complicações.

Ela ressalta que a unidade conta com a atuação dos profissionais para dar o melhor suporte aos servidores e familiares. “A Casa de Leis, desde o início, não mediu esforços para criar uma estrutura de acolhimento, com todos os profissionais da área de saúde devidamente equipados com material de segurança, além de disponibilizar exames para diagnóstico, insumos, medicamentos e acompanhamento multidisciplinar para garantir as melhores condições para cuidar da saúde e o bem-estar de todos”, defendeu Ivana.

“Nesta hora, de tantas incertezas, poder oferecer um espaço seguro e com condições acessíveis de atendimento médico e acompanhamento faz toda diferença no enfrentamento da doença” afirma a gerente, com satisfação. “O mais importante é o servidor ficar atento ao surgimento dos primeiros sintomas e buscar ajuda no posto de atendimento do Qualivida”, reforça.

Para ter acesso à consulta e acompanhamento, o servidor deve fazer o agendamento pelo telefone (65) 3313-6433 – Qualivida.

 

Fonte: ALMT

Continue lendo

Política MT

AL debate com comandante-geral do Corpo de Bombeiros concurso e reaparelhamento da corporação

Publicado


.

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros do Estado de Mato Grosso, coronel Alessandro Borges Ferreira, participou da reunião remota da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa realizada na manhã desta terça-feira (11) respondendo aos questionamentos dos membros do grupo.

Na oportunidade, o militar explicou aos parlamentares como estão sendo realizados os trabalhos de atendimento no período de pandemia e as principais dificuldades enfrentadas pela corporação. Ao final de sua participação, convidou os membros da comissão para acompanhar a comitiva do Corpo de Bombeiros durante uma vistoria dos trabalhos no combate à queimada no Pantanal na próxima sexta-feira (14.8) com um sobrevoo na região.

Para o presidente da comissão, deputado Delegado Claudinei, a participação do comandante-geral do Corpo de Bombeiros é importante para mostrar à população sobre o planejamento que o Bombeiros realiza durante esse período do ano e ainda as dificuldades para atender os 141 municípios mato-grossenses.

“Sabemos que a corporação é uma das mais importantes do estado e que enfrenta dificuldades por falta de uma estrutura melhor para atender os 141 municípios devido a distância territorial. É um trabalho árduo no dia a dia e que conta com efetivo limitado para atender as ocorrências em todo estado”, disse o deputado.

O comandante iniciou falando sobre os atendimentos que a corporação realiza a queimadas e o planejamento elaborado a cada cinco anos.

“Trata-se de um planejamento estratégico para cada comandante desenvolver o trabalho em sua determinada região. Hoje a corporação possui um efetivo de 1.365 praças e oficiais para atender os 141 municípios do estado”, explicou o coronel.

Ele falou ainda que o combate à pandemia está sendo tratado de acordo com as normas do Ministério da Saúde, e que a corporação registrou 30 casos que foram devidamente tratados e nenhum óbito.

“Diminuímos as folgas da corporação para poder atender a população em geral. Trabalhamos com informações e prevenção contra a covid-19. As horas de descanso diminuíram e serão reconhecidas e aplicadas após essa pandemia. Atualmente, o ritmo está muito intenso e o tempo curto para atender todas as ocorrências”, destacou o comandante-geral.

Na ocasião, Alessandro Ferreira reforçou que a corporação necessita de concurso público para aumentar o efetivo e, com isso, poder atender todos os municípios do estado.

“Seria uma das alternativas para suprir nossas necessidades, além do projeto do bombeiro temporário que pretendemos implantar em Mato Grosso”, falou ele.

Depois da participação do comandante-geral do Corpo de Bombeiros, os deputados apreciaram e votaram as seguintes matérias:

-Projeto de lei nº 287/20, de autoria do deputado Elizeu Nascimento, que institui o programa kit prevenção de distribuição de álcool em gel, material de higiene pessoal e itens de proteção, como máscaras e luvas para famílias carentes como política pública diante à pandemia de coronavirus e dá outras providências. Parecer Favorável.

-Projeto de lei nº 547, do deputado Wilson Santos, que dispõe sobre a proibição de mobilização por estrangulamento pelas forças policiais e de segurança no âmbito do Estado de Mato Grosso e dá outras providências. Retirado de pauta pelo deputado Elizeu Nascimento.

-Projeto de lei nº 605/20, do deputado Delegado Claudinei, que dispõe sobre o serviço permanente de denúncias através de número de whatsapp crimes de violência contra a mulheres, crianças, adolescentes, idosos e pessoas com deficiência. Parecer favorável.

-Projeto de lei nº 711/19, do deputado Wilson Santos, que determina a comunicação por parte dos condomínios residenciais, conjuntos habitacionais e congêneres sobre casos de agressões domésticas contra mulheres, na forma específica no âmbito do estado de Mato Grosso. Parecer favorável.

-Memorando 635/20 da Prefeitura Municipal de Cáceres que solicita ao apoio à permanência da Cadeia Pública Feminina de Cáceres, que é a única na região oeste de Mato Grosso e da área de fronteira.

 

Fonte: ALMT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana