conecte-se conosco


Saúde

Mais de 53,5 milhões de pessoas já se vacinaram contra a gripe

Publicado

Mais de 53,5 milhões de pessoas dos grupos prioritários, entre eles, professores, gestantes, profissionais das forças de segurança de salvamento, crianças e idosos, procuraram os postos de saúde, onde se vacinaram contra a gripe, até essa segunda-feira (24). Também foram vacinadas 5,6 milhões de pessoas que não integram os grupos prioritários.

De acordo com o Ministério da Saúde, os dados mostram ainda que 18 estados e o Distrito Federal conseguiram vacinar 90% do público-alvo. No total, foram distribuídas 59,5 milhões de doses para todo o país. Os grupos prioritários tiveram entre os dias 10 de abril e 31 de maio para se vacinar com exclusividade.

 Dia D de vacinação contra a gripe no Leme, na zona sul do Rio de Janeiro.

Campnanha de vacinação contra a gripe – Tomaz Silva/Agência Brasil

“Apesar de atingir a meta nacional, nem todos os grupos conseguiram alcançar os 90% de cobertura: crianças (82,8%), gestantes (81,8%), pessoas com comorbidades (86,3%), profissionais das forças de segurança e salvamento (48,5%) e população privada de liberdade (74,8%) ficaram com a vacinação abaixo do ideal. Isso significa que mais de 2,6 milhões de crianças e 3,8 milhões de gestantes deixaram de se vacinar”, informou o ministério.

Leia Também:  Rio de Janeiro prorroga vacinação contra gripe por mais 15 dias

Atingiram a meta de vacinação os trabalhadores de saúde (90%), puérperas (103,4%), indígenas (95,2%), idosos (98,2%), professores (104,4%) e funcionários do sistema prisional (124,2%).

Quanto à cobertura vacinal nos estados, oito não alcançaram a meta de 90%: Acre (86,7%), Bahia (86%), Rio de Janeiro (86,9%), São Paulo (84,7%), Paraná (86,9%), Santa Catarina (86,8%), Rio Grande do Sul (86,5%) e Mato Grosso do Sul (89,8%).

Edição: Aécio Amado

Fonte: EBC Saúde
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Saúde

Criança contrai meningite durante férias e precisa amputar as duas pernas

Publicado

Brogan Partridge tinha sete anos quando perdeu as duas pernas devido à meningite depois que os médicos a mandaram para casa após a diagnosticarem apenas com dor de barriga. Segundo a agência de notícias Caters News Agency , a menina, hoje com 11, estava de férias com seus pais quando contraiu uma infecção.

Leia também: Garoto de 13 anos morre após sinusite se espalhar pelo cérebro

meningite arrow-options
Reproduçao/DailyMail

A pequena Brogan Partridge precisou amputar as duas pernas após ser diagnosticada dom meningite

Na época, ela começou a vomitar depois de um dia na praia, mas os pais pensaram que não era nada grave e disseram-lhe para descansar. Quando a situação piorou, ela foi levada ao hospital, mas liberada rapidamente. 

Logo depois, a mãe, Aimee, começou a notar “hematomas” aparecendo em suas pernas e foi levada às pressas para a emergência. “Ela contraiu meningite B. Os médicos confirmaram nossos piores medos. Temos tanta sorte que ela foi salva, mas ficamos arrasados quando ela teve que amputar o pé esquerdo por conta de uma infecção generalizada”, diz, segundo o The Sun .

A mulher explica que, mais tarde, ainda lhe informaram que a filha teria que amputar também o pé direito. “Quando descobrimos que ela iria perder as pernas , pensamos que não havia absolutamente nenhuma maneira de isso acontecer. Eu não queria que minha garotinha perdesse as pernas, mas era a única opção”, continua.

Leia Também:  Rio de Janeiro prorroga vacinação contra gripe por mais 15 dias

Leia também: Entenda por que é importante ter a vacina contra meningite em dia

Brogan perdeu as duas pernas para a doença  e, hoje, Aimee diz que os hematomas não se pareciam em nada com com erupções cutâneas que as pessoas geralmente se preocupam e pediu aos pais que sejam mais consistentes com os sintomas dessa complicação que pode levar à morte.

Leia também: Menino de nove anos morre de meningite quatro dias após ter alta de hospital

Atualmente, Aimee elogia sua filha por reconstruir sua vida após o episódio de meningite . “Agora, ela tem 11 anos e está tudo muito bem. Ela sempre teve uma boa mentalidade e está determinada a recuperar sua total independência”, finaliza. 

Fonte: IG Saúde
Continue lendo

Saúde

Homem insere pinça no pênis e faz operação quatro anos depois para retirá-la

Publicado

Médicos participaram de uma delicada operação para remover uma pinça do interior do pênis de um homem de 22 anos. O paciente, que não teve a identidade divulgada, relatou que não sofreu nenhuma dor desde que inseriu o objeto na uretra há quatro anos.

Leia também: Comer tomate realmente ajuda a aumentar o tamanho do pênis?

pinças arrow-options
Reprodução/Urology Case Reports

Paciente da Arábia Saudita passou por procedimento para retirar uma pinça que estava em sua uretra há quatro anos

Durante a operação, os profissionais precisam aplicar pressão em ambos os lados do pênis para manter a pinça de quase sete centímetros fechada. Isso porque, caso a remoção do item acontecesse enquanto estivesse aberto, as pontas afiadas poderiam danificar a uretra

Leia também: Adolescente fica com cabo USB preso no pênis e é socorrido na China

O procedimento foi divulgado no Urology Case Reports . A publicação diz que o homem visitou uma clínica na Arábia Saudita, onde revelou que havia inserido a peça em suas partes íntimas. 

Leia Também:  Paraná confirma primeiro caso de sarampo

Os médicos falaram que, geralmente, os homens não se apresentam por causa da vergonha e só procuram ajuda quando algum problema acontece. Neste caso em questão, o paciente disse que não tinha nenhum problema e estava com boa saúde física.

Leia também: Chinês é operado após inserir 34 ímãs no pênis por “diversão inspirada em pornô”

O raio-X mostrou que a pinça tinha se encaixado no topo da uretra esponjosa. A retirada do objetivo foi feita enquanto o paciente estava sob anestesia geral. “Ele foi para casa após o procedimento. Ele se recusou a passar por uma avaliação psiquiátrica”, dizem os médicos. 

Fonte: IG Saúde
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana