conecte-se conosco


Tecnologia

Maioria das empresas não está pronta para a Lei de Proteção de Dados

Publicado

Olhar Digital

proteção de dados arrow-options
Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Maioria das empresas não tem como atender à Lei de Proteção de Dados

A popularização da Internet, o aumento do controle de empresas de tecnologia sobre os dados pessoais e os consequentes escândalos de falta de segurança de privacidade e coleta, uso e compartilhamento inadequado dessas informações obrigaram os governos a criar leis específicas sobre o universo online.

No Brasil, houve a criação da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), aprovada em agosto de 2018 pelo então presidente Michel Temer. A lei está prevista para entrar em vigor em agosto de 2020, porém, a maioria das empresas ainda não se considera pronta para atender às novas regras. É o que revelou uma pesquisa divulgada nesta quinta-feira (8) pela Serasa Experian.

Leia também: Apple oferece US$ 1 milhão para quem conseguir hackear iPhone

A LGPD regulamenta como organizações – empresas, bancos, órgãos e companhias públicas, entre outros – deverão coletar e tratar informações pessoais de clientes e usuários, estabelecendo direitos, exigências e procedimentos nessas atividades. Além dela, em julho passado o presidente Jair Bolsonaro (PSL) aprovou a criação da Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD). O órgão federal deverá, entre outros papeis, garantir que as regras da LGPD sejam cumpridas por instituições públicas e privadas do país.

O espaço de dois anos entre a aprovação e a data em que a lei deve entrar em vigor foi determinado para que as empresas possam adaptar suas estruturas e métodos de trabalho para cumprir com as novas exigências da legislação. Apesar do prazo, 85% das empresas brasileiras afirmam ainda não estar preparadas para garantir os direitos e deveres da LGPD, de acordo com o levantamento da Serasa .

A maioria pretende estar pronta em até um ano, diz o relatório, o que significa que as empresas acreditam que estarão atuando conforme as regras quando a lei começar a valer. A pesquisa foi realizada em março passado e entrevistou executivos de 508 companhias de 18 áreas de atividade, com diferentes portes e segmentos, em todas as regiões do país.

Com a chegada da lei, 72% das companhias com mais de cem funcionários pretendem contratar uma pessoa de mercado especializada, consultoria ou assessoria de modo a facilitar o cumprimento da legislação.

Mesmo com a adaptação, quase 73% das companhias entrevistas pela Serasa esperam que a LGPD cause algum impacto, ou um impacto muito significativo, na atual infraestrutura de tecnologia de informação.

A partir do meio de 2020, qualquer instituição (pública ou privada) que armazenar dados de seus clientes ou usuários, mesmo  informações simples como nome e e-mail, deve seguir os procedimentos previstos na nova lei. Aqueles que desrespeitarem as exigências estarão sujeitas a uma multa de até R$ 50 milhões.

Na Europa há uma legislação semelhante, chamada Regulamento Geral de Proteção de Dados na União Europeia, ou GDPR, na sigla em inglês. A lei entrou em vigor em todo o bloco europeu em maio de 2018, também depois de dois anos da sua criação, em abril 2016, prazo dado para adaptação das instituições (públicas e privadas) no continente.

Leia também: Golpe do FGTS no Whatsapp e e-mail promete saque imediato e rouba dados

Da mesma forma, trata-se de uma série de novas exigências que visam proteger a privacidade de dados dos cidadãos europeus. A lei define como empresas que atuam no continente e órgãos públicos nos países europeus devem coletar, armazenar, usar e compartilhar dados pessoais da população. 

Fonte: Agência Brasil

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

Sabadou! Veja os lançamentos da Netflix para assistir no final de semana

Publicado


source

Olhar Digital

Netflix
Unsplash/Mollie Sivaram

Veja os lançamentos da semana na Netflix


Semanalmente, a Netflix adiciona novos filmes e séries ao seu catálogo trazendo cada vez mais opções do que assistir para os assinantes. Já em tempos de quarentena, sempre é uma boa ideia dar uma conferida no que há de novo para fazer o tempo passar mais rápido.

Nessa semana, um dos maiores destaques ficou por conta da chegada da terceira temporada de Alto Mar , que mostra os tripulantes de um navio procurando um homem perigoso carregando um vírus mortal. Quem também merece a atenção, mas na parte de animações, é o título Magos: Contos da Arcadia , uma criação de Guilhermo Del Toro que mostra um aprendiz de Merlin fazendo viagens no tempo.

Já em relação a filmes, o destaque vai para o título original de comédia Resgate em Malibu: A Próxima Onda , que mostra a equipe dos Linguados sediando a competição do Mestre da Praia em sua cidade. Abaixo, confira a relação completa do que chegou à plataforma de streaming nessa semana.

Séries

  • Immigration Nation (03/08)
  • Mundo Mistério (04/08)
  • Os Mais Procurados do Mundo (05/08)
  • Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy x Reverendo (05/08)
  • The Rain – 3º temporada (06/08)
  • Alto Mar – 3º temporada (07/08)
  • As Novas Aventuras do Macaco – 2º temporada (07/08)
  • Mandou Bem – México – 2º temporada (07/08)
  • Natureza Discreta (07/08)
  • Sunset – Milha de Ouro (07/08)
  • Vem Cantar! Alemanha (07/08)

Stand-up, shows e reality shows

  • Sam Jay: 3 In The Morning (04/08)

Documentários

  • Anelka – O Incompreendido (05/08)

Filmes

  • Casa Grande (03/08)
  • Resgate em Malibu: A Próxima Onda (04/08)
  • Sin City (05/08)
  • Nasha Natasha (06/08)
  • Berlim, Berlim – Lolle e suas opções (07/08)
  • Dançarina Imperfeita (07/08)
  • Diamonds in the Sky (07/08)

Desenhos, animes e programação infantil

  • Acampamento de Verão do Cory Carson (04/08)
  • Luccas Neto em: O Hotel Mágico (04/08)
  • The Seven Deadly Sins (06/08)
  • Festa de Palavras – Vamos Cantar (07/08)
  • Magos: Contos da Arcadia (07/08)
  • O Ônibus Mágico Decola Novamente – Rumo ao Espaço (07/08)

Continue lendo

Tecnologia

Quanto ganha um influenciador no TikTok? Forbes revela números que surpreendem

Publicado


source
TikTok
Unsplash/Kon Karampelas

Veja os salários dos principais nomes do TikTok


Além de ser a rede social do momento, o TikTok também se tornou fonte de renda para muita gente. Nesta quinta-feira (6), a revista Forbes divulgou uma listas dos influenciadores mais ricos da plataforma, e os números impressionam. 

Em primeiro lugar, está a TikToker Addison Rae, de 19 anos. A jovem acumulou US$5 milhões em um ano – cerca de R$27 milhões. Os vídeos de dança publicados por ela abriram porta para contratos publicitários e ela chegou, inclusive, a lançar sua própria linha de maquiagem.

Em segundo lugar está a jovem de 16 anos Charli D’amelio, a pessoa com mais seguidores dentro do TikTok (mais de 77 milhões). A também dançarina lucrou US$4 milhões em um ano – em torno de R$22 milhões.

Confira os influenciadores mais ricos do TikTok e seus grandiosos salários anuais:

  1. Addison Rae – US$5 milhões
  2. Charli D’amelio – US$4 milhões
  3. Dixie D’amelio (sim, são irmãs) – US$2,9 milhões
  4. Loren Gray – US$2,6 milhões
  5. Josh Richards – US$1,5 milhão
  6. Michael Le e Spencer X – US$1,2 milhão

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana