conecte-se conosco


Nacional

Mãe e filha são mortas a tiros dentro de casa por briga de herança

Publicado

Luciana Almeida da Silva arrow-options
Reprodução

Luciana Almeida da Silva, de 35 anos, e Lindsay de Almeida Reis, 15, mãe e filha, morreram baleadas dentro de casa

Duas pessoas da mesma família morreram a tiros e outras duas ficaram baleadas em um ataque que aconteceu na casa deles, na madrugada desta terça-feira, em Marechal Hermes, na Zona Norte do Rio. Luciana Almeida da Silva, de 35 anos, e Lindsay de Almeida Reis, 15, mãe e filha, morreram, a adolescente na hora.

Leia também: DJ e “Vermelho”! Conheça dois dos suspeitos da invasão do celular de Moro

O marido de Luciana, Wladimir Dativo dos Santos, 41, e outro filho do casal, Wictor Dativo de Almeida, 7, foram socorridos a hospitais da região; Wladimir para o Hospital Albert Schwietzer, em Realengo , e o mais novo para o Carlos Chagas, ainda em Marechal.

Wictor foi atingido na cabeça e Wladimir foi baleado em diversas partes do corpo. Ainda não há informações sobre o estado de saúde deles. Os tiros em Luciana a acertaram na coxa e virilha esquerda e no braço direito. Ela também chegou a ser socorrida no Carlos Chagas, mas não resistiu aos ferimentos.

Leia também: Empresas de brasileiro preso estariam ligadas ao Hezbollah, aponta PF

De acordo com testemunhas, por volta das 3h de ontem, dois homens armados entraram na casa da família, que fica na Rua Igaratá, e atiraram contra todos eles. O motivo dos disparos teria sido uma briga por causa da divisão de uma herança . Policiais militares do 9º BPM (Rocha Miranda) foram acionados e estiveram no local. Eles acionaram a Delegacia de Homicídios da Capital (DH), que investiga o caso.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nacional

Vídeo mostra policiais agredindo homem no chão durante ação na Cracolândia

Publicado


source
homem apanhando
Twitter/Reprodução

Agressão foi registrada por vídeo

Um vídeo divulgado na manhã desta sexta-feira (25) pelo padre Julio Lancellotti nas redes sociais mostra uma agressão sofrida por um homem deitado no chão durante uma ação policial na Cracolândia, no bairro da Sé , Centro de São Paulo.

Nas imagens, é possível ver o homem no chão sem apresentar resistência quando três policiais o agridem com chutes e com uma arma.

Segundo o religioso, o vídeo foi registrado na quinta-feira (24), mas não há informações oficiais sobre a data das imagens. Ações policiais com bombas de efeito moral foram registradas na quinta, um dia após mandados de prisão e busca e apreensão serem cumpridos no dia anterior na mesma região. Na situação, quatro pessoas foram presas.

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo foi procurada pelo portal iG, mas não respondeu até o momento. Veja, abaixo, vídeo das agressões:


Continue lendo

Nacional

Fazendeiros serão indiciados pela PF após provas sobre incêndios no Pantanal

Publicado


source
Pantanal
Agência Brasil

Incêndios no Pantanal em 2020 consumiram o triplo de área que em todo o ano de 2019

Ao menos quatro fazendeiros estão entre os suspeitos da Polícia Federal de ter dado início às queimadas na região da Serra do Amolar, no Pantanal de Mato Grosso do Sul . A questão vai ser analisada pelo Ministério Público Federal (MPF), que pode ou não encaminhar os nomes à Justiça Federal. As informações são da coluna de Amaury Ribeiro Jr, do Uol.

Os peritos da Polícia Federal encontraram vestígios que indicam ação humana nas queimadas por meio de imagens de satélite da Nasa e do (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) Inpe. A intenção da queimada seria criar área de pastagem .

Trabalhadores das fazendas e moradores da região foram ouvidos pelos investigadores da PF e os relatos reforçam a suspeita sobre os fazendeiros.

Os incêndios teriam começado por volta de 30 de junho e teriam sido sincronizados em quatro propriedades distintas, na região oeste do Rio Paraguai.

Todo o gado havia sido retirado da região dias antes dos incêndios a pedido dos fazendeiros, de acordo com os relatos das testemunhas. 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana