conecte-se conosco


Nacional

Mãe de outra vítima de anestesista diz que filha saiu suja de cirurgia

Publicado

Giovanni Quintella usava altas quantidades de sedativos, o que despertou desconfiança da equipe médica
Reprodução: Redes Sociais

Giovanni Quintella usava altas quantidades de sedativos, o que despertou desconfiança da equipe médica

Após a prisão em flagrante do médico Giovanni Quintella Bezerra, por estupro de uma paciente durante uma cesariana na tarde de domingo (10) , a mãe de outra paciente sedada pelo anestesista relatou à TV Globo ter estranhado como a filha voltou da mesa de cirurgia. Segundo a mulher, que manteve o anonimato, a filha dela saiu da cirurgia ainda dopada e estava suja.

“Quando minha filha veio da mesa de cirurgia, ainda desacordada, ela veio suja. Percebi sobre o rosto e sobre o pescoço dela algumas casquinhas secas, brancas. Eu não sabia o que era. Achava que era algum medicamento que tinha entornado”, contou.

Ela ainda relatou à TV Globo que a filha contou que “todo o tempo o Giovanni ficou perto da cabeça”. A paciente disse à mãe que questionou o médico o motivo de estar com sono, em que disse: ‘Eu, meio sonolenta, falei pra ele: por que eu tô com tanto sono assim?”. Com isto o médico teria dito: “E ele todo o tempo falando: ‘Não, fica calma, relaxa, dorme, fica tranquila'”.

Um dos comportamentos de Giovanni que despertou a desconfiança no restante da equipe médica, há cerca de dois meses, foi a alta quantidade de sedativos. Em depoimento, publicado pelo portal g1, uma das funcionárias conta que as pacientes eram sedadas ao ponto de “nem sequer conseguir segurar os seus bebês”. Segundo ela, no centro cirúrgico, “Giovanni ficava sempre à frente do pescoço e da cabeça da paciente, obstruindo o campo de visão de qualquer pessoa”.

De acordo com a funcionária, o comportamento do médico chamou a atenção logo na primeira cesariana:

“Após a saída do acompanhante da paciente da sala de cirurgia, Giovanni usou um capote, fazendo uma cabana que impedia que qualquer outra pessoa pudesse visualizar a paciente do pescoço para cima”, narra o termo de declaração conseguido pelo g1.

Para saber se outras mulheres foram vítimas do profissional, a Deam requisitou todos os prontuários de pacientes da unidade nos últimos meses. O objetivo é saber se outras gestantes foram vítimas do profissional.

“Queremos saber o que foi ministrado. É preciso que o hospital forneça esses documentos para sabermos o que ele aplicou nas vítimas, como foram e tal. Queremos ter ideia de outras possíveis vítimas”, salientou a delegada titular da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de São João de Meriti, Bárbara Lomba.

Equipe participou de flagrante A investigação começou após funcionárias da unidade de saúde desconfiarem da conduta do médico. A gravação registrou o homem colocando o pênis na boca de uma paciente quando ele participava do parto dela. A gravação foi entregue a investigadores da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de São João de Meriti.

Enfermeiras e técnicas do Hospital da Mulher de Vilar dos Teles já vinham desconfiando da atitude do médico anestesista há meses. Para provar as suspeitas, elas passaram a gravar o especialista quando ele fazia os partos. E na noite do último domingo não foi diferente. Bezerra foi flagrado estuprando uma grávida durante uma cesariana na unidade. As imagens serviram de prova para a prisão em flagrante do médico.

As funcionárias que denunciaram o médico contaram que, só no domingo (10), Giovanni teria participado de outras duas cirurgias em salas onde a gravação não era possível. Só na terceira operação as imagens foram possíveis. A gravação foi feita por um celular escondido.

Nas imagens do flagrante, a paciente está deitada na maca, inconsciente, prestes a dar à luz. Do lado esquerdo do lençol, a equipe cirúrgica do hospital começa a cesariana. Enquanto isso, do lado direito, a cerca de um metro de distância dos colegas, Giovanni abre o zíper da calça, coloca o pênis para fora e o introduz na boca da grávida.

O crime dura aproximadamente 10 minutos. Enquanto abusa da vítima, o anestesista se movimenta para que ninguém na sala perceba. Quando termina, ele pega um lenço e limpa a vítima para esconder os vestígios. Para fazer a gravação, de última hora, a equipe conseguiu trocar a sala, esconder o telefone num armário de vidro e, então, confirmar o flagrante. O advogado Hugo Novais, que defende Giovanni, afirmou que “ainda não obteve acesso à íntegra dos depoimentos e elementos de provas que foram produzidos durante a lavratura do auto de prisão em flagrante”. Ainda de acordo com a defesa, “após ter acesso a sua integralidade, se manifestará sobre a acusação realizada em desfavor do anestesista”.

Por meio de nota, a Fundação Saúde do Estado do Rio de Janeiro e a Secretaria de Estado de Saúde afirmam repudiar “veementemente a conduta do médico anestesista” e “estão à disposição da polícia, colaborando com a investigação”.

Os órgãos ainda informam “que será aberta uma sindicância interna para tomar as medidas administrativas, além de notificação ao Cremerj. A equipe do Hospital da Mulher está prestando todo apoio à vítima e à sua família”. O texto ainda destaca que o caso, “além de merecer nosso repúdio, constitui-se em crime, que deve ser punido de acordo com a legislação em vigor”.

O presidente do Cremerj, Clovis Bersot Munhoz, afirmou que um processo ético profissional já foi aberto para apurar o caso.

“O Cremerj-RJ recebeu as denúncias e, diante da gravidade das mesmas, abriu imediatamente um procedimento cautelar para suspensão das atividades do profissional e deu início a instauração de processo ético profissional, cuja sansão máxima é a cassação”, disse ele.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o perfil geral do Portal iG .

Fonte: IG Nacional

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Nacional

Capital sedia corrida de rua na região da Marginal Pinheiros

Publicado

A capital paulista recebe no próximo domingo (21), às 6h30, mais uma etapa do Santander Track&Field Run Series, na região da Marginal Pinheiros, com opções de distância para os atletas de 5, 10 e 15 km.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), irá monitorar o trânsito na região, das 2h às 11h, para a realização da corrida, com apoio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer.

As vias que compõem o percurso da corrida serão bloqueadas a partir das 2h, com a implantação dos desvios de tráfego, que visam garantir as condições de segurança e conforto dos participantes e dos usuários do tráfego de passagem.

*Percurso*

*5k* – Avenida Magalhães de Castro, pista local, sentido Interlagos, altura do Shopping Cidade Jardim, Ponte Octavio Frias de Oliveira (Estaiada), sentido Aeroporto, Viaduto José Bonifácio C. Nogueira, contra fluxo, acesso pista expressa da Marginal Pinheiros, com retorno na altura da estação Morumbi, Viaduto José Bonifácio C. Nogueira, Ponte Octavio Frias de Oliveira (Estaiada), sentido Aeroporto – contra fluxo, Avenida Magalhães de Castro, pista local, contra fluxo até altura do Shopping Cidade Jardim (chegada).

*10k* – Avenida Magalhães de Castro, pista local, sentido Interlagos, altura do Shopping Cidade Jardim, Ponte Octavio Frias de Oliveira (Estaiada), sentido Aeroporto, Viaduto José Bonifácio C. Nogueira – contra fluxo, acesso pista expressa da Marginal Pinheiros, com retorno na altura da Ponte Laguna, Viaduto José Bonifácio C. Nogueira, Ponte Octavio Frias de Oliveira (Ponte Estaiada), sentido Aeroporto – contra fluxo, Avenida Magalhães de Castro, pista local, contra fluxo até a altura do Shopping Cidade Jardim (chegada).

*15k* – Avenida Magalhães de Castro, pista local, sentido Interlagos altura do Shopping Cidade Jardim, Ponte Octavio Frias de Oliveira (Estaiada), sentido Aeroporto, Viaduto José Bonifácio C. Nogueira, contra fluxo acesso pista expressa da Marginal Pinheiros, com retorno na altura da Ponte Transamérica, Viaduto José Bonifácio C. Nogueira, Ponte Octavio Frias de Oliveira (Estaiada), sentido Aeroporto – contra fluxo, Avenida Magalhães de Castro, pista local, contra fluxo até altura do Shopping Cidade Jardim (chegada).

Interdições – Marginal Pinheiros, pista expressa, sentido Castelo Branco, entre as pontes Transamérica e Octavio Frias de Oliveira (Estaiada); – Avenida Magalhães de Castro, pista local da Marginal Pinheiros, sentido Interlagos, faixas 1 e 2, entre o número 12.000 até a Ponte Octávio Frias de Oliveira, sendo que a 3ª faixa estará liberada para veículos; – Acesso da Avenida João Dias, sentido centro, para a pista expressa da Marginal Pinheiros, sentido Castelo Branco, pela ponte velha; – Acesso da Ponte Edson de Godoy Bueno (Itapiúna), para a pista expressa da Marginal Pinheiros, sentido Castelo Branco; – Ponte Octávio Frias de Oliveira (Estaiada), sentido Aeroporto; – Viaduto José Bonifácio C. Nogueira, sentido Marginal. *Alternativas*

*Macro desvios* – Região Santo Amaro para o Itaim: Ponte João Dias, sentido Centro, e Avenida das Nações Unidas, pista local da Marginal Pinheiros, sentido Castelo Branco ou; – Avenida João Dias, sentido Centro, à esquerda na Rua Laguna, Avenida Cecília Lottenberg, Rua José Guerra, Avenida Cecília Lottenberg, Avenida Dr. Chucri Zaidan, Avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini, à direita na Praça Soneto, à esquerda na Rua Guararapes e Avenida das Nações Unidas, pista local da Marginal Pinheiros, sentido Castelo Branco.

*Micro desvios* – Marginal Pinheiros, pista expressa e seus acessos, sentido Castelo Branco, entre Ponte Transamérica e Ponte Octavio Frias de Oliveira (Estaiada): seguir pela Avenida das Nações Unidas, pista local da Marginal Pinheiros, sentido Castelo Branco; – Acesso da Avenida João Dias, sentido Centro à pista expressa da Marginal Pinheiros, sentido Castelo Branco pela Ponte Velha João Dias: seguir pela Ponte João Dias, sentido Centro e Avenida das Nações Unidas, pista local da Marginal Pinheiros, sentido Castelo Branco; – Acesso da Ponte Edson de Godoy Bueno (Itapiúna), para a pista expressa da Marginal Pinheiros, sentido Castelo Branco: seguir pela Avenida das Nações Unidas, pista local da Marginal Pinheiros, sentido Castelo Branco; – Ponte Octávio Frias de Oliveira, sentido Marginal: seguir pela Avenida Jornalista Roberto Marinho, sentido Marginal, Avenida Dr. Chucri Zaidan, sentido Morumbi, Ponte Caio Pompeu de Toledo, sentido Bairro, Rua Francisco Tramontano, Avenida Dr. Alberto de Oliveira Lima e Avenida Magalhães de Castro, pista local da Marginal Pinheiros, sentido Interlagos; – Viaduto José Bonifácio C. Nogueira, sentido Marginal: seguir pela Avenida Jornalista Roberto Marinho, sentido Marginal, Avenida das Nações Unidas, pista local da Marginal Pinheiros, sentido Castelo Branco.

A Engenharia de Tráfego da CET vai monitorar a interdição e orientar o trânsito na região, visando manter as condições de fluidez e preservar a segurança dos usuários da via.

Para informações de trânsito, ocorrências, reclamações, remoções e sugestões, ligue 156. *Transporte coletivo* Não haverá alteração. *Recomendações* – Respeite a sinalização; – Se necessitar pedir informações, proceda de forma a não comprometer a fluidez do trânsito; – Ao avistar a canalização de orientação na pista, reduza a velocidade dos veículos para maior segurança.

Fonte: IG Nacional

Continue lendo

Nacional

Prefeitura supera 165 mil atendimentos nas tendas assistenciais

Publicado

A Prefeitura de São Paulo realizou 165 mil atendimentos (uma pessoa pode ter sido atendida em todos os dias de operação e entrar várias vezes na soma) nas tendas instaladas nas regiões Norte, Sul, Leste, Oeste e Central para apoio às pessoas em situação de rua, entre 17 de maio e 17 de agosto. Os serviços funcionam das 18h às 0h, sempre que a temperatura estiver igual ou abaixo dos 10°C, e, juntos, já distribuíram 183 mil alimentos (sopas, bebidas quentes, além de água) e, também, já foram aplicadas 3.098 vacinas (Covid-19 e Influenza).

O trabalho realizado na última noite/madrugada pela Coordenação de Pronto Atendimento Social (CPAS) e nas dez tendas resultou no encaminhamento de 307 pessoas para serviços de acolhimento da rede socioassistencial. Além disso, foram distribuídos 50 cobertores.

Nas tendas, as equipes da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) são as primeiras a receber os moradores em situação de rua, dando-lhes orientações necessárias e ofertando cobertores. Caso a pessoa tenha interesse em acolhimento, será encaminhamento com transporte de ida e volta para ser abrigado.

*Endereço das tendas*

*Centro* Sé – Praça da Sé Santa Cecília – Praça Marechal Deodoro *Zona Leste* Itaquera – Av. Musgo de Flôr com Av. Imperador (embaixo do viaduto da Jacu Pêssego) Guaianases – Praça Presidente Getúlio Vargas, s/n. Mooca – Praça Cid Jose da Silva Campanella *Zona Sul* Santo Amaro – Praça Floriano Peixoto, 54 Capela do Socorro – Rua Rubens Souto de Araújo, 948 – Cidade Dutra *Zona Oeste* Lapa – Praça Miguel Dell´Erba *Zona Norte* Santana – Praça Heróis da FEB (Força Expedicionária Brasileira) Vila Maria – Praça Novo Mundo, Parque Novo Mundo.

A população pode ajudar solicitando uma abordagem social por meio da Central 156. A Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) também realiza a busca ativa de pessoas em situação de rua em conjunto com equipes do Consultório na Rua, durante as noites e madrugadas. As ações são planejadas a fim de intensificar as medidas de proteção à população em situação de rua durante o inverno.

*Balanço*

Desde o início da Operação Baixas Temperaturas 2022 até o dia 17 de agosto, foram registrados 1.728.101 acolhimentos (uma pessoa pode ser acolhida mais de uma veze entrar várias vezes na soma) nos serviços da rede socioassistencial. Também foram distribuídos mais de 99 mil cobertores às pessoas que vivem em situação de rua. *Rede de acolhimento*

A rede socioassistencial da Prefeitura de São Paulo conta com mais de 18 mil vagas. Para a Operação Baixas Temperaturas 2022 já foram criadas 2.044 novas vagas distribuídas em equipamentos como Centros de Acolhida, Centros Esportivos e Núcleos de Convivência.

A Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) terá mais 600 vagas nos prédios cedidos pela Fundação Casa, que estão em fase de análise técnica para adequações estruturais, sendo que as primeiras 100 vagas para famílias devem ser abertas neste mês de agosto no Itaim Paulista, Zona Leste da cidade.

Fonte: IG Nacional

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana