conecte-se conosco


Várzea Grande

Lucimar anuncia mais recursos para saúde e orçamento supepará R$ 250 milhões em 2020

Publicado


.

08/07/2020    4

Várzea Grande vai destinar mais recursos, da ordem de R$ 20 milhões, além daqueles da arrecadação própria, para o combate ao Coronavírus (Covid- 19). A informação foi repassada pela prefeita de Várzea Grande, Lucimar Sacre de Campos aos vereadores que foram debater a abertura de crédito suplementar para o recebimento de valores extra do Governo Federal que deverá ser apreciado pelo Poder Legislativo.

Para 2020, o orçamento da Secretaria de Saúde de Várzea Grande estava previsto em R$ 166.755 milhões e está sendo executado em 22% acima deste valor que acrescido dos novos repasses ultrapassará R$ 250 milhões.

Várzea Grande está recebendo, segundo o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus, um montante de aproximadamente R$ 78.6 milhões dos quais R$ 4.127 já são destinados exclusivamente para a Saúde e para a Promoção Social e agora serão ampliados em mais R$ 20 milhões.

“É preciso compreensão das pessoas que nem todo o valor divulgado foi repassado pelo Governo Federal. Fora isto, os recursos já vieram divididos, pela própria lei, tanto para o Estado de Mato Grosso como para os 141 municípios, no montante para ser aplicado na saúde e outro para recuperar a economia que se encontra em desaceleração, o que provocou uma queda em média de 35% na arrecadação de impostos, e, mesmo assim mantivemos 22% do total arrecadado das receitas em Saúde nos primeiros quatro meses de 2020”, disse a prefeita de Várzea Grande.

Ela ponderou ainda que se levar em consideração apenas as receitas próprias de Várzea Grande, sem contar as transferências do Governo Federal, este percentual dos quatro primeiros meses de 2020 supera os 30%, quando a legislação prevê, 15%. “Volto a frisar que os recursos da Saúde são percentuais da arrecadação e se a mesma cair a tendência é do valor a ser aplicado também cair, por isso defendemos um equilíbrio entre as medidas de restrição e de funcionamento dos setores da economia”, disse a prefeita de Várzea Grande.

O presidente da Câmara Municipal de Várzea Grande , Fábio Tardin e o líder da prefeita, Pedro Paulo Tolares frisaram como importante que haja uma maior relação entre os Poderes e que as informações ganhem mais dinâmica para que a população seja informada neste momento de pandemia.

“Somos cobrados constantemente pela população quanto aos exames de testagem, os kits COVID, leitos de UTI para internação e de outras medidas que precisam ser mais bem colocadas para a sociedade”, disseram.

O presidente e o líder da prefeita cobraram mais planejamento por parte da Secretaria de Saúde e resultados positivos no atendimento a população, frisando que as cobranças são muitas.

Os vereadores presentes colocaram em discussão a possibilidade de implantar um Hospital de Campanha para atender a todos os pacientes que necessitarem bem como a criação de espaços de triagem para evitar que os mesmos mantenham contatos com pacientes de outras enfermidades nas UPAs Ipase e Cristo Rei , e também no Hospital e Pronto Socorro Municipal.

O presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal, vereador Miguel Angel, que é medico e estava ausente da reunião, tem defendido como membro do Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus (Covid- 19) de Várzea Grande que somente com uma atuação conjunta de todos os entes federados, Estado e Municípios, mais o Governo Federal através do Ministério da Saúde que se conseguirá fazer frente a pandemia.

“Nosso interesse é apenas unir esforços com o Poder Executivo na pessoa da prefeita Lucimar Sacre de Campos para atender a população neste momento de dificuldades”, disse a vereadora e 1ª secretária da Mesa Diretora, Gisa Barros.

Estiveram presentes em nome de todos os vereadores, além do presidente e do líder da prefeita e da vereadora, os parlamentares: Carlos Garcia; Rogério França (Dakar); Joaquim Antunes; Edilei Roque de Cezaro (Neni Chimarrão), Valdemir Bernardino de Souza (Nana); Ícaro Reveles; Claído Celestino Batista (Ferrinho).

 

Por: Da Redação – Secom/VG

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Várzea Grande

Várzea Grande supera 5.005 curados da Covid – 19

Publicado


.

14/08/2020    7

A prefeita Lucimar Sacre de Campos e o Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus comemoraram no princípio da noite de hoje, 14 de agosto, a marca de 5.005 mil residentes em Várzea Grande curados da Covid- 19.

“Em tempos de pandemia, uma notícia alvissareira como essa é sempre bom de ser comemorada e nos estimula a continuar enfrentando a doença e alguns setores que tentam politizar um assunto tão sério e que afeta a todos indistintamente “, disse Lucimar Sacre de Campos assinalando que muitos apontam os dedos, mas são poucos que arregaçam as mangas para trabalhar em prol do povo.

Ela ponderou que diariamente medidas estão sendo adotadas, mas dentro da nova realidade, pois a Covid- 19 ainda é uma enfermidade que tem seus caminhos pouco conhecidos e que provoca reações diferentes em cada pessoa, em cada ser humano.

Lucimar Campos voltou a defender de forma paulatina e responsável, a retomada de setores da economia que acabaram estagnados por causa do momento vivenciado e ponderou que já está comprovado que se pode flexibilizar as medidas desde que todos se conscientizem de que facilitar a retomada econômica, não pode vir acompanhada de se relaxar as medidas de biossegurança como o uso constante de máscaras, de meios de higienização, de distanciamento e de outras medidas que evitam a propagação da doença.

“Volto a frisar que este momento é importante, pois temos menos de 5,9 mil casos e mais de 5.005 curados e isto demonstra que melhoramos nosso desempenho, avançamos no combate a doença e estamos também paulatinamente, tentando adotar novas medidas que ajudem a população, o comércio e a indústria a retomarem sua normalidade”, disse a prefeita de Várzea Grande.

Ela lamentou que existem setores considerados importantes como o das escolas que ainda não poderão voltar a funcionar, mas isto será passageiro e vai ser superado, mas com responsabilidade.

“Vamos vencer a pandemia porque nos unimos e buscamos o bem comum de todas as pessoas, pois a Covid- 19 não vê cor, raça, religião e, portanto, estamos estimulados para vencer mais este obstáculo que afeta a cidade e todas as pessoas indistintamente”, disse Lucimar Sacre de Campos.

 

Por: Da Redação – Secom/VG

Continue lendo

Várzea Grande

Bairro Carrapicho recebe blitz sanitária no combate ao coronavirus

Publicado


.

14/08/2020    6

Várzea Grande, por meio da secretaria de Saúde, realizou hoje (14), mais uma ‘blitz’ dentro do Plano de Ação da cidade contra a Covid-19. Atendendo a uma solicitação da secretaria de Promoção Social, os atendimentos se concentraram na Escola Municipal de Educação Básica (EMEB), ”Antônio Lino de Campos”, no bairro Carrapicho. Assim como nos dois eventos anteriores, foi ofertada à população testes rápidos para detecção do coronavírus, vacina contra a gripe, e no caso de resultados positivos, triagem, consulta médica e medicamentos para o combate aos sintomas.

Como explicou a secretária de Promoção Social, Flávia Omar, com a retomada das ações de projetos e programas realizados pela Pasta, no Município, os técnicos voltaram a estar próximos da população e assim, observando demandas. “Houve confirmação de um número significativo de registros positivos para a doença aqui no bairro e por isso pedimos para que a ação fosse ofertada à comunidade. O Carrapicho ainda é um local mais distante do Centro, o que reduz a mobilidade das pessoas. Ações como essa são estratégicas para identificar a doença e conter sua disseminação”.

Exatamente pensando no combate à doença, Marcelo Souza, açougueiro na região, foi até a escola aproveitar a oportunidade de testagem e vacinação perto da casa. Ele, esposa e os quatro filhos passaram pelos atendimentos, receberam orientação, completaram o cartão de vacinas e foram liberados pelas equipes, pois testaram negativo. “A doença é grave. Tem de ser tratada com seriedade”.

A estratégia em ir até os bairros e promover uma testagem de maior alcance tem surtido resultados. Nas duas últimas blitze, realizadas no começo do mês no Parque do Lago e no residencial José Carlos Guimarães, foram realizados 2.579 testes rápidos, dos quais 376 positivos. “O objetivo é justamente esse: identificar casos, ter um perfil dos bairros para coibir a disseminação e iniciar o tratamento de forma precoce”, explica a assessora de Gestão da secretaria de Saúde, Cláudia Figueiredo.

O secretário de Governo e coordenador da Vigilância Sanitária em Várzea Grande, coronel Alessandro Ferreira da Silva, que essas ações in loco, nos bairros, está não apenas traçando um mapa real da doença na cidade, como também preservas vidas, uma vez que a Covid-19 é identificada e tratada. “Pessoas com comorbidades, com sintomas característicos da doença, do grupo de risco, recebem atenção e os primeiros cuidados de forma imediata, quando necessários”. Mesmo indo aos bairros, ele frisa que todas as medidas de biossegurança estão sendo tomadas: distanciamento entre atendentes, distanciamento na espera, profissionais dotados de todos os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e matérias descartáveis.

‘Seo’ Vicente Silva, 74 anos, foi fazer a testagem para a doença. “Estou me cuidando ao máximo. Saio muito pouco, mas ainda preciso fazer tarefas fora de casa, pois moro sozinho. Por medo de ter tido contato com o vírus estou aqui, porque quero saber como estou”.

Rosinete Carvalho, também moradora local, foi com os dois filhos em busca de atendimento. “Até onde sei, não tive contato com nenhum doente por Covid, mas vim testar minha família”.

O coronel Alessandro disse também que as ações estão sendo planejadas para ocorrerem em todas as regiões de Várzea Grande. “Mais do que aferir temperatura, descobrir se há sintomas sugestivos ou mesmo a doença, estamos testando a população para saber onde está doença e a partir daí, salvar vidas. Para isso, nossas estratégias estão sendo ampliadas e vamos mobilizar os bairros aos finais de semana, período em que as pessoas estão em casa e podemos aumentar o volume de testagens, e principalmente, de conscientização para a gravidade deste pandemia”.

Por: Marianna Peres – Secom/VG

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana