conecte-se conosco


Várzea Grande

Live Interativa discute Enfrentamento à Violência Contra Pessoa Idosa

Publicado


Com a finalidade de despertar a sociedade como um todo no processo de sensibilização para coibir, diminuir e amenizar o sofrimento da pessoa idosa contra a violência, a Secretaria de Assistência Social, por meio do Conselho do Idoso, integra a Campanha Nacional “Junho Violeta”, e realiza uma Live Interativa de Enfrentamento à Violência Contra Pessoa Idosa. O evento, na modalidade online, ocorre nesta quinta-feira, 24, às 15h, no canal do YouTube – Rede Digital pela Paz – e nas redes sociais da Secretaria de Assistência Social. Na oportunidade, diversas autoridades debaterão o tema interagindo com o público.

A campanha de enfrentamento à violência contra o idoso é uma ação do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) e faz parte do “Junho Violeta”, mês de mobilização da sociedade para a proteção das pessoas com 60 anos de idade ou mais.

Segundo a secretária de Assistência Social, Eliamara Zeferini, o objetivo da live é abordar as medidas para prevenir e identificar situações de violência, negligência e abuso contra os idosos. Ela alerta que as principais violências identificadas contra o idoso são as físicas, sexuais, de abuso financeiro ou material, além de abandono e negligência.

“Para o enfrentamento à esse tipo de violência, a rede municipal, por meio de ações dos Centros de Referências de Assistência Social (CRAS) e Conselho do Idoso, não mede esforços para a identificação e resolução desses casos para proteger e salvaguardar a vida das pessoas idosas do município”, destaca a secretária.

A Live terá a participação da Secretária Municipal de Assistência Social, Eliamara Zeferini de Araújo; da delegada titular da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher e do Idoso, Mariell Antonini Dias, a médica especialista em Gerontologia, Leila Auxiliadora José de Sant’Ana e a presidente do Conselho do Idoso, Cilbene Maria Rosa da Conceição.

Em 15 de junho é celebrado o Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa, conforme declarado pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa no ano 2006.

A coordenadoria de Polícia Comunitária da Polícia Judiciária Civil, Conselho Comunitário de Segurança Pública (CONSEG), de Várzea Grande, e Federação dos Conselhos Comunitários de Segurança do Estado de Mato Grosso (FECONSEG/MT) são parceiros da iniciativa.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Várzea Grande

Marido, que espera mulher na porta do hospital, recebe primeira dose da vacina contra Covid-19

Publicado


Desde o dia 11 de julho, Jarcedi Han coloca duas cadeiras em frente ao Hospital Metropolitano de  Várzea Grande. Ali, pela manhã e ao fim de tarde, toma chimarrão e aguarda a esposa Cristiane Fagundes, internada em decorrência da Covid-19. O gesto de amor, cumplicidade e esperança comoveu a comunidade e ganhou repercussão na mídia e nas redes sociais.

O casal é de Sapezal e após a intubação de Cristiane no município, no dia 11 de julho, após três dias hospitalizada, ela foi transferida de UTI móvel para a unidade de saúde em Várzea Grande. O Hospital Metropolitano é referência para o tratamento da Covid-19 desde o começo da pandemia. Hoje, são 109 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pactuados com o estado.

A espera tem sido longa e cheia de angústia. Neste tempo, Cristiane chegou a ser extubada, no entanto foi intubada novamente e receberá a traqueostomia.  “Neste tempo em que fizeram a extubação dela, Cristiane conversou, sorriu, chorou”, contou ele.

A partir do diálogo entre as prefeituras de Várzea Grande, de Sapezal e Governo do Estado, Jarcedi, 52 anos, recebeu ontem a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus, afinal sua faixa etária está contemplada no Plano Nacional de Imunização (PNI) praticada nos dois municípios. “Estou muito emocionado, a vacina significa gotas de esperança e a Cristiane, 42 anos, não teve tempo de tomar”, disse Jarcedi, com lágrimas nos olhos, após receber a primeira dose da Coronavac, no ponto fixo das Clínicas Médicas do Univag.

Após a primeira etapa da imunização, Jarcedi retornou às suas cadeiras, colocadas diante do hospital, em que ele esteve na inauguração, em 2011, quando à época era o secretário de saúde de Sapezal. Anos antes, o contador também exerceu a função de secretário de Administração por 12 anos em Campos de Júlio. “A saúde pública tem sido impecável no atendimento da população, já estive aqui em uma situação festiva e agora retorno vivendo esse pesadelo, mas não perco minha fé e tenho a certeza de que ela está sendo cuidada da melhor maneira possível. A equipe do hospital também me acolhe com muito respeito e carinho, já vieram assistente social, psicólogo, médicos, enfermeiros, todos muitos solidários diante da minha dor e da dor de outras famílias. Aqui em Várzea Grande, minha família são vocês”, disse ele.

Jarcedi e Cristiane se conheceram no Paraná, na cidade Ampere, e há 24 anos moram em Mato Grosso. Casaram no sul do país e decidiram começar a vida em família no interior do estado que prospera diariamente. Administradora, Cristiane não tem comorbidades e a doença avançou com muita rapidez em seu organismo. O casal possui três filhos, de 24, 19 e 17 anos, e uma netinha, de 3 anos.  “Estamos unidos pelo amor e pela fé, ficarei aqui até ela ganhar alta e, então, irmos juntos para casa”, comentou.

Ao acompanhar a vacinação do senhor Jarcedi, a Gerente da Vigilância Epidemiológica de Várzea Grande, Relva Cristina de Moura, se emocionou e destacou dois sentimentos importantes nesta época de pandemia. “Vivemos uma pandemia que tem causado dores em muitas famílias, precisamos ter mais amor e mais esperança. Mais amor no cuidado conosco e com o próximo e esperança na vacina, como bem disse o senhor Jarcedi, são gotas de esperança”, pontuou ela. Opinião compartilhada pelo secretário de saúde do município, Gonçalo de Barros. “Estamos nos dedicando ao máximo para oferecer tratamento digno de saúde e efetividade na campanha de vacinação. Jarcedi está com 52 anos, apto por sua faixa etária a receber a vacina, ficando mais protegido para aguardar sua esposa com mais segurança na porta do hospital, um gesto que reafirma que as relações familiares são alicerces do ser humano”, acrescentou.

O secretário também comentou que atualmente Várzea Grande está vacinando o público 25 anos acima e realizando Corujinha e Corujão, bem como o Resgate Cidadão no sentido de não deixar ninguém sem vacina de acordo com a faixa etária contemplada.  

Por sua vez, o prefeito Kalil Baracat e a primeira-dama Kika Dorilêo Baracat também se comoveram com a história de cumplicidade de Jarcedi e Cristiane, que passaram a receber muito carinho e orações da comunidade. “São milhares de famílias vivendo dias de incertezas e nós, como gestão pública, temos o dever de oferecer o que há de melhor para todos tenham atendimento de saúde pública e gratuita. Além disso, oferecer uma rede de acolhimento para as famílias, pois quando um familiar adoece, todos ficam sensibilizados. A covid-19 traz uma situação ainda mais difícil, a necessidade de isolamento, e neste sentido, temos de criar ferramentas para que o cidadão não se sinta desamparado, ao contrário, ele tem uma rede de apoio”, finalizou Kalil, acrescentando que ele e a primeira-dama estão unidos em oração pela recuperação de Cristiane e de todos as vítimas no novo coronavírus.

Continue lendo

Várzea Grande

Escolas se preparam para retorno das aulas presenciais na modalidade ensino híbrido

Publicado


Alunos e professores de Várzea Grande retornam para as salas de aula na próxima terça-feira (03.08), quando será implantado o ensino híbrido (aulas presenciais e remotas) nas unidades de ensino da rede municipal. Para garantir que esse retorno seja seguro, sem risco para a saúde e o bem-estar da comunidade escolar, as unidades de ensino se organizaram e prepararam os seus espaços seguindo todos os protocolos de biossegurança.

Entre as medidas de prevenção e proteção adotadas para o retorno das aulas estão o uso obrigatório de máscara por todos os alunos e profissionais da educação; aferição da temperatura de servidores, alunos e colaboradores na entrada da escola; disponibilização de álcool em gel 70% nas salas de aula; fazer o intervalo para o lanche escolar de forma escalonada e higienizar as mesas antes e após o lanche; e manter em sala de aula e refeitório o distanciamento entre as carteiras.

Quanto ao transporte escolar, deverá funcionar com 50% de sua capacidade de lotação; todos os alunos devem ter a temperatura aferida na entrada dos ônibus; todos deverão usar máscara, obrigatoriamente; disponibilizar recipiente com álcool em gel 70% para higienização das mãos durante o percurso, entre outras medidas.

O secretário Silvio Fidelis explica que o retorno das atividades escolares será de forma escalonada, com rodízio semanal, conforme o calendário escolar, com 50% dos alunos participando das aulas presenciais e os outros 50% das aulas remotas.

“Os pais dos alunos que autorizaram o retorno dos filhos às aulas presenciais assinaram na escola um termo de compromisso e responsabilidade. Já aqueles alunos que não tiveram a autorização dos pais para o retorno, continuarão com as aulas apenas de forma remota”, ressalta. 

Para preparar as unidades de ensino para o retorno presencial e implantação do ensino híbrido, a Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Smecel) encaminhou o Plano Estratégico para Retorno das Atividades Escolares. 

Durante toda esta semana, as equipes gestoras das unidades escolares trabalharam no planejamento para o retorno e, com a orientação da Smecel, elaboraram o seu plano estratégico, cada uma atendendo a sua realidade escolar. 

Após 15 meses de suspensão das aulas presenciais, alunos e profissionais da educação estão ansiosos por esse retorno. Na Emeb Honorato Pedroso de Barros, a diretora Marilene Maria da Silva ressalta que já está tudo preparado para receber os alunos e com toda a segurança. “Convidamos os pais para visitarem a escola e ver de perto que estamos tomando todas as medidas de biossegurança e que eles podem ficar tranquilos em permitir que seus filhos retornem”. 

A diretora ressalta ainda que antes de decidir pelo retorno das aulas presenciais, foi feito um levantamento com os pais para saber a opinião deles e a maioria opinou pelo retorno. “Nós percebemos que todos estão ansiosos por esse retorno”.

A técnica em contabilidade, Marines Aparecida Watanabe, mãe do aluno Guilherme Kenzo Batista Watanabe, 8 anos, disse que autorizou o retorno do filho porque foi até a escola e viu de perto toda a organização e se sentiu segura para deixar o filho voltar. “Estou me sentindo segura em deixá-lo voltar. Vi que em todas as salas de aula tem álcool em gel, já tem os aparelhos para aferir a temperatura e vão controlar a entrada das crianças na escola, nas salas e corredores. Além disso, ele está muito ansioso para voltar e com muita saudades dos professores e dos colegas. Acho que com a ajuda da escola e dos pais esse retorno vai dar certo”.

Aula Inaugural

Nesta segunda-feira (02.08), a partir das 9h, será realizada a aula inaugural para os diretores e coordenadores das redes públicas municipal e estadual de ensino de Várzea Grande. O evento ocorrerá na Igreja Batista Nacional (IBN), bairro Cristo Rei.

A aula inaugural contará com as palestras “Recuperação da Aprendizagem Pós-Pandemia”, proferida por Cláudia Costim, e “O acolhimento socioemocional no retorno das atividades presenciais”, de Camila Cury.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana