conecte-se conosco


Carros e Motos

Limpe o ar-condicionado do seu carro de maneira simples e barata

Publicado


source


Lembrado só quando está calor, o ar-condicionado também precisa de manutenção para não te fazer respirar ar poluido
Divulgação

Lembrado só quando está calor, o ar-condicionado também precisa de manutenção para não te fazer respirar ar poluido

Em épocas de calor intenso, nada melhor que ligar o ar-condicionado do seu carro, não é mesmo? Mas de nada adianta se ele estiver com um cheiro desagradável e azedo, resultado da formação de bactérias e fungos.

Para isso, a solução são os produtos específicos para a limpeza do ar-condicionado , vendidos em supermercados especializados e lojas de acessórios automotivos.

Segundo o especialista Ismael Elias de Abreu, da Abreu Ar Condicionado, empresa especializada em limpeza e higienização , o correto, antes de fazer uma higienização, é efetuar a troca do filtro anti-polen no sistema de ar-condicionado de, pelo menos, a cada seis a oito meses. Para os carros que não possuem este filtro, o recomendado é que se faça a limpeza de três a seis meses.

“Recomendo meus clientes a usarem periodicamente o ar-condicionado no modo quente. Isso ajuda a secar a caixa do sistema do ar onde começa a surgir os cheiros de mofos”, explica Abreu.

Optamos pelo Limpa Ar Condicionado Autoshine do tipo granada, que trava após o acionamento. Este sistema, além de mais fácil, permite que o produto seja expelido de forma automática proporcionando praticidade e rapidez na aplicação.

Leia Também

Obecedemos as instruções e aplicamos o produto em um Nissan Kicks , lembrando que durante a limpeza não devem permanecer no veículo pessoas, animais ou produtos comestíveis.

Ligamos o veículo com os vidros fechados, e com o ar-condicionado no modo frio e circulação interna e difusores abertos, deixamos os frasco no chão e pressionamos a válvula até travar. Depois fechamos a porta e esperamos por uns 10 minutos até o produto se esgotar.

Leia Também

Para garantir uma melhor dissipação do cheiro, que num primeiro instante é bem forte (optamos pela fragância de Carro Novo ), a dica é deixar as janelas abertas por, pelo menos, uns cinco minutos.

Em nosso caso, o produto aguentou por aproximadamente um mês e cumpriu bem a promessa. Vendido por um preço médio de R$ 15 , vale o investimento.

LIMPA AR CONDICIONADO CARRO NOVO AUTOSHINE (250ml) PREÇO MÉDIO: R$ 15 ONDE COMPRAR: autoshine.com.br

Fonte: IG CARROS

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carros e Motos

Chevrolet S10 Z71 é força bruta com pinta de caminhonete americana

Publicado


source
Chevrolet S10 Z71: Com apelo de picape esportiva, o lançamento da GM chega com reforço de sua identidade
Guilherme Menezes/ iG Carros

Chevrolet S10 Z71: Com apelo de picape esportiva, o lançamento da GM chega com reforço de sua identidade

O Chevrolet S10 Z71 passa a ser mais uma das opções para os consumidores que carregam a necessidade de unir utilidade com estilo. Até o final de outubro (quando a Z71 foi lançada), Nissan Frontier Attack e Ford Ranger Storm — para citar algumas — eram praticamente as únicas que faziam o mesmo dentro do segmento das picapes médias. Enquanto isso, a Toyota confirma sua entrada nesse nicho com a Hilux GR Sport em 2022.

Quando focamos na Chevrolet S10 Z71 , encontramos um total de mais de 20 itens de personalização em relação à LTZ, versão esta que não está mais presente no catálogo, na data desta publicação.

Por R$ 274.800, a Z71 se destaca pela grade, faróis e lanternas com máscara negra, para-choques, molduras dos para-lamas e emblemas pintados de preto. Os estribos e o santantônio são de aço tubular, também na mesma cor.

A Chevrolet S10 Z71 vem equipada com seis airbags e pode ser adquirida em quatro opções de cores: Branca Summit, Prata Switchblade, Azul Eclipse e Cinza Topazio.

Outra novidade da Z71 são os pneus com ombros mais espessos e volumosos, escudos nas laterais para maior proteção e ainda são fabricados com uma composição de borracha mais resistente. Por isso cada pneu traz 320 gramas extra de material em relação ao modelo original do fornecedor.

Esse nicho das picapes
Guilherme Menezes/ iG Carros

Esse nicho das picapes “esportivadas” trouxe de volta os grafismos na carroceria, que eram mais comuns nos anos 90

Além do visual “malvado”, destaque vai para a sua mecânica. O modelo conta com o mesmo motor das outras versões, porém com a turbina redimensionada e a nova calibração do motor 2.8 turbodiesel , de 200 cv e 51 kgfm, com a transmissão automática AT6. A tração é ajustada por um seletor eletrônico no console central e dispõe do modo 4×4 com reduzida.

O resultado é uma aceleração até 100 km/h em apenas 10,1 segundos, capacidade de levar até 1134 kg de carga sobre a caçamba, ou até rebocar 3.500 kg, quando a carreta é equipada com sistema de freio próprio. Se deixarmos a VW Amarok V6 de lado, estamos falando da picape que mais oferece “marra” e desempenho.

Apesar disso, não é destaque em volume de caçamba (1061 litros) e consumo de combustível (8,3 km/l na cidade e 10,6 km/l na estrada, segundo o Inmetro) — ainda que a picape da GM não deixe nada a desejar, inclusive, nesses quesitos também.

Impressões

Interior até carrega selos da sua versão Z71, mas poderia ter mais elementos que a diferenciassem das demais
Divulgação

Interior até carrega selos da sua versão Z71, mas poderia ter mais elementos que a diferenciassem das demais

Quando partimos para o interior, vemos pontos positivos e negativos. O que é legal é que o aproveitamento de espaço interno para os ocupantes, e os dois fatores que mais contribuem para isso, quando estamos no banco traseiro, é o espaço para as pernas e o baixo túnel central. O sistema multimídia também é destaque positivo. Apesar da tela não ser tão grande, é fácil de se orientar pelas diferentes interfaces.

Já o que poderia ser melhor é o refinamento. Esse nicho cada vez mais aquecido das picapes estilosas, não dá muita margem para erro quando o assunto é refinamento, apesar das picapes médias não pedirem muitos “frufrus”. O exterior da S10 Z71 é perfeitamente trabalhado para a proposta e sem exageros. Para o meu gosto, supera a maioria das rivais.

Por outro lado, na parte de dentro, encontramos apenas dois logos “Z71”, alguns pontos pintados de preto brilhante e uma faixa de revestimento de couro diante do passageiro. Ou seja, seu interior poderia ser tão refinado quanto seu exterior.

Ao volante, não há qualquer objeção. De alguma forma, a GM conseguiu unir a robustez que todo veículo “pau para toda a obra” precisa, com características dinâmicas e ergonomia de automóvel. Entre as picapes médias , todas elas montadas sobre chassi (tirando a Toro), a S10 é uma das menos “saltitantes”.

O formato da coluna dianteira garante bom campo de visão, além do posicionamento do banco que permite dirigibilidade de SUV . A direção elétrica é outro tópico de destaque na cidade, bem como o seu ótimo isolamento acústico.

A ficha técnica da S10 pode ser confirmada quando pisamos fundo no acelerador. Com os controles de tração e estabilidade ativos, notamos como eles são importantes para segurar os “ânimos” da picape durante acelerações em curvas e no arranque em primeira marcha.

Quando ousamos desligá-los, certifique-se de que não há quem possa multá-lo nas proximidades, pois pneus vão gritar. Ela despeja uma força bem considerável ao solo.

Conclusão

A Chevrolet já vende a S10 há 27 anos no Brasil. Para quem acompanha a evolução do modelo, fica evidente que progride a cada geração que passa. A atual é a opção para quem procura algo a mais, tanto em desempenho e capacidade de carga, quanto em conforto.

Se procura a picape média que mais oferece espaço na caçamba e que os menores números de consumo, outras poderão servi-lo melhor, ainda que a S10 não deixe a desejar nesses quesitos. E o modelo da GM logo terá uma nova geração, que já está em desenvolvimento.

Leia Também

Leia Também

Nos testes que realizamos, agradou muito a sua coerência para o uso urbano, então garantimos que, sim, a Chevrolet S10 é uma boa pedida. A sua versão Z71, especificamente, vale a pena? Quando comparamos a “esportivada” com suas semelhantes, e a intenção do comprador for exaltar o estilo, com certeza vale.

Se a razão for mais forte do que o coração, não dá para esconder que o custo-benefício da versão inferior CD 2.8 TD (R$ 233.820) representa uma diferença irresistível para o bolso, sem abrir mão de tantos equipamentos. Com menos de R$ 40 mil, que é a diferença entre ela e a Z71, o dono poderá até encontrar acessórios de customização que a deixarão mais ao seu gosto — caso um dia chegue aquele arrependimento de não ter optado pela Z71.

Chevrolet S10 Z71 2022

Motor: 2.8, quatro cilindros, turbodiesel

Potência (cv): 200 a 3.600 rpm

Torque (kgfm): 51 a 2.000 rpm

Transmissão:  Automático, 6 marchas, tração integral

Suspensão:Independente (dianteira) e feixe de molas semielípticas (traseira)

Freios: Discos ventilados na dianteira e tambores na traseira

Pneus: 265/60 R18 

Dimensões: 5,41 m (comprimento) / 1,87 m (largura) / 1,84 m (altura), 3,09 m (entre-eixos)

Tanque : 76 litros

Caçamba: 1061 litros

Consumo: 8,7 km/l (cidade) /10,6 km/l (estrada) com diesel

0 a 100 km/h: 10,1 segundos 

Vel. Max: 180 km/h

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Carros e Motos

Saiba os prós e contras do GNV para fugir do alto preço da gasolina

Publicado


source
GNV: economia não é o único fator envolvido na questão da conversão que custa entre R$ 5 mil e R$ 9 mil hoje em dia
Divulgação

GNV: economia não é o único fator envolvido na questão da conversão que custa entre R$ 5 mil e R$ 9 mil hoje em dia

Com a gasolina custando mais de R$ 7 o litro em várias regiões do Brasil já tem muita gente pensando em converter o carro para funcionar com GNV. Segundo a ANP (Agência Nacional de Petróleo) a economia em relação ao derivado de petróleo é de 51,3% e se comparado ao etanol chega a 55,8%. Porém, há prós e contras que envolvem a escolha da conversão.

Gasta-se 51,3% menos ao usar GNV na comparação com a gasolina a economia chega a 55,8%, mas é preciso salientar que, em média, precisa-se de 32 meses para pagar o investimento do kit gás para quem roda 500 quilômetros no mês. Portanto, a questão do custo mais baixo do GNV é mais interessante para quem costuma rodar bastante com o carro. Ouça mais detalhes a seguir.


Principalmente no caso da conversão de carro movidos apenas a gasolina para GNV, a redução do rendimento do motor é maior, por causa da menor taxa de compressão. No caso dos kits de GNV de 5ª geração , em média, a perda de potência chega a 5%. Além disso, há casos em que é recomendável ajustar a suspensão por caisa do peso extra dos cilindros de gás.

Conforme especialistas, o gás natural tem uma emissão de gases poluentes 15% menor que o etanol e 20% menor do que a gasolina. Isso ocorre porque a queima do GNV é muito mais completa do que a da gasolina e do etanol . Além disso, o gás natural também é mais seguro. Por ser um combustível mais leve que o ar e possuir uma queima menor.

Leia Também

Outra desvantagem ainda é que os veículos zero quilômetro perdem a garantia de fábrica depois que o equipamento de gás é instalado. A justificativa é que o carro com GNV sofre alterações em sua estrutura.

De acordo com especialistas, um carro com GNV desvaloriza, em média, de 15% a 20% na hora da venda ou troca por outro veículo . Isso porque o carro se torna modificado, ou seja, não é mais original de fábrica. Além disso, a venda deste tipo de veículo costuma ser mais difícil e geralmente é associado a perfil de motoristas que rodam muito

Não é barato o custo com a instalação do equipamento que permite que o veículo seja abastecido com GNV . Hoje em dia, varia de R$ 5 a 9 mil, dependendo do tamanho do cilindro e do modelo do automóvel. Esse investimento no carro com GNV valerá a pena a médio e longo prazo.

Também é importante ficar atento às normas para uso do GNV . Para poder rodar com um carro com kit GNV é preciso passar por uma vistoria anual de segurança junto ao Inmetro, atestando de qualidade do equipamento e assim obter o selo que permite a circulação desse veículo.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana