conecte-se conosco


Policial

Líder do CV diz que foi traído e ameaçado e assume morte de colega de facção na PCE

Publicado

Suspeito disse que cometeu homicídio por medo de rival atentar contra sua vida

O detento Luciano Mariano da Silva, conhecido como “Marreta”, confessou em depoimento prestado à Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na segunda-feira (18), que matou o colega de cela, Paulo César dos Santos, o “Petróleo”. O crime ocorreu no último dia 26 de outubro, dentro de uma cela na Penitenciária Central do Estado (PCE). A princípio, havia suspeita de suícido, que foi descartado.

‘Petróleo’ e ‘Marreta’ eram apontados como líderes do Comando Vermelho dentro da unidade prisional, e foram presos na “Operação Assepsia”, deflagrada em junho pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), duas semanas após um freezer com 86 aparelhos celulares, dezenas de carregadores, chips e fones de ouvido ter sido apreendido na PCE.

Acompanhado de um advogado, “Marreta” afirmou que cometeu o assassinato por suspeitar que “Petróleo” havia lhe traído, repassando informações sobre seus negócios fora da cadeia para policiais da Ronda Ostensiva Móvel Tática (Rotam). Ele teria tido a ‘confirmação’ de suas suspeitas, dois dias antes de executar o colega de cela, durante um depoimento no Fórum de Cuiabá. Segundo ele, o depoimento de outros envolvidos na operação em que foi apreendido o freezer com celulares, batia com tudo o que ele revelado para a vítima.

Leia Também:  Polícia Civil prende envolvido homicídio ocorrido em 2014 em Cuiabá

“Que não tinha dúvida de que Petróleo estava entregando, pois a versão das pessoas em juízo era exatamente a mesma daquilo que o interrogado havia conversado dentro de cela na companhia da vítima”, diz trecho do documento.

Após a audiência, no trajeto de volta à PCE, Marreta chegou a perguntar à vítima o motivo de ele estar o entregando. Petróleo teria respondido “depois da visita nós conversa (sic)”. Marreta acrescentou que a conversa não teve outro ouvinte, apenas ele.

Após a visita, os dois não conversaram mais e se declaram inimigos a partir dali. Afirmou ainda em seu depoimento que no dia do crime notou que quando todos já estavam deitados para dormir, “Petróleo” o observava, causando-lhe desconforto.

“Que como a vítima já teria ameaçado o interrogado, com expressão ‘depois da visita nós conversa’, o interrogado não teve dúvida de que naquele dia ‘seria a morte’. Que o interrogado também passou a ‘cuidar’ da vítima”, disse.

Marreta afirmou que já havia se sentido ameaçado pela vítima e que por isso, por volta das 23h, Marreta pegou o lençol da sua cama, foi até o banheiro e fez uma trança, fechando a cortina do banheiro. Ele levou um vidro de perfume e atacou Petróleo, passando a trança pelo seu pescoço e o imobilizando com o braço. Disse ainda que os outros três companheiros de cela não tiveram participação no crime. “Sim fui eu que matei para não morrer”, afirmou.

Leia Também:  Homem mata sobrinho com tiro na cabeça em propriedade rural em Nossa Senhora do Livramento

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Policial

Duas pessoas são autuadas em flagrante por receptação de produto furtado

Publicado

Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos de Cuiabá prenderam nesta quinta-feira (05.12) dois suspeitos pelo crime de receptação.

No dia 02 de dezembro, uma vítima procurou a delegacia informando que reconheceu um produto furtado de sua residência, um televisor de 55 polegadas, que estava sendo negociado em um site de compra e venda. Um amigo da vítima se passou por interessado no produto e passou a negociar a compra.

Com base nas informações coletadas, os policiais da Derf foram até o estacionamento de um supermercado na Capital, onde o comprador foi instruído a se dirigir até uma residência no bairro Araés, na Capital, para fechar a aquisição da TV. Os policiais se deslocaram até a casa, onde encontraram A.T.A., 31 anos, e R.S.S. que estavam com a televisão furtada e aguardavam o interessado para finalizar a compra.

Os dois foram presos em flagrante e encaminhados à Derf, onde foram autuados por receptação. O delegado Gustavo Belão arbitrou fiança, que foi paga, e os dois responderão em liberdade pela prática criminosa.

Leia Também:  Suspeito de matar homem em bar após desentendimento por jogo de sinuca é preso

 

Fonte: PJC MT
Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende em flagrante um dos autores de furto a loja da Capital

Publicado

Assessoria/PJC-MT

Equipes da Delegacia de Roubos e Furtos de Cuiabá (Derf) prenderam em flagrante nesta quinta-feira (05.12) um dos autores de um furto ocorrido em uma loja do bairro Santa Helena, na Capital.

Na quarta-feira (04.12), a Polícia Civil recebeu o registro da ocorrência de furto em uma loja ocorrido durante a madrugada, na Rua Tenente Eulálio Guerra. De acordo com a vítima, foram levados do local peças de roupas avaliadas em R$ 40 mil e um aparelho celular. A porta dos fundos da loja também foi danificada.

A Polícia analisou imagens de câmeras da loja e conseguiu identificar um dos autores do furto, que foi preso no bairro Parque Cuiabá. No carro do suspeito foram eocntradas duas das peças furtadas da loja. 

O rapaz foi autuado pelo crime de furto qualificado pelo delegado Gustavo Colognesi Belão e encaminhado para adiência de custódia no Fórum de Cuiabá.

As investigações continuam para a identificação dos demais autores do furto.

Fonte: PJC MT
Leia Também:  DNA confirma identidade de segunda mulher morta e enterrada em quintal de residência há seis anos
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana