conecte-se conosco


Cuiabá

Licitação é finalizada e obras dos viadutos serão lançadas a partir da próxima semana

Publicado

Clique para ampliar

Duas importantes obras para a mobilidade urbana da Capital devem ser iniciadas em breve. Isso porque, a Prefeitura de Cuiabá finalizou nesta sexta-feira (14), o processo licitatório para construção de dois viadutos em pontos avaliados como de intenso fluxo.

Por meio do Regime Diferenciado de Contratação (RDC) nº 001/2019, o Consórcio LR foi o escolhido para levantar as estruturas nas vias Manoel José de Arruda (Av. Beira Rio) e Edna Maria Abuquerque Affi (Av. das Torres).

A associação empresarial venceu a concorrência pública, do tipo menor preço, apresentando um valor total de R$ 30.333.656,42, divididos em dois lotes. Desta forma, para o Lote 1 o montante aplicado será de R$ 13.992.929,79. Já para o Lote 2 o valor destinado é de R$ 16.340.726,63. O Município trabalha agora na finalização dos trâmites administrativos, para assinatura do contrato e da ordem de serviço.

“A finalização desse processo licitatório é mais uma vitória para nossa população. Cuiabá tem se desenvolvido e o poder público precisa potencializar esse crescimento, com obras que vão melhorar a mobilidade. Para agilizar o início dos trabalhos, já marcamos para a próxima terça-feira (18), o lançamento da obra do viaduto da Avenida das Torres e no dia 25, que também cai em uma terça-feira, faremos o mesmo ato da Beira Rio”, comemorou o prefeito Emanuel Pinheiro.

Leia Também:  Médico e enfermeiro recebem homenagem de familiares de paciente

Estudos

Os estudos de viabilidade realizados para a implantação dos viadutos apontam que em ambas as localidades, o fluxo de veículos tem sido cada vez mais crescente, o que resulta em quilômetros de congestionamentos com a espera de mais de 30 minutos, durante o horário de pico. Com as edificações, a Prefeitura pretende alcançar resultados como a redução do tempo de locomoção e aumento das condições de segurança de usuários das vias.

De acordo com a sondagem, a intervenção pontual na Beira Rio deve duplicar a capacidade do cruzamento, atendendo de forma direta 9 mil pessoas por hora/pico e, indiretamente, 145 mil habitantes do entorno. Na Avenida das Torres o número chega a 10 mil de forma direta e 90 mil pessoas indiretamente.

Mais investimento

Neste mês, o prefeito Emanuel Pinheiro sancionou o projeto de lei aprovado pela Câmara Municipal, que garantiu a chegada de R$ 125 milhões, junto à Caixa Econômica Federal (CEF). O recurso será aplicado na construção da Avenida Contorno Leste que, com mais de 17,3 quilômetros, irá beneficiar 421 mil habitantes de 39 bairros das regiões Sul, Leste e Norte.

Leia Também:  Câmara Municipal realiza Festival de Orquídeas em homenagem às mães

O contrato de empréstimo ainda será assinado com a instituição financeira e, após essa etapa, o Executivo dará início ao processo licitatório. O certame contará com três lotes, sendo dois para a edificação da avenida e um para levantamento de duas pontes.  O projeto contempla a implantação da rede de drenagem de águas pluviais, pavimentação, meio-fio e calçadas, no trecho que sai do Distrito Industrial chegando até a Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251).

Leia mais:

Prefeito sanciona lei para construção de avenida de 17 km que beneficia 421 mil pessoas

Veja o resultado publicado no Diário Oficial de Contas

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Cuiabá

Texto base da Politica Educacional do Município já é considerado marco para a Educação

Publicado

Jorge Pinho

O prefeito Emanuel Pinheiro entregou durante evento realizado nesta quarta-feira (26), no Hotel Fazenda Mato Grosso, o texto base da Política Educacional da Rede Municipal de Ensino de Cuiabá, denominada Escola Cuiabana: cultura, tempos de vida, direitos de aprendizagem e inclusão.

Cerca de 730 profissionais da rede pública municipal de Educação participaram do evento e, agora, após estudos e sistematização das reflexões e conteúdos, enviarão sugestões para o texto. A expectativa da Secretaria Municipal de Educação é de que até o final do ano, a Política Educacional de Cuiabá seja lançada, em seu texto definitivo.

Este é um momento histórico para a Educação de Cuiabá. Após quase 20 anos, a Capital passará a ter uma política pública contendo diretrizes e base para um projeto pedagógico da Educação Pública Municipal, que abrange desde a infância até o Ensino Fundamental e a Educação de Jovens e Adultos (EJA), totalizando mais de 52 mil alunos.

Durante o evento, o prefeito Emanuel Pinheiro disse que a Escola Cuiabana será o projeto político educacional mais avançado dos últimos tempos e vai direcionar e estabelecer as metas para a Educação, para os próximos 20 anos. “É necessário criar essas diretrizes, e discutir com os profissionais até porque nesses últimos 20 anos, houve uma mudança significativa na forma de fazer Educação. Demos essa missão à Secretaria de Educação e, com o envolvimento dos profissionais, tendo como norte a linha adotada pela gestão, de humanização, paz e justiça social, e a valorização do que temos de mais caro na rede que são os profissionais e especialmente as nossas crianças, estamos lançando esse texto base e, tenho certeza, seremos um ‘case’ de sucesso na Educação Pública de Mato Grosso”, destacou Emanuel Pinheiro.

Leia Também:  CCJR avalisa cinco projetos de lei

Perguntado sobre as garantias para a implantação dessas diretrizes e o financiamento da Educação, Emanuel Pinheiro disse que a Prefeitura já está garantindo as ações, sempre com qualidade, e acompanhadas de perto pelo prefeito, o principal fiscalizador da evolução de tudo que diz respeito à política educacional e lembrou as metas traçadas pela sua gestão para a pasta, uma educação pública inclusiva, integral, e que garanta qualidade e respeito aos profissionais educação e aos alunos. Ele lembrou que projetos e programas como o “Bom de Bola, Bom de Escola”, “Escola em Tempo Integral”, “Inteligência Emocional”, “Hora Estendida”, “Climatizar é Humanizar”, uniforme gratuito para todos os alunos, reforma da estrutura física da rede, a construção de mais sete CMEIs aumentando a oferta de vagas na Educação Infantil e transformação das creches e Centros de Educação Infantil Cuiabano (CEICs), a valorização dos profissionais com a Lei Orgânica já encaminhada para Câmara, salário em dia, RGA e todas as demais ações estruturantes estão inseridos  dentro da Escola Cuiabana, para que a Educação continue avançando.

O secretário de Educação, Alex Vieira Passos falou sobre os importantes avanços dos últimos anos e disse que o texto base é um marco para a política pedagógica do Município. “Iniciamos esse trabalho em 2017 e agora estamos apresentando para os 9 mil profissionais avaliarem. Em dezembro fechamos o documento e em janeiro, estaremos aplicando essas diretrizes fechando um ciclo de 20 anos, com a Educação que queremos e sabendo aonde queremos chegar”, destacou.

Leia Também:  Em Cuiabá, programa ajuda 16 mil alunos a melhorar seu desempenho escolar e a construir relações saudáveis

A secretária-adjunta de Educação, Edilene Machado destacou o processo de construção da proposta que está alinhada ao programa do prefeito Emanuel Pinheiro e a participação de todos os profissionais da rede. “Essa é a reorganização do nosso currículo de acordo com as orientações da Base Nacional Comum Curricular que preconiza o respeito ao direito de aprendizagem, o tempo das crianças, os ciclos de formação. Atendemos crianças de zero até o idoso e precisamos respeitar, estudar e conhecer o tempo de vida de cada um e saber o que essa criança e esse adulto precisam de conhecimento na sua vida. Além disso, temos 300 anos de história e cultura que estão enfatizados na nossa política”, salientou Edilene Machado.

A diretora do CMEI Engenheiro Oscar Amelito, Adila Terezinha de Andrade falou sobre a importância do momento para o trabalho nas unidades educacionais. “Percebemos uma educação humanizada, inclusiva, de verdade, e que se preocupa com o ser humano. Esse orientativo vai enriquecer ainda mais esse processo que já está acontecendo nas unidades escolares”, disse ela.

Participaram do evento, a diretora geral de Gestão Educacional, Mabel Strobell, a diretora de Ensino, Zileide dos Santos, diretora Geral Administrativa e Financeira, Silene Ticianel, o presidente do Conselho Municipal de Educação, Luiz Jorge, o presidente da Câmara Municipal, vereador Misael Galvão, o  líder do Prefeito na Câmara, Luiz Claudio, a secretaria municipal de Agricultura, Trabalho Desenvolvimento Econômico, Débora Marques, a diretora da EMEB Dep. Ulisses Silveira Guimarães, Sandra Aparecida Silva Moraes.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Continue lendo

Cuiabá

Case de sucesso, HMC se torna referência para Saúde de Mato Grosso do Sul

Publicado

Oziane Rodrigues

Considerado pelo Ministério da Saúde como uma das três melhores unidades hospitalares públicas do país, por características que vão desde a dimensão do espaço físico aos equipamentos e capacidade técnica-operacional, o Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), Dr. Leony Palma de Carvalho vêm se tornando referência para outros estados.

Depois de receber membros da Secretaria de Saúde do Estado de Rondônia, o HMC, que já é considerado o maior complexo hospitalar de Mato Grosso, também chamou a atenção de gestores de Mato Grosso do Sul (MS). Nesta terça-feira (25), o secretário municipal de Saúde de Campo Grande, José Mauro Castro, acompanhado pelo enfermeiro e vereador de base, Hederson Fritz (membro da Comissão em Saúde na Câmara da Capital de MS) e de uma comitiva de técnicos, estiveram em Cuiabá para conhecer desde o processo de obras ao formato de entrega do HMC.  

Para Mauro Castro, que sinalizou buscar medidas para curto, médio e longo prazo, a implantação de uma unidade no modelo do HMC pode ser a solução para os mais de 1,5 milhões de pacientes que buscam atendimentos em Campo Grande.

“Viemos conhecer o tão falado Hospital Municipal de Cuiabá, bem como os impactos que ele trará para a rede SUS em Mato Grosso. Ficamos impressionados com toda qualidade e organização técnica que foi implantada desde a fundação da obra até a entrega que está sendo realizada em etapas. Tudo isso, nos demonstrou extrema organização e respeito aos usuários SUS. Campo Grande possui uma realidade semelhante à de Cuiabá, pois recebe muitos pacientes de outros municípios de MS. Dessa forma, acreditamos que uma unidade como está pode ser a solução para os mais de 1,5 milhões de cartão SUS atendidos na nossa Capital”, frisou.

Leia Também:  Médico e enfermeiro recebem homenagem de familiares de paciente

Além de conhecer o projeto e a estrutura do HMC durante toda a manhã, a comitiva campo-grandense reuniu-se na sede da SMS com equipes técnicas no período da tarde para conhecer as mudanças que vêm sendo implantadas pela gestão Emanuel Pinheiro para virar a página da Saúde em Cuiabá e ainda visitou o Hospital Municipal São Benedito.

Admirado com o resultado, o vereador enfermeiro Fritz, declarou que a Câmara de Campo Grande ofertará total apoio para que o mote cuiabano seja implantado. “Saio impressionado não apenas com o novo Hospital, mas também com o modelo de gestão em Saúde que está sendo implantado em Cuiabá com reestruturações desde a Atenção Básica até alta complexidade. Ao ver tudo isso e conversar com os gestores, conseguimos novas perspectivas para que possamos adequar a nossa realidade. Enquanto membro da Comissão em Saúde e defensor das boas políticas do SUS, não apenas eu, mas toda a Câmara de Vereadores daremos total apoio para implantar mudanças como estas em nossa cidade”, disse o Enfermeiro Fritz.

Leia Também:  Vereador Clebinho Borges quer novos nomes em ruas de bairro

Para o secretário de Saúde de Cuiabá, Luiz Antônio Possas de Carvalho, momentos como estes demonstram que as determinações do prefeito Emanuel Pinheiro estão sendo seguidas à risca. “O prefeito Emanuel Pinheiro está implementando mudanças para realmente virar a página da Saúde Pública na Capital, que acaba assumindo também pacientes de outros municípios. Estamos redesenhando a rede de atendimento e tudo começa com o HMC que já proporcionou zerarmos os corredores do atual Pronto Socorro e assim vamos caminhando para a humanização da Saúde.  Cabe ressaltar que nada disso seria possível sem o apoio irrestrito e orientações do controle social tão brilhantemente representado pelo Conselho Municipal de Saúde. Enfrentamos muitos desafios que vão desde a oposição política à falta de recursos, mas saber que somos exemplos para outros Estados é o maior indicativo de que estamos no caminho certo”, frisou. 

As visitas e apresentações foram conduzidas pelo secretário de Saúde de Cuiabá, pelo diretor da Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ESCP), Alexandre Beloto, vice-presidente do Conselho Municipal de Saúde, Júlio César, Secretária executiva do Conselho de Saúde, Janaína Penha, membros da Comissão de Pró-Implantação do HMC/Assessoria de Planejamento da Secretária Municipal de Saúde de Cuiabá.

 

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana