conecte-se conosco


Várzea Grande

Lei obriga o uso de máscara facial nas ruas, transportes públicos, comércios, transporte por aplicativo, taxis , espaços e órgãos públicos

Publicado


.

17/09/2020    2

A prefeitura de Várzea Grande aperta o cerco, no uso obrigatório de máscara, o que antes já era proibido por Decreto Municipal, agora vira Lei. A Lei torna obrigatório o uso de máscara facial para quem sair às ruas, circular em locais públicos, no transporte público coletivo, transportes por aplicativos e táxis, estabelecimentos comerciais e repartições públicas. Agora as pessoas que não usarem máscaras estão sujeitos às penalidades civis e criminais, de acordo com as Leis do País. A prefeita Lucimar Sacre de Campos sancionou a Lei n° 4.627/2020, que dispõe sobre esses procedimentos. O ato será publicado em Diário Oficial dos Municípios na edição de sexta-feira (18).

“O Supremo Tribunal Federal (STF) no final do mês de Agosto decidiu que o uso de máscara é obrigatório em locais públicos como comércio, indústria, escolas e templos e ruas. Os ministros que participaram do julgamento votaram pela obrigatoriedade do uso do equipamento. A obrigatoriedade do uso de equipamento individual nestes espaços foi estabelecida em uma lei que entrou em vigor em julho deste ano. Os municípios seguem a votação do STF e institui a Lei no âmbito municipal. O que antes a obrigatoriedade era válida por Decreto Municipal, agora vira Lei”, explicou Silvio Fidélis, presidente do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus de Várzea Grande.

A prefeita Lucimar Campos salientou que a recomendação do uso da máscara tem como base a proteção coletiva, e necessária para que a contaminação da doença não se espalhe, uma vez que muitas pessoas podem estar infectadas e serem assintomáticas. “A lei amplia ainda mais o combate da pandemia do Covid-19 no município, e ficará valendo enquanto perdurar o período de restrições necessárias ao enfrentamento do coronavírus”,  informou .  

“Várzea Grande vem desde o mês de março, adotando medidas de enfrentamento ao coronavírus, e trabalhando no enfrentamento a doença. Inúmeras ações foram realizadas pelo Comitê de Enfrentamento do Covid-19 no município, como por exemplo, o fechamento do comércio em momento oportuno para conter a doença, o amplo trabalho de orientação à população quanto aos cuidados diários, na higienização dos espaços bem como do uso constante de mascaras e álcool em gel, e o distanciamento de 1,5 metros entre as pessoas, além das medidas adotadas no âmbito da Saúde Pública, como na abertura de novos leitos de UTIs, compra de medicamentos específicos para o tratamento da doença, reestruturação da Rede Pública de Saúde para abrigar as pessoas acometidas pela doença, mutirões, blitizes sanitárias, enfim, a cada semana novas decisões e ações são adotadas em prol a saúde dos várzea-grandenses”, afiançou a prefeita.

“Com a retomada de algumas atividades não essenciais e da abertura dos comércios e espaços públicos – e para que não haja um aumento nos casos de coranavirus na cidade – se faz necessário que os protocolos de segurança sejam reforçados e instituídos por força de Lei”, explica Silvio Fidelis.

De acordo com o decreto, fica determinado o uso obrigatório de proteção facial pelos munícipes, nas ruas, no interior de estabelecimentos que estejam autorizados a  funcionar, nos setores públicos e privados e nos serviços de transporte de passageiro público e privado.

Caberá ao responsável pelo estabelecimento ou pela prestação dos serviços adotar medidas necessárias sobre a impossibilidade de entrada e permanência nos locais sem o uso de mascarás de proteção facial. O descumprimento da lei implicará em responsabilização nas esferas civil e criminal.

 

 

 

 

 

 

Por: Katia Passos – Secom/VG

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Várzea Grande

Várzea Grande aplicou 2.437 doses de vacinas no dia D da Campanha de Multivacinação e contra a Poliomielite

Publicado


19/10/2020    9

A  Secretaria de Saúde, promoveu no último sábado (17), o dia D da Campanha de Vacinação contra a Poliomielite e Multivacinação. Além da vacinação, foi verificada a situação vacinal com foco na atualização das cadernetas de crianças e adolescentes e na vacinação de crianças contra a poliomielite. A campanha começou no dia 5 e vai até 30 de outubro.

Somente no dia D foram aplicadas 2.437 doses da vacina contra Poliomielite via oral , em crianças de 1 ano a menores de 5 anos de idade ( 4 anos, 11 meses e 19 dias), além da VOP e outras vacinas que foram aplicadas de acordo com a necessidade de cada criança e ou adolescente ( menor de 15 anos).

De acordo com a responsável pela Vigilância em Saúde de Várzea Grande, Relva Cristina , a procura da população nos pontos de vacinação foi satisfatória, uma vez que algumas unidades tiverem que ir além do horário estipulado para o encerramento das atividades do dia D.

“ A mobilização ocorreu  em 23 pontos de vacinação, sendo 21 em Unidades Básicas de Saúde e dois pontos em escolas municipais, a Emeb Antônio Salústio e a Cmei Wilson Sodré. Estiveram envolvidos na ação mais de 150 servidores da secretaria Municipal de Saúde. A vacinação continua e  recomenda-se que crianças (acompanhadas de adulto), adolescentes e jovens, procurem uma Unidade de Saúde próxima de suas casas, munidos da Caderneta de Vacinação e não percam a oportunidade de imunizar-se, pois, essa é a forma mais eficaz de prevenir doenças”, alertou Relva Cristina.

O público-alvo da campanha contra poliomielite são crianças de 1 ano a menores de 5 anos, que devem receber a Vacina Oral de Poliomielite (VOP), desde que já tenham recebido as três doses da Vacina Inativada de Poliomielite (VIP), do esquema básico de vacinação. Crianças menores de 1 ano (de 29 dias até 11 meses) deverão ser vacinadas seletivamente com a VIP, conforme as indicações do calendário nacional de vacinação.

“A Saúde adotou todas as medidas de biossegurança necessárias nos pontos de vacinação, na garantia da administração das vacinas em locais adequados com a disponibilização no  local de álcool em gel e orientamos  que somente um familiar acompanhe a criança a  ser vacinada . São medidas necessárias com a  pandemia do novo coronavírus -Covid-19. O importante é vacinar e assegurar a saúde das crianças com doenças preveníveis com a vacina”, destacou a coordenadora Relva Cristina.

Por: Da Redação – Secom/VG

Continue lendo

Várzea Grande

Alunos da Rede Municipal de Várzea Grande participam do Proerd com aulas on-line

Publicado


16/10/2020    1

 

Alunos das Escolas Municipais de Educação Básica – EMEB Jayme Veríssimo de Campos Júnior, EMEB Eunice César de Melo e EMEB Abdala José de Almeida estão participando desde o início da semana do Programa Educacional de Resistência às Drogas – PROERD.  Em razão da suspensão das aulas presenciais decretada tendo em vista a prevenção e combate ao novo coronavírus, as aulas estão ocorrendo de forma online.

O Programa, que é desenvolvido pela Polícia Militar do Estado de Mato Grosso em parceria com a Prefeitura de Várzea Grande, tem como objetivo prevenir, combater o uso de drogas entre crianças e adolescentes, bem como diminuir a violência praticada dentro e fora do ambiente escolar e familiar.

Segundo o instrutor do Programa, cabo PM/MT Edson Romoaldo, o Proerd tem como foco nas aulas o Modelo de Tomada de Decisão Proerd, que orienta os alunos a tomarem decisões baseadas na análise das consequências destas decisões. O 2° Comando Regional da PM, atualmente sob a administração do Coronel Josenildo tem a meta de capacitar as crianças de Várzea Grande e as mantê-las longe das drogas.

Por causa do distanciamento social provocado pela pandemia, este ano o Programa está atendendo os alunos do 5º ano da rede municipal de Educação por meio de plataforma on-line. “O Programa online terá o policial militar instrutor do Proerd ministrando aulas juntamente com o professor (a) da sala. Após 10 aulas, os alunos que cumprirem as atividades  do Programa receberão o certificado de participação” explicou o cabo Edson.

De acordo com a secretária interina, Benedita Ponce, a Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer vem desenvolvendo um trabalho junto aos pais de alunos e comunidade escolar para promover a divulgação e estimular os alunos a participar do curso que, devido a este momento diferenciado, está sendo ministrado em encontros virtuais uma vez por semana, com datas e horários fixos pré-estabelecidos.

“Mesmo em meio à pandemia e todas as limitações impostas pelo risco a saúde de nossos alunos, os profissionais da Educação de Várzea Grande estão empenhados em levar a comunidade escolar mais conteúdo, mais atividades remotas, diversificando ações que possam garantir um avanço no aprendizado dos estudantes. O Proerd é um programa muito importante e tradicional dentro de nossa rede municipal e através do esforço, inovação e criatividade por parte da Polícia Militar e Prefeitura Municipal este ano conseguimos garantir essa parceria que só traz benefícios aos nossos alunos” declarou Benedita.

 

 

 

 

Por: Fred Nogueira – Secom/VG

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana