conecte-se conosco


Policial

Lei Maria da Penha é tema de palestras em escolas de Jauru

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A educação de crianças e adolescente é um dos caminhos para redução dos índices de violência doméstica e está prevista no inciso V, do artigo 8ª da Lei Maria da Penha, que determina a “promoção e realização de campanhas educativas de prevenção a violência doméstica e familiar contra a mulher, voltadas ao público escolar e a sociedade em geral, assim como a difusão da lei e dos instrumentos de proteção aos direitos humanos das mulheres”.

Dentro desse princípio, um grupo de servidores da Delegacia da Polícia Civil de Jauru (425 km a Oeste), debateu durante três dias a Lei Maria da Penha (11.340/06), junto a alunos da Escola Estadual Deputado João Evaristo Curvo, Escola Estadual Francisco Salazar e Comunidade São José.

As  palestras foram realizadas nos dias 22, 26 e 28 de agosto pela escrivã, Fernanda Tamara de Souza e Silva, com auxilio dos investigadores Maicon Carvalho, Ihanco Moreira Carvalho e Welder Marcell Cena de Freitas e dos estagiários Denys Firmino e Raiany Ferreira Dutra.

O público atingido foi de aproximadamente 800 alunos. “Foram realizadas palestras versando sobre a importância dessa lei, o porquê de sua criação, qual número ligar ou com quem falar em caso de violência doméstica e familiar, e o que essa lei causa aos agressores, ocorreu um concurso de redação, havendo premiação os alunos com as melhores redações”, disse a escrivã.

Leia Também:  Polícia Civil fecha boca de fumo comandada por idoso em Nova Xavantina

A lei que completou 13 anos dia 7 de agosto de 2019 é tida como uma dos mais avançados instrumentos de combate e proteção às mulheres vítimas de violência doméstica.

Em pesquisa realizada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, apenas 2% dos brasileiros nunca ouviram falar da lei Maria da Penha. Desde sua criação, o aumento de denúncias foi 86%. Segundo os dados, o número de mulheres agredidas fisicamente alcança quase cinco milhões de mulheres, uma média de 536 mulheres por hora em 2018; e 177 espancadas. A pesquisa mostra que 76% das mulheres vítimas de violência contam que conheciam o agressor: o marido, um ex-namorado, um vizinho.

“O propósito da legislação não é prender homens, mas proteger mulheres e filhos das agressões domésticas”, reforça a escrivã ao falar com os alunos.

 

 

Fonte: PJC MT
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Policial

Polícia Civil prende receptador que comercializava produtos ilícitos no shopping popular

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um homem que receptava produtos adquiridos através de falsas vendas em uma loja de pneus e peças automotivas em Várzea Grande foi preso pela Polícia Judiciária Civil, na sexta-feira (17.01), em trabalho realizado pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos do município (DERF-VG).

A prisão do suspeito aconteceu após a equipe de policiais da DERF-VG receber informações de que peças compradas ilegalmente na empresa, através de compras não autorizas pelos clientes cadastrados, estavam sendo entregues a um terceiro que as comercializava no estabelecimento conhecido como “Shopping Popular” na Capital.

Segundo as investigações, um funcionário era o responsável pelas vendas paralelas, utilizando o cadastro dos clientes para simular as compras e repassar o produto para o terceiro, sem que o valor entrasse para a empresa.

Com informação de que a mercadoria seria entregue no shoppingo popular, os policiais da DERF-VG diligenciaram até o local, onde conseguiram realizar a abordagem do suspeito no momento da entrega dos produtos.

O proprietário da banca do shopping popular, responsável pela venda dos produtos foi encaminhado a especializada, onde após ser interrogado, foi autuado em flagrante pelo crime de receptação qualificada, o qual não cabe fiança, sendo o suspeito encaminhado para audiência de custódia.

Leia Também:  Polícia Civil cumpre mandados e aprende armas e munições durante investigações de homicídio

Fonte: PJC MT
Continue lendo

Policial

Polícia Civil cumpre mandados e prende traficantes em Nova Monte Verde

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Seis mandados de busca e apreensão domiciliar foram cumpridos pela Polícia Judiciária Civil, na sexta-feira (17.01), com objetivo de combater o tráfico de drogas no município de Nova Monte Verde (968 km ao Norte de Cuiabá). A ação resultou na apreensão de uma arma de fogo, munições e porções de entorpecentes.

Três pessoas (dois homens e uma mulher) localizadas em um dos alvos foram presas em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.  Os irmãos, proprietários da residência em que foram encontrados os objetos ilícitos responderão também por posse ilegal de arma de fogo e munições.

A operação tinha o objetivo de dar cumprimento a mandados de busca e apreensão domiciliar expedidos pela Justiça, com base em investigações realizadas pela Delegacia de Nova Monte Verde, que identificaram pontos de venda de drogas no município.

As investigações foram inciadas pelo delegado Eugênio Rudy Junior (titular da Delegacia de Nova Monte verde à época) e os mandados foram cumpridos na operação coordenda pelo delegado Pablo Carneiro (atual titular).

Leia Também:  Polícia Civil cumpre mandados e aprende armas e munições durante investigações de homicídio

Em buscas em um dos alvos, os policiais conseguiram localizar uma pistola calibre 765, além de porções pequenas de maconha, pasta base e cocaína. Segundo o delegado, Pablo Carneiro, além da droga, também foi apreendido um caderno de anotações com referências ao tráfico de drogas na região.

“Por conta das apreensões realizadas na casa corroboradas com o relatório de investigações feito pela delegacia, foi lavrado o auto de prisão em flagrante dos três suspeitos que estavam no local pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico“, disse o delegado.

 

 

Fonte: PJC MT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana