conecte-se conosco


Esportes

Leão domina, mas empata com o Vila Nova pela Série B

Publicado

O Leão foi superior o tempo inteiro, pressionou e criou chances, mas parou na defesa do Vila Nova e ficou no empate sem gols, na noite desta segunda-feira, na Ilha do Retiro, pela última rodada do primeiro turno da Série B do Brasileirão.

O jogo

Empurrado pela torcida, o Leão se impôs desde o primeiro minuto no campo ofensivo. Com repertório, alternou as investidas pelas duas laterais e pelo centro. E conseguiu enumerar lances de perigo.
As tentativas iniciais foram em chutes perigosos de Ronaldo, que passou perto, e Sabino, que exigiu defesa difícil do goleiro adversário.

Depois disso, o Sport conseguiu infiltrar na zaga do Vila Nova e quase marcou com Juba e Sander, em chutes cruzados bloqueados pelo camisa 1 e pela marcação, respectivamente.

Cada vez mais incisivo em busca de abrir o placar, o Sport chegou perto em jogadas individuais de Ray Vanegas. Na primeira, o colombianou limpou a marcação na pequena área e acertou o travessão. Depois, teve bom lance meia-lua em que chutou colocado, mas a bola tirou tinta da trave.

Segundo tempo

Para a etapa complementar, o cenário do jogo seguiu o mesmo: apenas um time jogou. Atrás do primeiro gol, o ímpeto do Leão foi o mesmo. A postura dos visitantes, no entanto, também continuiu igual, o que dificultou as ações em rubro-negra.

Na reta final da partida, o Sport seguiu ainda mais ofensivo, com as entradas de Denner, Jaderson e Búfalo Parraguez. Porém, esbarrou no sistema defensivo goiano, ainda mais fechado com o passar do tempo.

Apesar da pressão e domínio durante os 90 minutos, placar zerado.

A sequência do Sport no Brasileirão

Com o resultado, o Leão é quinto colocado, com 27 pontos. Na sequência da competição, o Sport enfrenta o Sampaio Corrêa, nesta sexta-feira, às 21h30, no estádio Castelão.

Sport 0 a 0 Vila Nova

Mailson; Ezequiel (Denner), Rafael Thyere (Alemão), Sabino, Sander; Ronaldo, Fabinho, Blas Cáceres (Paulinho), Thiago Lopes (Jaderson) e Luciano Juba; Ray Vanegas (Búfalo Parraguez). Técnico: Lisca

Local: Ilha do Retiro, Recife

fonte:https://sportrecife.com.br/futebol/leao-domina-mas-empata-com-o-vila-nova-pela-serie-b/

Fonte: Agência Esporte

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esportes

Palmeiras vence Corinthians e dispara na liderança do Brasileirão 2022

Publicado

O Palmeiras soube aproveitar um erro decisivo do Corinthians neste sábado (13.08), venceu o clássico e disparou na liderança do Brasileirão. Em jogo da 22ª rodada, um gol contra de Roni definiu o 1 a 0 alviverde na Neo Química Arena. 

Cada vez mais embalado, o Palmeiras dispara e abre nove pontos na liderança (48 contra 39 do rival). O time agora tem a semana inteira reservada a treinos antes de receber o Flamengo em casa, no domingo que vem (21), novamente pelo Brasileirão.

O Corinthians, pelo contrário, viu a crise aumentar ainda mais. Sem vencer há quatro jogos, os comandados de Vítor Pereira terão pela frente outro teste de fogo, na quarta-feira (17): precisa reverter a desvantagem de dois gols contra o Atlético-GO para seguir na Copa do Brasil.

Uma derrota pode transbordar o caldeirão corintiano, iniciado com o desconforto do elenco com o treinador português, seguido pela eliminação na Libertadores e a saída de Willian.

A primeira grande participação da torcida foi um recado ao ex-camisa 10 do Corinthians. Minutos antes do jogo, antes mesmo de cantar o hino do clube, os torcedores entoaram xingamento ao meia Willian, que assinou a rescisão de contrato e deixou o clube nesta semana. “Alô, Willian, vai se f…, o Coringão não precisa de você”, cantaram em coro. Apesar do adeus, a imagem do jogador ainda aparecia no copo oficial do clássico, vendido a torcedores na Arena.

Ficha Técnica 

CORINTHIANS 0 x 1 PALMEIRAS 

Competição: Campeonato Brasileiro, 22ª rodada Data e 

Horário: 13 de agosto de 2022, sábado, às 19 horas (de Brasília) 

Local: Neo Química Arena, em São Paulo-SP 

Árbitro: Raphael Claus (FIFA/SP) 

Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis (FIFA/SP) e Rodrigo Figueiredo Henrique Corraa (FIFA/RJ) 

VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (FIFA/SP) 

Cartões Amarelos: Fausto Vera e Róger Guedes (Corinthians); José López e Piquerez (Palmeiras) 

Público: 44.966 pessoas (44.666 pagantes) Renda: R$ R$ 3.226.090,00 

Gols: Roni (contra) aos 27 minutos do segundo tempo. 

Corinthians: Cássio; Rafael Ramos (Fagner), Bruno Méndez, Balbuena e Lucas Piton; Du Queiro, Fausto (Roni) e Renato Augusto; Gustavo Mosquito (Adson), Róger Guedes e Yuri Alberto. Técnico: Vítor Pereira.

Palmeiras: Weverton; Mayke, Gustavo Gómez, Murilo e Piquerez; Danilo, Zé Rafael e Raphael Veiga (Wesley); Rony (Gabriel Menino) Dudu (Bruno Tabata) e José López (Rafael Navarro). Técnico: Abel Ferreira

Fonte: Agência Esporte

Continue lendo

Esportes

Cuiabá vence Juventude e deixa o Z4 do Brasileirão na estreia de Deyverson

Publicado

O Cuiabá venceu o Juventude por 1 a 0 neste sábado (13.08), e voltou a saber o que é uma vitória no Brasileirão após cinco rodadas sem vencer.

A partida válida pela 22ª rodada foi disputada na Arena Pantanal, em Mato Grosso, e contou com a estreia do atacante Deyverson, após quatro meses sem entrar em campo.

Com a vitória, a equipe dourada subiu na tabela e saiu da zona de rebaixamento.

Agora, o time ocupa a 15ª posição, com 25 pontos somados. O Juventude, por outro lado, permanece na lanterna do Brasileirão, com 16 pontos.

André finalmente voltou a marcar pela equipe. Antes de fazer o primeiro gol do jogo de hoje, o atacante só tinha balançado a rede pela equipe mato-grossense na 11ª rodada, no empate em 1 a 1 com o Red Bull Bragantino, pelo Brasileirão.

Recém-contratado, Deyverson estreou pelo Cuiabá substituindo André aos 14 do segundo tempo.

A última vez em que o atacante esteve em campo foi ainda pelo Campeonato Paulista jogando pelo Palmeiras. Após ficar sem clube, começou a manter o preparo físico por conta própria.

O atacante até teve chance de marcar aos 34′, mas isolou a bola e mandou na arquibancada da Arena Pantanal. 

A defesa do Cuiabá, apesar da pressão rival em alguns momentos, conseguiu manter a tranquilidade e evitar o pior.

Embora tenha aberto o placar e tido mais posse de bola priorizando o controle do jogo ao contrário do Juventude, que focou em atacar, a equipe não mostrou muito perigo e soube aproveitar uma das poucas chances claras que teve, tendo equilibrado o jogo com os visitantes nos minutos finais da primeira etapa.

O Cuiabá voltou a sentir o gosto da vitória depois de cinco rodadas sem saber o que era vencer.

O último triunfo da equipe antes da partida de hoje foi por 1 a 0 contra o Botafogo, na 16ª rodada do Brasileirão. Além de voltar a vencer, a equipe conseguiu sair por enquanto da degola da tabela.

O Dourado finalizou sete vezes contra a meta, cinco de dentro da área em jogadas alternadas nas quais as melhores chances surgiram com Gabriel Pirani aos 25′ e Rafael Gava aos 45′ da primeira etapa.

O Juventude chegou em três arremates, mas a melhor oportunidade saiu de Pitta aos 14′.

Na segunda etapa, Rafael Gava, antes mesmo do primeiro minuto, tentou de fora da área, exigindo grande defesa de Pegorari. Pepê, dois minutos depois, também tentou o dele, mas a bola foi fraca em direção ao gol.

FICHA TÉCNICA: CUIABÁ 1 x 0 JUVENTUDE

Competição: Série A do Brasileiro, 22ª rodada

Data e horário: 13 de agosto de 2022 (sábado), às 20h30 (de Brasília)

Local: Arena Pantanal, Cuiabá (MT)

Árbitro: Marielson Alves da Silva

Auxiliares: Alessandro Alvaro Rocha de Matos e Rafael Odilio Ramos dos Santos

Cartões amarelos: Alan Empereur, Gabriel Pirani, Pepê, Gabriel Pirani, Daniel Guedes (CUI); Yuri Lima, Elton, Jadson (JUV)

Gols: André (CUI), aos 21 do 1º Tempo.

CUIABÁ: Walter, Alan Empereur (Camilo), Joaquim, Marllon, Daniel Guedes (João Lucas), Rafael Gava (Paulão), Gabriel Pirani (André Luís), Pepê, Osorio, Valdívia e André (Deyverson). Técnico: António Oliveira.

JUVENTUDE: Pegorari, Thalisson Kelven (Capixaba), Paulo Miranda, Nogueira, Rodrigo Soares, Yuri Lima (Elton), Jadson (Vitor Gabriel), Bruno Nazário, Moraes (Vitor Leque), Felipe Pires e Pitta (Ricardo Bueno). Técnico: Umberto Louzer.

Fonte: Agência Esporte

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana