conecte-se conosco


Policial

Ladrões furtam mais de 2 mil metros de fiação do Parque das Águas e causam prejuízo de R$ 300 mil à prefeitura

Publicado

O valor engloba, além de toda a fiação, a parte de tubulação e quadro de energia que também foram danificados

Por meio de sua equipe administrativa do Parque das Águas, a Prefeitura de Cuiabá identificou na manhã desta segunda-feira (29) o furto de cerca de 2,2 mil metros de cabeamento do espaço de lazer. Conforme levantamento inicial do Município, o ato de vandalismo contra o patrimônio público gerou um prejuízo de aproximadamente R$ 300 mil.

O valor engloba, além de toda a fiação, a parte de tubulação e quadro de energia que também foram danificados e precisarão ser refeitos. Somado a depredação já efetuada, o monitoramento constatou ainda escavações próximas a postes de iluminação instalados em outros setores do parque, como se o local já estivesse sendo preparado para novas ações.

O Município não consegue precisar o momento exato do ocorrido, mas acredita que tenha sido executado durante o fim de semana. Um Boletim de Ocorrência (B.O) já foi lavrado para apuração do caso. Paralelamente, a Empresa Cuiabana de Limpeza Urbana (Limpurb) também dará início ao processo de aquisição de novos materiais para a realização do reparo.

“Temos os guardas no local, porém, com toda razão, eles se sentem inibidos a atuar nesse tipo de situação. Por isso, pedimos o apoio da Polícia Militar. Também contamos com a ajuda da população e pedimos que utilize o 190 para denunciar. A Prefeitura tem trabalhado para vencer a Covid-19, mas infelizmente tivemos esse prejuízo”, explica o titular da Limpurb, Anderson Matos.

No enfrentamento a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a Prefeitura tem adotado uma série de medidas para proteger a saúde da população. Uma dessas ações foi o desligamento da iluminação do parques, visando evitar aglomerações e inibir o contágio do vírus. Todavia, denúncias apontam que a marginalidade tem se aproveitado da situação para cometer atos ilícitos.

“Tivemos que tomar esse decisão, já que uma boa parte da população não estava obedecendo a recomendação do isolamento. Infelizmente, a marginalidade tem aproveitado para praticar esse e outros atos, como o consumo de drogas no local. Faço um apelo às forças de segurança, que tem sido uma grande parceira, para dar uma atenção especial a esse local”, comenta o prefeito Emanuel Pinheiro.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Polícia Civil cumpre prisão de caminhoneiro suspeito de estupro de vulnerável em Rondonópolis

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Mais uma ação da Polícia Civil, realizada pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM) de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá) cumpriu, nesta terça-feira (17.04) o mandado de prisão contra um caminhoneiro suspeito do crime de estupro de vulnerável.

O mandado de prisão tem validade até 2038 e foi recebido pela Delegacia da Mulher no mês de março de 2020. O suspeito, de 57 anos, trabalha como caminhoneiro e não possui residência fixa, o que dificultava a sua localização.

A prisão do procurado foi realizada com apoio da equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que realizou a abordagem do procurado com base nas informações passadas pelos policiais da DEDM Rondonópolis.

Após a abordagem na rodovia, o suspeito foi conduzido à Delegacia da Mulher para as providências cabíveis para cumprimento da ordem de prisão.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Governo do Estado entrega em agosto Plantão 24h de atendimento a vítimas de violência doméstica e sexual

Publicado


.

Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

 

Fotos: João Reis

O Governo do Estado entrega no próximo dia 7 de agosto o “Plantão de atendimento a vítimas de violência doméstica e sexual” da Polícia Civil, que funcionará 24 horas por dia em Cuiabá. O plantão está instalado no prédio da 2ª Delegacia da Capital, no bairro Planalto.

Serão atendidas no Plantão 24h ocorrências envolvendo mulheres vítimas de violência doméstica e familiar, conforme a Lei 11.340/2016 (Maria da Penha), além de vítimas de crimes contra a dignidade sexual conforme a Lei 12.015/2009 e as mudanças trazidas com as leis 3718/2018 e 3772/2018 (importunação sexual e violação da intimidade da mulher).  Também serão realizados procedimentos de prisão em flagrante, além de requerimento de medida protetivas, entre outras providências de urgência necessárias, conforme os casos.

A data de inauguração foi escolhida em razão de ser o dia em que se celebra a promulgação da “Lei Maria da Penha”.

Para ter o espaço do Plantão 24h em funcionamento foram necessárias obras de reforma e adequações internas no espaço de 532 metros quadrados para abrigar o atendimento, com salas apropriadas para acolhimento das vítimas, cartórios, salas de atendimento e para as equipes, além de uma brinquedoteca para crianças. A obra tem um custo estimado de R$ 420 mil.

A primeira-dama do Estado, Virgínia Mendes, encabeçou voluntariamente inúmeras ações para arrecadar recursos, equipar e proporcionar melhorias garantindo um local acolhedor e com a estrutura necessária de atendimento às mulheres, acompanhantes e demais públicos que precisarem do serviço.

Por meio de eventos beneficentes, a primeira-dama arrecadou mais de R$ 200 mil reais, que foram investidos na obra e também na aquisição de mobiliário, itens para o playground, brinquedoteca, paisagismo, além de equipamentos e climatização.

 

Atendimento acolhedor

O plantão de atendimento 24h é uma das medidas adotadas pela Polícia Civil e Secretaria de Estado de Segurança Pública, com apoio da primeira-dama do Estado, Virgínia Mendes, para ampliar o acolhimento, de forma ininterrupta, a vítimas de violência doméstica em Cuiabá, cidade que concentra o maior índice estatístico de crimes contra esse público vulnerável.

“Esta foi uma bandeira que assumi logo que o governador Mauro Mendes assumiu a gestão estadual. Sei que este Plantão 24 horas é um pleito muito antigo e extremamente necessário, por isso ao lado de outras mulheres iniciamos essa luta e agora com muita satisfação tiramos do papel o projeto e vamos entregar um local com dignidade e acolhimento a todas as vítimas de violência doméstica. Só tenho a agradecer a todos que nos apoiaram e acreditaram nesta causa”, afirma a primeira-dama.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, destaca que a implantação da central é uma das metas do plano de Governo para a área metropolitana da Capital. “Agradecemos o apoio da primeira-dama, junto com muitas mulheres que atuam na rede de proteção se engajaram nesse trabalho. Esperamos com esse espaço dar um atendimento de mais qualidade a mulheres vítimas de violência na Capital”.

Equipes

A diretora Metropolitana da Polícia Civil, delegada Ana Paula de Faria Campos, explica que o plantão especializado terá cinco equipes, cada uma delas composta por um delegado, dois escrivães, quatro investigadores de polícia e mais um profissional da área psicossocial, habilitados para os atendimentos de urgência.

Os policiais civis selecionados para atuar no local passarão por uma capacitação prévia envolvendo temas específicos ao público que será atendido no plantão.

O delegado-geral da Polícia Civil, Mário Dermeval Aravéchia de Resende, pontua o esforço da equipe para que o projeto do Plantão 24 horas se tornasse realidade. “A necessidade pelo atendimento em regime ininterrupto a vítimas de violência vem de muitos anos. E com essa parceria da primeira-dama estamos conseguindo viabilizar a estrutura física para esse atendimento”.

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana