conecte-se conosco


Internacional

Laboratório chinês volta a dizer que não tem relação com a Covid-19

Publicado


source
Covid-19
Reprodução

Teoria de que Covid-19 vazou de laboratório é rejeitada por especialistas da área de virologia

Um laboratório de virologia de Wuhan (China), o epicentro do surto da Covid-19 na Ásia, estava trabalhando com algumas espécies de coronavírus de morcegos, mas nenhum deles corresponde ao Sars-CoV-2, causador da síndrome respiratória Covid-19.

LEvIA MAIS: Anticorpos de cavalos serão usados no tratamento da Covid-19

A diretora do instituto de virologia de Wuhan, Wang Yanyi, afirmou à emissora chinesa CGTN que os vírus de morcego de sua pesquisa eram apenas 79,8% semelhantes ao Sars-CoV-2. Segundo Yanyi, as acusações do presidente dos EUA, Donald Trump, de que o vírus teria vazado de um laboratório são falsas.

“Nosso instituto recebeu a notificação de que uma pneumonia desconhecida se espalhava no dia 30 de dezembro do ano passado. Não tínhamos o menor conhecimento. Não encontramos ou fizemos pesquisas sobre o vírus. De fato, como todo mundo, nem sabíamos que o vírus existia. Como ele poderia vazar de um laboratório que nem sabia de sua existência?”, disse a diretora. 

A comunidade científica mundial rejeita a teoria de que o vírus causador da pandemia teria saído de um laboratório, apesar das acusações diplomáticas. Os Estados Unidos acusaram a China de irresponsabilidade, enquanto países como a Austrália conduzem investigações independentes sobre a origem do novo coronavírus.

Trump e seu secretário de estado, Mike Pompeo, já afirmaram que há muitas evidências que ligam o vírus ao laboratório de Wuhan. Após tensões, Pompeo voltou atrás com a palavra. Em entrevista para o site de notícias Breibart, o secretário de estado afirmou que os EUA sabem que o vírus veio de Wuhan, mas ainda há incertezas sobre a verdadeira origem.

Segundo a comunidade científica, o novo coronavírus teria migrado de animais para seres humanos no mercado de animais silvestres de Wuhan. Um estudo de virologia de 2007 já afirmava que a manipulação de animais no interior da China era “uma bomba-relógio” para novas pandemias.

Fonte: IG Mundo

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Internacional

EUA podem chegar a 100 mil casos diários de Covid-19

Publicado


source
Covid-19
Reprodução/Facebook

Novo coronavírus já matou mais de 130 mil americanos desde o começo da pandemia; veja detalhes

Se a pandemia de Covid-19 não for controlada, os Estados Unidos poderão chegar à marca de 100 mil casos diários da doença, segundo o imunologista-chefe do governo, Anthony Fauci. O anúncio foi feito para o senado americano nesta terça-feira (30).

Leia também:

Apesar das medidas de reabertura para retomar a economia, 12 estados americanos registram números crescentes de novos casos da doença, segundo o Centro de Controle de Doenças. Os hospitais de Miami, na Flórida, já estão lotados, enquanto Houston, no Texas, registra 97% de ocupação nas UTIs.

“Os números falam por si só. Estou muito preocupado e insatisfeito que a situação esteja indo pela direção errada”, disse Fauci, que alegou total descontrole da pandemia nos EUA. O imunologista-chefe não estimou o potencial número de mortes caso o país atinja 100 mil casos diários.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Internacional

Quais foram os critérios adotados pela União Europeia para barrar voos?

Publicado


source
Bandeira Espanha
Reprodução/Twitter

Países da UE não são obrigados a adotar medidas, mas fronteiras podem ser fechadas dentro do próprio bloco

A União Europeia aprovou hoje (30) a reabertura das fronteiras a partir do dia 1° de julho para turistas de 15 países, com o objetivo de conter o alastramento do novo coronavírus (Sars-CoV-2) enquanto algumas atividades são retomadas. Com surtos descontrolados, viajantes oriundos de Brasil, Estados Unidos e Rússia estão proibidos de entrar nos países que compõem a união.

Leia também:

A medida não tem caráter imigratório, mas sim sanitário. Portanto, brasileiros, russos e americanos não serão proibidos de entrar na União Europeia se estiverem vindo de um dos 15 países autorizados. Da mesma forma, um turista japonês que estiver no Brasil não poderá entrar na União Europeia; ainda que o tráfego com o Japão esteja autorizado. 

A lista de países com fronteiras abertas para a União Europeia* será atualizada a cada duas semanas, levando três critérios em consideração. São eles:

Índice de novos casos de Covid-19

O índice de novos casos de Covid-19 por número de habitantes deverá estar perto do europeu. Brasil e Estados Unidos registram cerca de 30 mil casos novos de Covid-19 por dia, enquanto a média da maioria dos países que compõem a União Europeia permanece na faixa de 300 nos últimos dias.

Tendência dos dias anteriores

A União Europeia irá avaliar se o número de novos casos de Covid-19 é crescente ou decrescente para categorizar a autorização. A conclusão será tirada com base nos dados epidemiológicos divulgados nos 14 dias anteriores.

Resposta à pandemia

O enfrentamento à pandemia também será categorizado pela União Europeia como um dos critérios para abertura de fronteiras. Quantidade de informações disponíveis, efetividade da testagem, vigilância, contenção e transparência serão avaliados.

Apesar das restrições, cidadãos da União Europeia e seus parentes têm passagem livre, mesmo que não estejam nos países listados. Estrangeiros que sejam residentes oficiais dos países que compõem o bloco e seus parentes também poderão viajar à União Europeia. Viajantes com funções essenciais serão autorizados.

*Argélia, Austrália, Canadá, Geórgia, Japão, Montenegro, Marrocos, Nova Zelândia, Ruanda, Sérvia, Coreia do Sul, Tailândia, Tunísia, Uruguai e China

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana